Menu

17.7.17

{Resenha} O Ceifador


Título Original: Scythe
Série: Scythe #1
Autor: Neal Shusterman
Editora: Seguinte
Sinopse: A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador - um papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a "arte" da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão - ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais -, podem colocar a própria vida em risco.


Em um mundo Pós-Mortalidade, a mortalidade se torna ultrapassada. A humanidade conseguiu vencer a morte. Nimbo-Cúmulo é uma inteligência artificial que conseguiu essa proeza para humanidade, além de instalar a paz entre as pessoas. Mas a Terra não poderia ficar povoada demais e para que isso não viesse a ocorrer foi criada uma Ceifa. Pessoas foram selecionadas para fazer o trabalho da morte, esses eram denominados de Ceifadores. A Nimbo-Cúmulo e os Ceifadores são duas organizações distintas e nenhum delas pode intervir no trabalho da outra.

Citra Terranova estava em casa quando um dos Ceifadores mais famosos aparece em sua casa, o Ceifador Faraday. Depois do ceifador se convidar para jantar na casa da garota, Citra não aguenta toda a formalidade e pergunta diretamente se ele veio coletar alguém de sua família, e se sim, que acabe logo com isso. Rowan Damisch também se encontra com o Ceifador Faraday na escola quando ele vai coletar um de seus colegas de escola. Mesmo não sendo amigo do garoto, Rowan se compadece com a situação e decide ficar com ele em seus minutos finais.


O que esses dois têm em comum? Citra Terranova é determinada e explosiva, já Rowan Damisch é observador e cheio de compaixão. Mas os dois tem a fibra moral que deve constituir um bom Ceifador. E por esses motivos, o Ceifador Faraday escolhe os dois como seus aprendizes. Porém, apenas um deles se tornará um Ceifador em um ano. A escolha incomum de dois aprendizes para um novo Ceifador não passa despercebida pela Ceifa e isso pode acarretar em muitos problemas. Muitos problemas!

“– Eu escolhi vocês dois!
– Por que vamos competir por algo que nenhum de nós quer?
– Aí está o paradoxo da profissão Faraday disse. – A função não deve ser concedida aos que a desejam. São aqueles que mais se recusam a matar que devem exercê-la.” Página 48

A capa é linda e combina muito com os ceifadores. As folhas são de boa qualidade e as letras são perfeitas para visão. A cada início de capítulo temos uma página do diário da ceifadora Curie. A narração está em terceira pessoa e tem visões de muitos personagens, mas com foco em Citra e Rowan.


Quando peguei esse livro O Ceifador, sabia apenas o básico sobre ele: que as pessoas não mais morriam e que a morte deveria vir na forma de colheita, colheita essa pelas mãos dos Ceifadores. Apenas isso era do meu conhecimento e acabei me perguntando como a história iria se desenrolar. Onde estaria todo a confusão e a ação do livro? Muitas cenas cruéis estavam por vim e eu não estava preparada.

Eu particularmente adorei os dois protagonistas principais, cada um a sua maneira tem a força moral para se tornar um bom Ceifador. Além disso, há dois ceifadores que eu adorei conhecer e outro um grupo de ceifadores que interpretam os mandamentos da Ceifa de uma maneira distorcida e cruel. É nesse grupo que teremos os conflitos que rodeiam o livro.

Neal Shusterman não tem dó nem piedade de matar. Esteja certo disso! Mas nenhuma morte é sem significado para a trama em si, apesar da crueldade de algumas. A construção dos personagens e do ambiente criados são fantásticos. O livro está muito bem escrito. A leitura flui muito bem e quando percebemos já folheamos muitas páginas.. Apesar da fluidez, eu li devagar para entender todo contexto nesse novo mundo. Esse livro tem muita história por trás do mundo Pós-Mortalidade. O autor consegue criar um mundo e vários elementos novos. É muita criatividade!


O Ceifador faz parte de uma série, mas esse primeiro livro tem começo, meio e fim. Nos próximos livro o autor terá que encontrar novos conflitos para escrever. E confesso que estou muito curiosa com eles!

11 comentários:

  1. que bom que a trama lhe agradou, mas no momento não é o tipo de leitura que tenho buscado!
    espero que a série continue nessa crescente de emoções e surpresas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Eu também já realizei essa leitura e não poderia ter ficado mais satisfeita com ela, até favoritei livro. Fiquei muito surpresa com essa nova realidade pensada pelo autor e tudo me encantou: desde os personagens mais principais até as ambientações. Amei a leitura, a escrita do autor e toda a problemática. Mal posso esperar pela continuação!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  3. Ola
    Adorei a parte em que você comenta que ele não tem dó de matar, pura verdade mesmo. Eu fiquei encantada por essa história e por todos os detalhes apresentados. Gostei muito das partes dos diários dos ceifadores, que complementam muito bem o contexto. Adorei poder conferir as suas impressões e por ter me identificado com sua opinião.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem?
    Acho essa capa muito bonita mas diferente de você não sei se seria uma leitura que me agradaria dessa vez passo a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    Nossa eu estou MUITO louco pra ler esse livro, sério.
    Só vejo resenhas positivas e as pessoas falando bem, sem contar que é uma história bem diferente né? Estou muito curioso pra saber qual o desfecho disso tudo.
    Parabéns pelo blog e resenha, bjos <3

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Adorei ler O Ceifador e não vejo a hora de ter a continuação em mãos.
    Gostei muita da distopia criada pelo autor e do tratamento da morte. Sem falar que as personagens são ótimas.
    Com certeza vale a pena ler.
    Gostei de conferir sua resenha.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Eu ainda não tinha lido uma resenha sobre o esse livro, despertou meu interesse porque gosto do gênero, mas o que mais gostei foi o fato de ser uma série, mas cujo o primeiro livro tem começo, meio e fim.
    Eu adoro séries, mas já não tenho tanto tempo quanto tinha antes, e fico passando mal quando não consigo ler a continuação logo em seguida.
    Adorei a dica e pretendo ler assim que puder.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oie! Tudo bem?

    Estou louca para realizar a leitura dele! Já li tanta coisa positiva sobre a obra que não vejo a hora de ter os livros em mãos, tirando é claro que se trata sobre a Morte tudo que envolve ela eu gosto kkkk

    Bjss

    ResponderExcluir
  9. Olá Cris,
    Estou com esse livro em casa para ler e a cada resenha que leio dele fico mais curiosa para ler de uma vez. Fiquei muito contente por a leitura ter te agradado tanto e por você ter lido devagar apenas para apreciar a leitura. Também gostei de saber que o autor não tem medo de matar, adoro obras assim rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Adorei a resenha!
    Estou vendo tantas resenhas desse livro que me sinto um peixe fora d'agua, pois, parece que só eu ainda não li :(
    Gostei bastante de seus comentários e eles só aumentaram a minha vontade de ler... Espero gostar <3
    Bjo

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Acredito que ainda não vi nenhuma crítica negativa a esse livro e estou cada vez mais curiosa para ler. O enredo parece ser incrível e gostei de saber que os personagens são bem construídos, algo que considero muito importante em um livro.
    Saber que o autor não tem dó de matar os personagens já faz eu me preparar para sofrer, porque eu sempre me apego aos personagens kkkk. No entanto, fico feliz de saber que pelo menos há um motivo para que elas aconteçam.
    Adorei sua resenha e estou ainda mais ansiosa para ler esse livro. Espero fazer isso em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.