Menu

8.6.17

{RESENHA} Sofia



Autora: Mai Passos G.
Editora: Independente
Sinopse: Sophie nunca aceitou a morte de Sofia, a irmã mais velha. Um dia ela tinha sido acordada pelas sirenes e, no outro, presenciara o enterro da irmã. Aos seis anos de idade, teve que lidar com a dura realidade de ver sua mãe lutando todos os dias para sobreviver, e ver seu pai cada vez mais ausente. Os anos passaram-se, com ele veio o divórcio, e o que sobrara de sua família se ruíra: seu pai encontrara uma nova família; e sua mãe mantinha-se inerte em si mesma. Aos 18 anos Sophie arrumou as malas e embarcou em uma alucinante jornada atrás da única coisa que sobrara de Sofia: seu coração – agora batendo no peito de um estranho. Sophie saiu de casa no meio da noite, deixando apenas um bilhete para a mãe: “Vou atrás de Sofia, mamãe. Vou consertar essa bagunça”


Quando a sua metade morre, como continuar vivendo?

Aos seis anos, Sophie vê toda a sua vida mudar drasticamente: sua irmã Sofia de apenas 15 anos morre em um trágico acidente de carro. A irmã que era parte essência de sua vida. As duas sempre foram muito unidas e ligadas. Com a morte de Sofia, seus pais acabam se distanciando com o sofrimento da perda da filha e os dois acabam se separando. O pai encontra uma nova família e esquece um pouco a vida passada.
Criada apenas pela mãe, Sophie acaba vendo ela a cada dia apenas sobrevivendo ao invés de viver de verdade. Agora aos 18 anos, Sophie quer arranjar um jeito de consertar tudo. Depois de descobrir exatamente como a irmã morreu na noite fatídica, ela sai em busca da única coisa que sobrou da irmã: o coração. E quem sabe assim ela encontra uma maneira de ajeitar a vida da família?

“Vou atrás de Sofia, mamãe. Vou concertar essa bagunça.” Página 17

Nessa busca, Sophie não esperava encontrar ajuda de um rapaz que também está com o coração partido. Os dois acabam se juntando e se ajudando.

A edição é bem simples. As folhas são brancas, mas as letras são confortáveis a vista. A capa antiga era mais bonita, mas essa combina muito mais com a proposta da história. A narração está em terceira pessoa e se divide entre Sophie, Adam e os pais de Sophie. O livro tem alguns erros ortográficos bem bobos, o que me incomodou um pouco durante a leitura, mas nada que não se possa entender.

Esse livro tem muita emoção e drama! Sophie passou uma parte da infância e adolescência vendo a família se deteriorar aos poucos e se distanciando cada vez mais do pai. Depois que Sofia morreu, Sophie vê sua vida mudar de maneira que a deixa desnorteada. A garota parece não ter ligações fortes com ninguém, tanto que apenas seu primo sabia de todo o planejamento da fuga.

Achei Sophie um pouco chata no início. Ela não parecia levar em consideração as consequências de seus atos imprudentes, mas aos poucos ela foi crescendo durante a leitura. Adam também não era nada agradável, mas vai se transformando e se livrando de seus demônios do passado. Apesar desse crescimento, não posso dizer que gostei dos dois protagonistas.

Algumas situações no livro são bem irreais para mim. Acredito que não é fácil invadir alguns lugares citados, além de Sophie confiar de modo tão rápido em Adam, um completo desconhecido e encrenqueiro.


O livro é bem tocante, mas poderia ter sido melhor trabalhado. Acredito que a autora Mai Passos G. tem a chance de reescrever essa história e abordar melhor todas as situações abordadas, como: a busca de Sofia pelo coração da irmã e como foi sua infância sem Sofia; como os pais dela ficaram, a busca dos dois pela Sophie e a história de Adam.

Esse foi meu primeiro contato com a escrita de Mai Passos G. e espero um dia poder ler esse livro novamente com uma nova revisão e extensão dessa história.

1 comentários:

  1. a história parece muito bonita, um enredo interessante
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.