Menu

18.5.17

{Resenha} O Terceiro Testamento


Autor: Christopher Galt
Editora: Jangada
Sinopse: O mundo parece estar enlouquecendo!
Em toda parte, as pessoas começam a ter visões. Um adolescente francês assiste Joana D'Arc ser queimada na fogueira, e até tenta tirar uma foto com o celular, e a presidente dos Estados Unidos tem visões de seus antecessores dentro da Casa Branca. Ninguém sabe se essas misteriosas aparições são uma espécie de alucinação coletiva, uma doença virótica causada por bioterrorismo ou se são sinais do Apocalipse. Ocorrem suicídios em massa em várias partes do mundo, e o psiquiatra e neurocientista John Macbeth, à frente de um projeto para criar uma inteligência artificial autônoma, busca freneticamente uma resposta antes que seja tarde demais. Ele descobre que a verdade por trás de tudo pode mudar os rumos da humanidade para sempre. E até custar a sua vida. Uma história eletrizante que o fará questionar sua perspectiva da realidade. E até mesmo a sua sanidade.

O mundo ficou maluco!!!! Como? Quando? Por quê?

O livro se inicia com uma mulher explicando sobre um projeto muito importante que vai revolucionar o mundo, o Projeto Um. O projeto tem objetivo de criar uma inteligência autônoma que possa mostrar a natureza humana e quem sabe toda a concepção do universo.

John Macbeth, psiquiatra e neurocientista cognitivo, está envolvido no Projeto Um e é enviado de Copenhague, Dinamarca, a Boston para apresentar o projeto ao Instituto Schilder de Pesquisa Neurocientífica. Durante sua estadia em Boston, John que é alheio a informações que não sejam sobre sua área, se vê envolvido com visões que algumas pessoas estão tendo há algum tempo.

Essas muitas visões são fantasmas do passado. Em alguns momentos, não apenas fantasmas, mas momentos importantes da história, como se fossem lembranças do passado. As visões sempre são seguidas com a sensação de dejà-vú. Além disso, várias pessoas começam a cometer suicídio e extremistas religiosos acreditam que o fim do mundo está próximo.

Como cientista renomado em sua área, John acaba se envolvendo em várias situações onde sua especialidade em psiquiatria é solicitada. E essas várias situações acabam se revelando um emaranhado de perguntas e dúvidas. Mas como John poderá ajudar? E o que significam os sonhos estranhos que ele anda tendo?


Eu adorei a capa! Ela combina perfeitamente com o que a história trata. A edição está simples, as folhas são amarelas e de boa qualidade. A narração é feita em terceira pessoa. A divisão do livro é feita em várias partes e capítulos e, dentro deles tem com visões diferentes de vários personagens, mas com um foco maior em John Macbeth.

A primeira coisa que chamou minha atenção foi os dizeres na capa Michael Crichton encontra Matrix. O Michael Crichton é autor do livro Jurassic Park, que eu amo! E eu adoro a franquia Matrix. Então a curiosidade bateu forte em mim!!! Como não ir atrás desse livro?

John Macbeth é um personagem um tanto distante e inacessível ao leitor. Sua mente funciona de modo diferente e nós temos pouco acesso a ela, acredito que seja por conta do livro ser em terceira pessoa. A nossa relação com John acaba sendo superficial, mas isso não atrapalha de jeito nenhum a leitura. Pelo contrário, o personagem se torna uma incógnita para o leitor. Até seu passado e história tem momentos esquisitos. Quem é o John?

Temos vários pontos de vistas com vários acontecimentos individuais de cada um. No início eu me perdi um pouco, mas tudo vai se encaixando e se conectando aos poucos. As peças podem até não fazer sentido no começo, porém a cada página tudo vai ganhando forma, mesmo que de maneira lenta.

O Terceiro Testamento é um livro bem mais complicado do que eu imaginava quando estava lendo a sinopse. Você pode ler essa premissa e ainda assim não ter toda a dimensão do que o livro vai te trazer. Desde o primeiro momento me senti intrigada pela história e fiquei cada vez mais envolvida por esse enredo tão misterioso e fascinante. E quando o final chegou... UAU! Será que esse livro tem uma sequência e eu não sei?! Estou fazendo essa resenha dois dias depois e ainda em processo de assimilar todo esse enredo fantástico. Alguém aí já leu? Por favor, venha conversar comigo sobre esse livro!

Esse livro tem uma perspectiva muito maluca sobre a nossa realidade e como ela funciona, mas o livro só vai nos revelando detalhes importante aos poucos. Isso é o que faz o livro ter um suspense e mistério tão bons. O livro só me deixava mais intrigada e com um gosto de “quero saber mais sobre isso”! 


Christopher Galt é pseudônimo de Craig Russell. O autor já tem alguns prêmios e indicações por seus livros, além de vários deles já publicados pelo mundo. Como só agora temos livros desse autor no Brasil? Quero mais! 

11 comentários:

  1. a trama parece interessante, mas não é o que tenho buscado por agora
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu li este livro
    E não foi uma leitura muito prazerosa!achei ele detalhado demais
    É um pouco cansativo em algumas partes!
    Que bom que para vc foi muito bom apesar de laguams pequenas coisas rsrs
    Eu não senti afinidade com o personagem principal .acho que por isto não tive tento apego

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Confesso que apesar de não gostar tanto o gênero, este livro me deixou bem intrigada. Fiquei curiosa especialmente quando ao projeto um. Que ótimo que se sentiu envolvida pelo enrendo e acho que também ficaria assim. Amei a resenha!

    www.virandoamor.com

    ResponderExcluir
  4. Ola
    Eu também ja li esse livro e adorei, mas sou suspeita ao comentar porque é um genero que me agrada bastante. De fato, se mostra mais complicado do que a sinopse pode indicar, mas tambem se torna bem envolvente heim..
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia esse livro e nem o autor, mas adorei o enredo.
    E pelo que pude perceber, envolve um pouco de conspiração. Posso dizer uma coisa também, que nada que é extremo, é bom. Podemos ver pelo caso da religião.
    Adoro livros que possuem uma reviravolta surpreendente, e esse é um dos que parecem ser assim.
    Ótima indicação.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Cris

    Não conhecia o livro, mas já adorei esse enredo! Gostei muito dessa ideia do Projeto Um e dos seus efeitos. Gosto de livros que mexem com a realidade, recente li O Ceifador e ele também é assim. Curti bastante esse livro e gostaria de fazer essa leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Cris!
    Conheci o livro em outras resenhas e a cada resenha que leio, meu interesse só aumenta! Quero muito saber o que é a causa desses acontecimentos, quem é o John e conhecer a estória num todo.
    Adorei a resenha e espero fazer a leitura em breve.
    Bjs e até mais!

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi! Eu preciso dizer que realmente eu também não imaginava a complexidade que esse livro tem ao ler só a sinopse; na verdade eu achei que era um livro muito menos intenso do que na verdade é. Quando eu li eu lembro de ter ficado pensando um tempão acerca da história e de tudo que ela revela sobre nós, seres humanos, sem se tratar diretamente a nós. Enfim, é uma leitura realmente instigante e é impossível que no final você não sinta nada. Eu realmente não imaginava metade das coisas e como o tanto de personagem diferentes se juntam e se encaixam. Aliás, fiquei feliz em saber que não fui a única a ficar com ele na cabeça por dias! kk Parabéns pela resenha, está muito boa!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Cris,
    Esse livro entrou recentemente na minha lista justamente por ter essa leitura mais completa e um enredo mais revelador do que a sinopse propõe. Espero fazer essa leitura em breve e que a narrativa me deixe sem ação também.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  10. Oie...
    Adorei sua resenha!!!
    Achei a premissa bem diferente do que estou acostumada a ler e isso com certeza é um ponto positivo, porém, acho que não estou preparada para uma leitura tão densa no momento.
    Por ser um livro que fala sobre nossa realidade me interesso em ler, mas, como disse futuramente ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, e para ser sincera eu não me agradei muito com ele, então acredito que eu não leria no momento. Talvez pelo gênero que não estou muito acostumada, mas gostei muito da sua resenha e de ver a sua opinião. Talvez um dia dou uma chance a ele e quem sabe mudo de ideia né?

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.