Menu

5.5.17

{Evento} Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas e Flipoços 2017



Então, estamos naquela época do ano em que a pessoa aqui fica nadando em livros toda feliz e serelepe!
Quem nos segue no Instagram tem acompanhado nossas aventuras na Feira do Livro Flipoços 2017. Se não segue, não perca tempo, clica aqui!

A Flipoços (conheça mais nesse post da Amanda) teve início no dia 29, um sábado de manhã. Claro que fui lá conferir a primeira parte da manhã e conhecer quem seriam homenageados desse ano – não que eu já não soubesse quem eram, mas ver em pessoa é bem melhor, né?


O patrono desse ano foi Milton Hatoum, escritor amazonense auto-declarado tímido ao receber seu prêmio. Os autores sulfurosos homenageados são Murilo Carvalho e Regina Alves Os autores moçambicanos Paulina Chiziane e Mbate Pedro também foram premiados e é nesse ponto que eu queria chegar: Paulina é uma alma rara. Estar em sua presença é sentir-se tocado pela paz, grandiosa e suave em suas palavras. Com poucas sentenças, ela emocionou o público que levantou-se para aplaudí-la. Muitos de fato foram às lágrimas, realmente magnífica! Me tornei fã dessa pessoa que imaginei sentada no quintal de sua casa, ao redor de uma fogueira enquanto enfeitiça vários olhares que lhe dedicam uma imensa atenção, ouvindo suas histórias. Pois é assim que ela diz que seus romances são criados: histórias ouvidas em fogueiras, repassadas de pessoas para pessoas. Uma arte tão perdida em nosso país que, no entanto, rendeu a Moçambique sua primeira romancista.

Informações importantes acerca do nosso munícipio também foram passadas: 92% de nossa população é leitura, segundo a CML - Câmara Mineira do Livro. Então esse festival ser sediado aqui é muito significante, e ainda mais com tantas atrações. Estão aqui stands que juntos, nos disponibilizaram de 10 a 100mil títulos para compra, a preços a partir de 5 reais!

Depois de tanta iluminação, é óbvio que fui passear nos stands! Gente, me senti enfeitiçada! Tem vários stands com livros em promoção real: literatura e literatura juvenil por 10 reais só, é claro que fiz a festa. Só nesse primeiro dia trouxe 9 livros para casa... Claro, com a ajuda do pessoal da Enigma Editorial, meus distribuidores do coração! <3

Teve roda de capoeira do Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico Rei de Poços de Caldas!
A noite foi a abertura oficial e contou com um bate papo com os autores moçambicanos enriquecedor. Fique estarrecida, pois tantos autores bons e nós aqui no Brasil ficamos alheios a ela! Cada autor apresentou os trabalhos do outro, suas lutas no meio da escrita. E, no final, Paulina encantou todo mundo mais uma vez com uma de suas histórias contadas ao redor da fogueira, mostrando um pouco de seu idioma natal, uma de suas lutas em seu país. Fiquei horrorizada com a quantidade de livros que é lançada lá, aproximadamente, por ano: 340. Para comparar, em 2014/2015, segundo o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), foram produzidos 446.848.571 livros (link). 


É a primeira vez no Brasil que acontece um encontro com tantos autores Moçambicanos!

Foi a primeira vez na Flipoços que aconteceu a festa do Levedos & Letras, o clima do lugar ficou lindo com aquelas luzes e o friozinho. Acredito que esse dia de aberturas foi muito melhor que nos anos anteriores!


No dia seguinte, 30, eu e a Amanda nos desdobramos para acompanhar todos os eventos. Durante à noite eu fui no bate-papo com o Milton Hatoum e, devo dizer, ele faz jus à imagem criada por Gabriel Bá e Fábio Moon em seus quadrinhos de Dois Irmãos, huahua! Ele contou sobre sua infância e a influência da mesma em suas primeiras obras, como a perda de uma prima anos depois resultou no nascimento de Relato de um certo oriente e alguns outros. Disse que é um autor lento para a escrita, pois prefere ler a escrever. Sou do time dele, haha! Contou que seu pai só meio que valorizou o fato dele ser um escritor quando recebeu uma carta com uma resenha vinda de seu país natal, o Líbano. E que Jorge Amado dissera que ele penteia demais suas obras e que não faria mais de um livro. Que bom que ele errou! 


Foi uma conversa bem leve e com grande participação do público presente. Admitiu ter ficado surpreso com a repercussão toda de seu livro Dois irmãos, que recentemente ganhou uma adaptação para os quadrinhos através da Companhia das Letras. 

Foi muito divertido e enriquecedor! Fiquei doida para conseguir suas obras e lê-las, para ver o que tanto ele penteia, huahuaha!

Esse foram só os dois primeiros dias da Flipoços 2017, em breve conto mais um pouco como foi! Pretendo também fazer um vídeo para o canal, então esperem coisas boas! Conversei com muitos autores interessantes e logo mais conto um pouco como foi!

O evento ainda está acontecendo e você pode conferir a programação completa aqui: Feira do Livro e Flipoços 2017



3 comentários:

  1. que demais, mais um evento bacana por demais!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que evento show! Muito boa essa troca com oa autores! Uma pena não ter esses eventos aqui na minha região! Beijos.

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.