Menu

8.8.17

{Resenha} A Acusada


Oie amores. C-H-E-G-U-E-I!


Recebi esse livro da Editora Sinna, nossa parceira e vou apresentar pra vocês o livro da autora Patricia Maiolini
Confere ai!


Sinopse:

“Um bilhete, um diário, o que realmente há por trás dos alunos mais populares de um Colégio?
Aos 17 anos, Marina Moura consegue uma bolsa para realizar seu sonho do intercâmbio em Toronto, Canadá. O que ela não esperava é que fosse obrigada a se enfiar em uma investigação para desvendar um assassinato e, menos ainda, que fosse ser a acusada pelo crime. Todos são suspeitos. Como confiar em alguém? Será mesmo que ela é inocente? Marina conseguirá se livrar da acusação? Ou o assassino será mais esperto?
Era para ser o intercâmbio dos sonhos...”

Resenha

Marina Moura, aos dezessete anos, vai realizar o sonho da sua vida. Um semestre em Toronto, Canadá, num intercâmbio que só lhe trará benefícios.
Foi choroso se separar de sua mãe e irmã, mas o sonho foi mais forte e ela embarca no avião numa viagem de horas e horas.
Há muitas perspectivas no ar, Marina vai gostar, vão gostar dela? E na escola, os professores, os colegas? Como serão?

Ao desembarcar, estava lá a famígera plaquinha com o seu nome e o pessoal do Internato foram todos simpáticos.
Ao chegar à escola, no seu quarto recebeu sua chave e sua companheira, que seria Elisa Eliot, que tinha uma melhor amiga, a Tiffany. Não fui com a cara dela.
Depois de fazer amigos, conhecer a escola, ir a uma festa barulhenta, foi se adaptando ao cotidiano.


E numa noite, numa festa, não aguentando o barulho, Nick, com quem fez amizade foi deixa-la nas escadas dos dormitórios femininos.
Naquela noite, Marina toma banho e ao se deitar escuta um barulho na porta, é Elisa chegando triste e com cara de que chorou.
Marina dormiu, mas acorda com um barulho vindo da janela, Elisa não estava em sua cama, o abajur pouco iluminava o quarto.
Ao levantar a vista viu Elisa saindo pela janela depois do toque de recolher.

Marina vê um papel caído no chão e o que estava escrito a deixou estarrecida. Era um bilhete anônimo.
Sabia que Elisa poderia estar em perigo, o que não a deixou mais dormir.


Na manhã seguinte, Elisa não tinha voltado ainda e Marina se ajeitou, tomou café e foi para o campus.
Lá chegando, uma grande multidão tinha se formado num ponto, curiosa ela foi afastando as pessoas e descobriu que Elisa estava caída ali... pálida e fria. E o pior estava por vir.
Todos no Campus achavam que Marina era a assassina de Elisa, e o inferno na terra caiu sobre sua cabeça. Será que ela seria acusada e pagaria pelo crime de outra pessoa? O verdadeiro assassino estaria ali, a observando? Só lendo pra saber.
Vocês precisam ler o livro pra constatar a “engenhosidade” de Marina, na elucidação do caso, ou seja, ela precisa provar sua inocência.


É muito legal a forma como a autora escreve, apesar de ser um livro de interrogatórios, de policiais e detetives.
Marina não é boba, contrata um detetive particular, porque as investigações estacionaram. E apesar dos bilhetes, do que ela gravou em seu celular, do diário de Elisa, ela precisa de um profissional.
Mesmo não curtindo muito esse estilo de leitura, foi agradável de ler.
Na minha opinião como leitora, acho que faltou um BUM! no enredo. Apesar de a estória prender o leitor por ser um texto forte, há a falta de mais romantismo, aquelas pegadas, deixando um vazio de diálogo. O livro é muito bom, mas eu senti falta disso.
Por hoje é só amores. Até a próxima! Tchau!


Título: A Acusada
Autor (a): Patricia Maiolini
Editora: Sinna
Número de Páginas: 202

21 comentários:

  1. um título bem perspicaz, a trama é cheia de suspense
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Nao conhecia essa editora, assim como nem tinha ouvido falar nem da autora e nem desse livro. Mas gostei muito de ler suas impressões as respeito, e fiquei curiosa quanto ao desenvolvimento, pela parte de investigações e afins.
    Beijos,
    F

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?
    Não conhecia o livro e nem a autora. Mas gostei bastante da sua resenha e me deixou bem curiosa com esse suspense.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lauri!
    Gosto muito de livros assim, mas sem esse bum para deixar a história empolgante, não dá, né? rsrs... Mas fico feliz que você tenha aproveitado a escrita e um pouco da história. ^^
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lauri!
    Lendo a sua resenha, embora pareça um livro investigativo, não senti realmente que a trama fosse instigante suficiente para me deixar curiosa. Parece que faltou tempero na história, deixo para uma próxima vez.
    Bjs!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Ainda não conhecia a obra, mas, estava até gostando de conhece-lo, porém, quando você mencionou que faltou esse BUM me desanimei e desisti da leitura :(
    Passo a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ainda não conhecia a autora e nem a obra, mas achei a sinopse bem instigante e fiquei curiosa. Gostei também dos quotes que você compartilhou, dá pra te ruma ideia de como é a escrita da autora.
    valeu pela dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Lauri,
    eu até me interessei pela história mas senti falta de alguns detalhes não se sei se é dito no livro mas como assim ela foi considerada a principal suspeita do crime? Havia algo concreto que a ligasse ao assassinato da garota? Porque o simples fato dela ser novata e dividir o quarto com a menina são argumento bem superficiais para uma acusação como essa. Não teria como lê-lo de imediato, mas gostaria de futuramente dar uma olhada na história para esclarecer algumas dúvidas que sua resenha despertou em mim.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Suspense policial não é minha praia. Achei o enredo fraco e pouco convincente. Não leria essa obra mas desejo sucesso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Adoro um bom livro de suspense! Porém, pela sua resenha acabei sentindo falta de algo a mais, gosto de livros que prendam a atenção e esse não chamou muito a minha, a capa é bem legal e o enredo parece promissor apesar disso, no momento não estou muito interessada mas quem sabe mais pra frente.

    Obrigada pela dica!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Lauri, gostei muito da sinceridade na sua resenha e conferir suas impressões sobre o livro, mas confesso que não é o que estou buscando no momento. Quero algo com mais romance e não é esse o proposito do livro, apesar de eu gostar muito de uma pegada policial também. Dica anotada. Bjs Tell me a Book

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Não conhecia o livro, mas amo livros que tem aquela pegada de mistério. Fiquei meio receosa quando você disse que faltou um BUM no livro, mas mesmo assim a curiosidade em saber o que estáva naquele bilhete está me consumindo rsrs. Amei a premissa é pretendo fazer a leitura do livro. Amei sua resenja, fica mais que anotada.

    ResponderExcluir
  13. Oi! Já eu acho que ia gostar dessa falta de romantismo na história. Prefiro quando​ focam apenas no gênero suspense policial, porque assim não fico shipando ninguém rsrs
    Adorei a resenha e essa capa está divina! Dica anotada!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu não conhecia esse livro, fiquei mega curiosa, eu não leio muito policiais, mas é sempre bom mudar um pouco.
    Adorei sua resenha, anotei a dica.

    Beijos
    Leitora Dramática
    https://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá Lauri,
    Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei curiosa para ler, pois adoro histórias com interrogatórios, mesmo que tenha a impressão que a leitura possa dicar um pouco cansativa em alguns momentos.
    Gostei da Marina, essas personagens inteligentes me atraem demais e sinto que vou amá-la de todo o coração.
    Dica anotadíssima.
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá, eu não sou de ler livro de suspenses e que envolvem investigações, sempre fui fã de um bom romance. Mas esse chamou bastante a minha atenção. E fiquei bem curiosa pra saber qual foi o motivo de matar a Elisa e saber quem esta realmente por trás disso tudo.

    Apesar de não conhecer a editora e nem a autora, foi um livro que me chamou bastante a atenção. Gostei bastante da sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?
    Preciso desse livro! Que história bacana!! Fiquei super empolgada lendo sua resenha, fiquei curiosa para saber mais da história! Parece ser bem envolvente, louca para conhecer, beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi.

    Não conhecia este livro ainda. Confesso que não sou muito fã do gênero. Foram poucos livros assim que li até agora. Não faz muito meu estilo, apesar da trama parecer ser bem envolvente. Vou anotar o nome e pensar se leio ou não depois.

    ResponderExcluir
  19. A postagem começou e terminou com gif do BTS, aí já amei hahaha <3
    Sou apaixonada por livros de mistério e investigação, mas, como você disse, precisa ter um ápice na história para que ela venha agradar os leitores ou, no mínimo, ser mais atrativa. Mesmo assim, achei interessante o cenário da historia, nao imaginaria um enredo iniciando com um intercâmbio. Adorei a resenha! Beijos :)

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Desconhecia o livro e nunca li nada publicado pela editora, mas essa obra não me cativou, não faz muito o estilo de livros que estou lendo atualmente.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. oie, que pena que não tem algo mais impactante no enredo, com poder de prender e surpreender. Mas bacana essa temática e o fato de a colega de quarto ser acusada de ser a assassina. Não tinha ouvido falar na obra ainda. Obrigada pela dica

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.