Menu

14.6.17

{Resenha} Dez mil céus sobre você


Título Original: Ten thousand skies above you
Autora: Claudia Gray
Editora: Agir Now – Harper Collins
Sinopse: MARGUERITE CAINE fez o impossível, viajando por dimensões alternativas com o Firebird — uma invenção brilhante criada por seus pais, seu namorado, Paul, e o amigo da família, Theo. Mas ela também chamou a atenção de inimigos poderosos, dispostos a seqüestrar, chantagear e até matar para usar os poderes do Firebird para propósitos escusos.
Quando a alma de Paul é dividida em quatro fragmentos — que se encontram presos dentro de Pauls em outras dimensões —, Marguerite fará qualquer coisa e irá a qualquer lugar para salvá-lo. Mas o preço de seu retorno em segurança é alto. Se ela não sabotar os próprios pais em múltiplos universos, Paul vai continuar perdido para sempre.
Mas Marguerite acredita que é possível salvar seu amor sem sacrificar a família, e para isso pede a ajuda do brilhante Theo. Os dois criam um plano para recuperar Paul e o Firebird, mas para que ele dê certo eles precisarão superar um concorrente genial e vão colocar em risco não só sua vida mas também a de todas as versões de si mesmos em várias dimensões.
Desta vez a missão leva os dois aos universos mais perigosos até então: uma São Francisco dividida pela guerra, o submundo do crime de Nova York e uma Paris iluminada onde a outra Marguerite esconde um segredo chocante. Cada salto deixa Marguerite mais perto de salvar Paul — mas sua jornada revela verdades sombrias que fazem com que duvide da única constante que encontrou em todos os mundos: o amor que sentem um pelo outro.


“Você acha que ser especial te torna invulnerável. Mas não torna.”
Dez mil céus sobre você é o segundo livro da trilogia Firebird, que dá continuidade ao final de Mil pedaços de você. Se quiser conferir a resenha do primeiro livro, clique aqui.

Já aviso que pode conter spoilers do primeiro livro.

Theo está doente. Depois de ser envenenado diversas vezes pelo Furtanoite, seu corpo está enfraquecido e os Caine, junto de Paul, não sabem mais o que fazer. Sua dimensão não possui nenhuma cura e seu prognóstico não é dos melhores. Então, Paul e Marguerite decidem partir em busca de cura em outras dimensões.
“Firebird: o dispositivo único e especial que permite que a consciência humana viaje por dimensões alternadas. Inventado pela minha mãe, Dra. Sophia Kovalenka, com a ajuda do Dr. Henry Caine. Esse objeto que pode transportar minha mente para fora deste deste universo e me mandar de volta para meu próprio corpo, minha própria casa, para um lugar sozinho. Mesmo aqui, enquanto corro por essa Roma alternativa em um vestido da época que vai até o tornozelo, uma capa e essas botas duras que deslizam pela estrada de pedras, mantenho o Firebird firme na mão; se eu perder esse negócio, estou ferrada.”
Porém, algo que só recentemente os doutores Caine haviam pensando ser possível, acontece: a alma de Paul é dividida em quatro partes, em quatro dimensões diferentes e o jovem não consegue retornar. Os pais de Marguerite decidem que é arriscado demais entrar novamente em qualquer dimensão, mas é claro que a moça não deixaria o amor de sua vida, a pessoa a qual ela está destinada, desaparecer e ficar perdida para sempre...

Contrariando a vontade dos pais, ela parte em busca dos pedaços da alma de seu amado, pois há mais atrás dessa fragmentação do que podem imaginar. Mesmo debilitado, Theo a acompanha através das dimensões em que podem estar os fragmentos da alma de seu amigo

Neste livro é interessante o modo com o qual eles se referem aos universos. Por exemplo, o universo mais marcante no primeiro livro, em que Marguerite é descendente do czar: é o Russiaverso. Assim, fica fácil para eles separarem os locais em que estiveram. Aqui, conhecemos mais universos, onde há a possibilidade de encontrar o pedacinho da alma de Paul. 

Porém, não é tão fácil... Como devem saber (falei sobre na resenha do primeiro livro) nem sempre sua consciência atual conhecerá as mesmas pessoas, embora “geneticamente” seja predeterminado que pode acontecer. Ou seja: destinado.

Paul e Marguerite discutem muito a questão do destino, de alma. Ambos acreditam que, não importa o universo, você é você. Com todas as suas qualidades, seus defeitos, sonhos, aptidões. Amor e desejo. Mas as coisas acabam provando que nem sempre é assim. As variáveis são imensas e difíceis de serem mensuradas (não que Paul não tente, uma vez que o cara é um gênio). Seus pais também não acreditam muito na questão de destino e alma, estão preocupados com outras variáveis.

É incrível observar as diferenças de cada um deles, em cada universo. E foi bastante triste e revoltante diversas vezes. Marguerite descobre as duras penas que sua teoria pode não ser 100% exata e que às vezes, nem sempre se encontra aquilo que é desejado.

“Já tive medo de morrer. É uma sensação horrível, um nó na garganta, o coração disparado como se fosse explodir suas costelas. Os filmes mostram as pessoas desesperadas e gritando como idiotas. Na realidade, não é assim: quando você teme por sua vida, é como se uma clareza apavorante tomasse conta de você. Então, você calcula suas chances a cada segundo. Inventa opções e possibilidades que jamais consideraria em outro momento. Percebe que a sua vida é a única coisa que é completa e verdadeiramente sua. Existe uma força dentro de nós que não compreendemos até que ela seja necessária. Nós fomos, lá no nosso âmago, feitos para sobreviver.”

Marguerite cresceu muito no decorrer deste livro, aprendeu muito com cada “eu” das dimensões que visitou. Theo foi uma presença importante em sua evolução, sendo que ele também cresceu. Os acontecimentos que ambos presenciaram exigiram muita maturidade para não pirar (só de ser outra eu em outra dimensão eu piraria, vocês não?).

A diagramação e capa do livro seguem o estilo do anterior, com as imagens das dimensões na capa e em cada início de capítulo. As páginas são amareladas e gostosas de ler, não achei nenhum erro de diagramação e a fonte é média, bem agradável de ler.

O final te deixa com o coração na garganta! Depois de tanta coisa que aconteceu, tem mais ainda aquilo que acontece!!! Aff que vontade de chutar bundas que fiquei! Tem muito mais nessa conspiração do que nossa vã filosofia imagina!

O terceiro livro se chama “A million worlds with you” (bem sugestivo, se você já leu os dois livros anteriores). Confira abaixo a sinopse, que pode conter spoilers dos dois livros anteriores, então cuidado!
"Um milhão de universos. Um milhão de perigos. Um destino."

Lançamento: Abril/2017
O destino do multiverso está nas mãos de Marguerite Caine. Marguerite tem sido o centro de uma disputa dimensional desde sua primeira viagem para outro universo utilizando a invenção de seus pais, o Firebird. Somente agora ela compreendeu os verdadeiros planos maléficos da Corporação Triad - e que esses planos poderia significar a ruína de dezenas ou centenas de universos, cada um voltado para a aniquilação total.
Paul Markov sempre esteve ao lado de Marguerite, mas último ataque da Tríade o transformou em um homem diferente - irritado e obscurecido pela tragédia. Ele se esforça para superar os danos causados a ele, no entanto, apesar dos esforços de Marguerite para ajudar, Paul pode nunca mais voltar a ser o mesmo.
Então cabe apenas a Marguerite deter a destruição do multiverso. Milhares de milhões de vidas estão em jogo. Os riscos nunca foram tão altos. E a Tríade ativou sua arma definitiva: uma Marguerite de outra dimensão - perversa, psicologicamente distorcida e sempre um passo à frente.
Na conclusão épica da trilogia "Firebird" de Claudia Gray, destino e família serão questionados, amores serão conquistados e perdidos, e o multiverso será mudado para sempre. É a batalha das Marguerites… e apenas uma pode ganhar.

22 comentários:

  1. Ola
    Quero muito poder conferir essa trilogia, especialmente porque só leio bons comentários a respeito e sou apaixonada por essas capas. Li sua resenha, apesar de nao compreender muito, mas irei ler a resenha do primeiro livro.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Pri, inicialmente não creio que seja um livro para mim, a pegada da trama não me chamou a atenção
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Pricila,
    eu tenho vontade de ler esse livro, não é aquela ânsia desesperada, mas é uma vontade considerável, acho a história interessante e até singular, eu pelo menos nunca li nenhum história parecida que envolvesse saltos no e tempo e etc. Não creio que farei essa leitura ainda esse ano já que estou super atolada por aqui, mas quem sabe ano que vem eu consigo dar uma chance, né? Adorei a resenha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?

    Quero muito ler essa trilogia, além das capas serem muito bonitas a premissa chama muito minha atenção. Vou dar uma olhada na sua resenha do primeiro para saber o que você achou.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    Eu adorei a resenha, mesmo ficando um pouco perdida por ser uma continuidade de outro livro. Mas a capa me chamou muito a atenção e fiquei curiosa sobre algumas coisas que devem ter explicação no terceiro livro. Já quero conferir!

    ResponderExcluir
  6. Li apenas um livro da Claudia Gray e amei tanto, que quero ler tudo o que ela escrever. esta serie já está nas minhas próximas leituras e espero amar muito também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu já havia visto alguns comentários super positivos sobre essa série e então estava bem animada para ler (junte-se a isso essas capas lindas), mas não sabia exatamente do que se tratava a história. Ainda que me pareça um pouco confuso, achei interessante a obra abordar essas questões da alma e do universo, de um dos personagens estar dividido em várias partes mas outra personagem não desistir de tentar resgatá-lo. Preciso ler para entender melhor.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    A capa deste livro está linda. Lembro que a resenha do primeiro livro, eu li aqui.
    E agora estou lendo em primeira mão a primeira resenha do segundo. E adorei saber que durante a estória os personagens amadurecem. Resta ler para poder entender um pouco mais dessas dimensões.
    Está na lista.

    ResponderExcluir
  9. Olá! É muito bom quando um personagem cresce durante a trama. Realmente é de pirar aber que tem outro "eu" em contra dimensão. Parece ser confuso isso. Você, além de me apesentar a obra me deixou interessada em ler também. Beijos'

    ResponderExcluir
  10. Oie! Tudo bem?

    Estou louca para realizar a leitura dessa trilogia, li bem por cima a sua resenha desse volume, pois não quero pegar spoiler, mas estou contando os minutos para poder ler e conhecer mais de perto essa histórias que todos falam super bem!

    BJss

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Estou acompanhando resenhas dessa série e confesso que estou morrendo de vontade de lê-la, mesmo sci-fi não sendo o meu forte.
    Pela sua resenha deu pra perceber que a cada livro a história fica mais emocionante e os personagens evoluem mais, e fiquei bem curiosa com essa história de 'eus' a cada mundo.
    Espero que o terceiro seja uma boa leitura pra você

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem? Essa é uma série que eu sempre vejo falarem sobre e que eu ainda não tive tempo de ler apesar de ter ele no meu Kindle k Por isso eu acabei pulando a parte dos detalhes da histórias e indo mais para suas impressões. Gostei de saber que o livro continua no mesmo padrão do primeiro, porque isso faz com que haja um link entre eles e eu gosto bastante, e que os personagens vem amadurecendo e tornando a história ainda melhor e mais emocionante... Amo livros com folhas amareladas e a falta de erros é uma prova da dedicação da Editora com o livro. Quanto a curiosidade, corre para ler o terceiro kk Eu odeio ficar curiosa, então aproveita que já tem e vai ler! Espero que seja uma leitura tão boa quanto essa!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Nossa, quero essa trilogia pra ontem. Adoro o assunto abordado, essa coisa de universos, almas, destinado. Preciso a-go-ra. Muito bom saber que o segundo livro não deixa a desejar. E a diagramção está bem fofa, adoro livros com imagens.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu ainda não li essa série, então confesso que fiquei meio perdida na história, mas adorei saber que a protagonista tem um crescimento considerável na narrativa. Estou bem curiosa e pretendo ler em breve, e espero ficar tão grudada na história assim como você ficou.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Comecei a ler o primeiro livro dessa série, mas precisei parar, pois não estava dando conta do tanto de leitura. Fico contente que você tenha curtido e terminado a leitura com o coração na mão. Também acho bem positivo a questão dos universos abordados na trama, quero entendê-los melhor.
    Dica anotada, sem dúvidas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. oIE...
    Adorei a resenha. Acho que ainda não tinha lido nenhuma resenha dessa obra, mas, agora estou cheia de vontade de ler, isso é claro é devido aos seus excelentes comentários! Gosto de livros que possuem esse final marcante assim... Quero ler!
    Bjo

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?
    Adorei a sua ressenha, fiquei bem curiosa com esse final que você citou, adoro livros que nos deixam com o coração na mão.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Sempre que olho esta capa.imagino um quadro de tanto que sou apaixonada por ela.ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura dele
    Mas curti muito a leitura do livro 1.e já tinha me deixado super chocada no desenrolar da história rsrs
    Saber que os personagens foram bem desenvolvido é tiveram um crescimento melhor ainda.vou dar continuidade a série.pelas tuas impressões valeu muito a pena.

    ResponderExcluir
  19. Eu já li resenhas dessa série e confesso que me deixaram curiosas. Além disso, todos os livros possuem capas lindas, o que pra mim é sim um motivo para conhecê-lo (haha). Adorei tua resenha, tô ansiosa pra ler já! Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem? Nunca havia ouvido falar nessa série antes, mas achei o plot bem interessante. Eu gosto desse tipo de livro, o gênero é o que mais me agrada. O que mais gostei é que não vi você falando de romances... Não que não goste (não gosto, rs), mas acho que muitas vezes algumas histórias se perdem focando em relacionamentos amorosos.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?

    Quero muito ler essa série, porque além das capas serem lidas a premissa chama muito minha atenção. Fiquei um pouco perdida na resenha por ser uma continuação mas gostei muito de saber da evolução da personagem principal, gosto disso nos livros. Você me deixou com bastante curiosidade para saber o que se passa no final da história.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Não conhecia essa série. Confesso qie fiquei um pouco perdida quanto a história desse livro, mas é justamente por não conhecer a obra. Irei ler a resemha do primeiro.
    A impressão que me passou é que se trata de fantasia com pitadas de romance. Gostei dessa ideia de diversas dimensões e que a protagonista é uma pessoa diferente em cada uma delas. Eu também piraria!
    Abs e obrigada pela dica ^^

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.