Menu

21.8.17

{O menino que vê filmes} MATRIX - A TRILOGIA



Direção: Lana e Andy Wachowski
Elenco: Keanu Reeves, Laurence Fishburn, Carrie-Anne Moss, Hugo Weaving, Gloria Foster, Joe Pantoliano
Sinopse: No futuro, a raça humana vive escravizada numa realidade virtual criada pela inteligência artificial conhecida como MATRIX. O jovem Thomas Anderson (Keanu Reeves) tem uma carreira promissora como programador, e uma vida secreta onde é apenas conhecido como Neo: aquele que se verá envolvido pelo misterioso Morpheu (Lawrence Fishburn) numa rebelião contra as máquinas.

ATENÇÃO: ALERTA DE SPOILER! Se você não assistiu a aos filmes em questão, prossiga por sua conta e risco!

Oi gente! Ouvi dizer que essa semana a HBO espanhola andou trocando as bolas e exibindo episódios trocados de Game Of Thrones, é isso mesmo produção? Geeente! Mas como assim! Logo que fiquei sabendo entrei em modo de defesa anti-spoiler, ou seja, nem Facebook eu entrei essa semana... Hahaha... Mas que mancada, hein hermanos? O importante é que cheguei ao domingo sem ter visto nenhum spoiler sequer. Segue o baile.

Hoje eu vou falar de uma das trilogias mais icônicas da ficção científica do cinema moderno. Com elementos futuristas, referências literárias e até bíblicas, esta sequência de filmes marcou época principalmente pela quantidade de inovações implementadas na Sétima Arte.
Sem dúvida, os padrões conhecidos de efeitos visuais certamente foram redefinidos após MATRIX, a obra prima dos irmãos Lana e Andy Wachowski.


Me lembro da primeira vez assistindo. Terminei o filme com uma sensação terrível de "QUE???"... Os amigos que me acompanhavam na ocasião ficaram igualmente impactados. Afinal, o que era pra ser só mais um filme de ação, se revelou como um clássico que se tornaria referência para tudo o que viria depois em termos de sci-fi. E precisei, sim, assistir mais umas duas vezes para sanar todas as dúvidas. Assisto e reassisto, sempre que tenho oportunidade, sobretudo o primeiro capítulo, que é o eu preferido.


Quem está disposto a escolher a pílula certa e descobrir até onde vai a toca do coelho? Prontos? Então... Hora de acordar, Neo!

A TRILOGIA

MATRIX é dividida em três capítulos.


No primeiro capítulo, intitulado apenas como MATRIX, Neo descobre através de Morpheu que a realidade conforme percebemos é nada menos de que um programa de computador projetado para aprisionar e escravizar seres humanos. Morpheu também revela que Neo seria o escolhido para desligar a fonte do programa, libertando assim a raça humana do domínio entorpecente das máquinas.


No segundo capítulo, MATRIX - RELOADED, Neo retorna, agora já ciente de seus poderes especiais contra as máquinas. Porém, enfrentará um inimigo igualmente fortalecido: o programa conhecido como Agente Smith (Hugo Weaving), que adquiriu a capacidade de se replicar indefinidamente, tornando-se um problema até mesmo para seu criador.


No terceiro e último capítulo, MATRIX - REVOLUTIONS, o programa conehcido como Smith está fora do controle. Neo estabelecerá um acordo com a Matrix para acabar com o programa e, em troca, conquistar a paz para os habitantes de Zion, o último refúgio dos humanos no subterrâneo.

Um marco divisório no mundo dos efeitos visuais

Fãs declarados de animações, quadrinhos e animês, os irmãos Wachowski contaram com a técnica e a genialidade de John Gaeta e sua equipe para produzir os quase 400 tipos diferentes de efeitos especiais vistos em Matrix.




Personagens que param no ar com giros de 360 graus, saltam distâncias sobre humanas em câmera lenta e ondas de choque captadas em tempo reais são alguns dos deleites visuais que compõe as cenas dos longas.

Polêmica

O ano do lançamento do primeiro capítulo da trilogia coincidiu com o terrível massacre da escola estadunidense Columbine, no Colorado.
Na ocasião, dois alunos do ensino médio,  Eric Harris e Dylan Klebold, adentraram o colégio fortemente armados, abrindo fogo contra alunos e professores.


Não demorou até que a tragédia fosse associada ao filme, que fora lançado pouco tempo antes, por conta de sua violência gráfica.

Referências e simbologias

A quantidade de referências literárias, históricas e até bíblicas presentes no filme é enorme. Um ótimo exemplo é o nome do protagonista, Neo, que é um anagrama para "One", que pode ser traduzido como "escolhido", dada a natureza da missão do personagem no filme. Da mesma forma, é possível associá-lo à figura de Jesus Cristo, uma vez que ambos nasceram predestinados a salvar a humanidade.


Em dado momento, Neo tem seu computador invadido, recebendo uma mensagem (provavelmente de Trinity), dizendo a ele para que siga o "coelho branco". Em outro ponto da trama, o personagem Morpheu (que na mitologia grega é o deus do sono e dos sonhos) diz a Neo que vai mostrar "até onde vai a toca do coelho", uma clara referência ao livro ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS, de Lewis Carrol.


Há também uma forte referência à chamada Alegoria da Caverna, de Platão. Basicamente, na alegoria, aquele que se liberta da escuridão da caverna e conhece as maravilhas do mundo, acaba sendo morto quando retorna para tentar libertar seus pares. Substituindo-se a caverna pela realidade virtual em Matrix, basicamente é o que acontece toda vez que Neo tenta acabar com a guerra contra as máquinas. Ou seja, é sempre atacado por seus próprios pares, que estão acostumados demais àquela realidade falsa.

A lista de referências não para por aqui. Mais curiosidades podem ser conferidas aqui, neste excelente artigo do pessoal do site Omelete.

OUTRAS MÍDIAS

Uma coleção de 9 curtas em forma de anime contam estórias que se desenvolvem paralelamente aos acontecimentos da trilogia.
Essa sequência de curtas é conhecida como Animatrix, de co-autoria dos irmãos Wachowski.

CONCLUSÃO

MATRIX não é para qualquer gosto. Para aqueles que souberem enxergar as ideias e alegorias contidas além dos tiroteios e violência, há a garantia de, além de grande diversão, propostas de discussão.

Fica aqui a pergunta: O que é a Matrix?

Até a próxima, pessoal!


21 comentários:

  1. Oi tudo bem?
    Vejo muita gente falando bem desses filmes mas por ora eles não me chamaram tanto a atenção acredito que seja por eu não gostar muito de ver filmes que envolvam fantasias esses tipos de coisas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. eu nunca assisti matrix, mas é inegável não só o sucesso da trilogia, mas também a evolução dos efeitos especiais

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Vou ter que admitir que nunca consegui assistir Matrix. Comecei a ver o primeiro, mas não tive paciência e não sei se animo tentar novamente.
    No entanto, sei que o sucesso da trilogia é inegável e que tem muitas pessoas que amam os filmes. Já sabia de algumas dessas referências que você citou que estão presentes no filme por causa de comentários de amigos que assistiram, e acho bastante interessante. Ainda assim, o primeiro filme não conseguiu prender minha atenção e acho que criei uma espécia de bloqueio com esse trilogia.
    De qualquer forma, adorei o post e achei muito interessantes os pontos que você destacou.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Se tem uma trilogia que não me agrada é Matrix, sei que a franquia de filmes tem muitos fãs mundo a fora, mas eu mesma nunca consegui gostar dos filmes, e por incrível que pareça, o Keanu é meu ator preferido da vida.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Primeiramente, gostaria de dizer que achei ótimo o texto. Segundo, eu nunca assisti nenhum dos filmes completos, só partes. Tenho vontade de assistir, mas ainda não tive a oportunidade. Uma coisa bacana que acho em Matrix é o fato dele ser um produção transmídia, ou seja, a história não se restringe apenas ao filme, como você disse tem os anime, por exemplo. Tem um livro escrito por Henry Jenkins onde ela fala um pouco do filme nessa condição como transmídia. Segundo autor esse tipo de produto se interligam e ou precisa da outra para fazer pelo sentido. Assim, para as pessoas que já tinha contato com a trama em outras mídias provavelmente não teve dificuldade para entender o filme. Pois lembra que quando foi lançado muitas pessoas ficaram perdidas na história. Bem, espero ter a possibilidade de ver em breve, para conhecer mais a fundo a história.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Adorei seu post, muito bem escrito!
    Sempre leio excelentes comentários sobre esse filme, mas, ele não faz muito meu genero então passo a dica.
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Trilogia realmente icônica. Raramente revejo filmes, mas essa trilogia é uma exceção, amo. Mas não sabia dessa associação ao massacre da escola.
    Com certeza as referências são marcantes e fazem todo diferencial.
    Adorei sua postagem, bem completa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bom?
    Acredita que eu nunca assisti essa trilogia?
    Nunca me chamou a atenção mesmo sabendo das inovações tecnológicas que ele trouxe (e que provavelmente foram utilizados em alguns dos meus filmes favoritos). Adorei sua resenha e todos os detalhes e curiosidades citados!

    ResponderExcluir
  9. Lembro do auge que foi o lançamento de cada filme, mas confesso, nunca assisti. Lendo seu post, fiquei com vontade de começar agora.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Esta aí um filme que fez muito sucesso e eu não assisti até hoje e não me chama muito atenção para assistir. Apesar de muitos efeitos que você vê em muitos filmes hoje em dia vir de inspiração nesse filme.

    Não sou mto fã de filmes assim, mas seu post ficou bem explicativo e bem escrito.

    Beijos e até a próxima

    ResponderExcluir
  11. Olá! Vou confessar que nunca assisti e realmente não sei porque, mas nunca tive interesse. Lendo agora sua opinião até deu curiosidade para saber mais sobre a trama, porém mesmo assim acho que não assistirei. Quanto as polêmicas, não sei se a associação pode ser feita com o filme, mas o certo é que as pessoas cada vez mais têm julgado e tentado achar culpados de crimes em filmes, jogos e desenhos. Seu post ficou mito bem escrito. Abraço, Psiu, Vem Ler!

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Nossa, nem lembro muito os detalhes dessa trilogia, só lembro que não gostei do final kkkkk E foi um marco para os efeitos especiais, foi algo bem inovador no cinema.
    Preciso assistir novamente.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Oi.

    Matrix é aquele tipo de filme que não importa quantas vezes eu já o tenha visto, quando passa na TV, eu sento no sofá e vejo de novo. Eu adoro a trilogia, confesso que fiquei meio triste com o final, mas tirando isso, esse filme é um dos que mais gosto no mundo. No começo não entendia muito bem esse universo, mas quando fui crescendo, passei a entender e a amar ainda mais os filmes.

    ResponderExcluir
  14. Oie! Tudo bem?

    Eu nunca senti interesse em assistir a essa trilogia, todos que assistem fazem criticas bastante positivas sobre os filmes, até uma vez um professor meu trouxe o primeiro para a aula e debateu sobre ele, mas continuo não sentindo interesse em conhecer mais a fundo os filmes!

    Bjss

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Quando eu era criança esses filmes estavam em alta, até cheguei a assistir algumas cenas, contudo não lembro se assisti ao filme todo 😅. Muitos elogiam essa franquia e até tenho vontade em assistir todos os filmes, mas o tempo não está colaborando comigo por agora. Eu não sabia sobre as simbologias e referências contidas nos filme, gostei de saber mais sobre isso.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, Lucas! Eu não assisti aos filmes ainda, portanto segui seu conselho à risca e quase não li muito sua resenha para não pegar spoiler rsrs Matrix é um clássico do cinema, e desde que comecei a ler livros do Isaac Asimov peguei um gosto enorme pelo gênero, tanto em livros quanto pelos filmes. Laurence Fishburne e Keanu Reeves são uma dupla e tanto. Verei aos filmes com certeza :)

    ResponderExcluir
  17. Olá Lucas,
    Já assisti Matrix, mas não gostei do que encontrei, apesar de dizer que é uma superprodução e que fez muito sucesso. Como você disse, não é um filme para todos.
    Não sabia dessa curiosidade do massacre e fiquei chocada, ao mesmo tempo que achei comum, pois acontece com muita frequência por lá, não é?
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu amo esse filme, acredito que vai muito além de tiroteios e efeitos especiais. Traz muitas críticas à nossa sociedade, críticas essas que nos fazem refletir e ver o quanto estamos em uma "bolha".
    Adorei a resenha ^^
    Abs e parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Confesso que até hoje não assistir ao filme e todo o ano eu me programo dizendo que irei conhecer a história. Tudo que sei sobre a história são as cenas marcantes e famosas. Infelizmente eu não prosseguir para acompanhar a matéria com medo de spoiler, mas a sua matéria foi muito boa para mim, pois acabei lembrando de uma meta anual que tinha esquecido! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  20. Oiee ^^
    Sabe que eu nunca assisti? Até tinha aqui no computador, e tenho curiosidade, mas, não sei... Dá uma preguiça por ser ficção científica...haha' não é bem o meu gênero favorito. Sempre vi referências sobre essas duas pílulas, e confesso que essa é a única parte da história que eu tenho vontade de assistir kkkk'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  21. Matrix! <3

    Meu amor de trilogia - embor ao último seja ruim, na minha mais humilde opinião, huahuahua! Quando vi esse filme eu tinha 9 anos e criei altas teorias na minha cabecinha juvenil! Juuuro que fiquei meio bitolada, huahuahua!

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.