Menu

28.8.17

{Resenha} A Lógica Inexplicável da Minha Vida

Título Original: The Inexplicable Logic of My Life
Autor: Benjamin Alire Sáenz
Editora: Seguinte
Sinopse: Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir.
Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida - uma tarefa que parece quase impossível.

A história é narrada por Salvador, um menino calmo que gosta de tranquilidade. Para ele a vida era como um livro, tinha um enredo, fazia sentido. Seguia uma história. Mas em seu último ano do ensino médio as coisas começam a mudar e ele tem que aprender a lidar com tais mudanças, mas não é tão fácil quanto parece.

Logo no primeiro dia de aula, quando estava voltando para casa com sua amiga Sam, um menino da mesma escola, passa pelos dois, aponta para ele e diz que seu pai é uma "bicha". Sem pensar duas vezes, Sal acerta um soco no nariz dele.
"Alguma coisa aconteceu dentro de mim. Uma onda enorme e incontrolável percorreu meu corpo e quebrou na praia, que, no caso, era o meu coração. De repente, perdi a capacidade de usar palavras e, sei lá, eu nunca tinha ficado tão enfurecido e não sabia o que estava acontecendo de verdade, porque raiva não era um sentimento comum para mim. [...] Talvez eu sempre tenha tido uma ideia errada sobre quem eu realmente era."
Assustado e confuso Salvador tenta seguir com seus dias e manter o que quer que estivesse crescendo dentro dele, onde estava. Quando, no terceiro dia de aula, ele acaba socando outro garoto, não tem como ele não se perguntar sobre suas origens, perguntas que começam a se acumular uma a uma.
"Acho que eu poderia ser um garoto selvagem e raivoso se outra pessoa tivesse me criado. Talvez, se tivesse sido criado pelo homem de quem herdei os genes, fosse um cara completamente diferente. [...] Mas quem me criou foi meu pai [...] Ele havia me cativado com todo o amor que tinha dentro de si."

Bom, acho que se eu for contando todas as coisas que acontecem pela vida de Sal uma a uma, eu acabarei contando e citando o livro todo! (Risos). Eu já conhecia a escrita do autor e já havia me apaixonado por ela desde que li Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo, e lembro quando vi sobre o lançamento do livro, ainda nos Estados Unidos e que já estava doida pra poder tê-lo em mãos!

A Lógica Inexplicável da Minha Vida é sobre amadurecimento, mas eu diria, que é mesmo sobre amor. Todos os tipos de amor e como nossa vida é moldada através dele. E com a narração somos levados para os cantos obscuros da mente de um adolescente que está tentando se descobrir na vida, tentando desesperadamente manter a lógica do seu mundo, mas Sal terá que aprender que não podemos nos manter sempre em um lugar só e não podemos controlar o que acontece à nossa volta e que nossas origens são sim importantes, mas que o que provavelmente mais importa, como diz seu amigo Fito, é para onde vamos.
"Eu me sentia mal pelo Fito. E ele tinha isso de não ficar se lamentando o tempo todo. Eu me perguntava como ele tinha se tornado um cara tão legal. Como isso aconteceu? Não parecia haver nenhuma lógica por trás do que as pessoas acabavam se tornando. Nenhuma mesmo."
Salvador mora com seu pai, um artista e professor, amigo de sua mãe, que o adotou quando ela faleceu. Além do grande amor que Sal e seu pai têm um pelo outro, há ainda sua querida avó, Mima, que todos parecem amar mais do que tudo. Quando recebem a triste notícia de que seu câncer voltou, a família toda deve se preparar para o pior e se já não bastasse todas as dúvidas e pensamentos recorrentes na cabeça do garoto ele vai ter que aprender a lidar com a morte. Pra isso ele têm a ajuda e o companheirismo de sua amiga de infância, Sam e Fito.

Mas a vida não é um mar de rosas para ninguém. Fito vêm de uma família problemática, com uma mãe viciada e irmãos que seguiram o mesmo caminho. Apesar disso, ele tenta ao máximo se esforçar para se virar sozinho, tendo dois empregos e sempre estudando para poder entrar em uma boa faculdade. Enquanto Sam está sempre em alguma discussão com sua mãe, que nunca para em casa, seja por trabalho ou por conta de algum namorado novo.
Mas, a vida dos três começam a sair de vez dos trilhos conforme o decorrer do ano, quando a mãe de Sam morre em um acidente de carro e  Fito é expulso de casa pela própria mãe e os três terão que aprender a fingir não ter medo do escuro.

A história toda é muito linda, em muitas maneiras. Diversas vezes me peguei chorando em cenas de luto e das descrições tão reais de perda que os personagens vivenciam. Além do "não saber onde se está" em sua própria vida, tudo me pareceu muito, muito real. Uma coisa que gostaria muito de pontuar é como o amor é retratado no livro todo. Não realmente um romance propriamente dito, além de, talvez no namoro do pai de Salvador com Marcos, mas no caso era mais uma reaproximação dos dois em reatar o seu relacionamento de anos anteriores e embora tivesse cenas bonitas em que se podia ver o amor dos dois, não era o foco da história em si.
Já Salvador com Sam, que eu meio que esperava que fosse rolar algo em algum momento, por conta de coisas que os dois falam um para o outro desde o começo, me deixou surpresa e bem feliz com o desenrolar da história. Sempre estiveram ali um para o outro, se amando e se ajudando, por vezes discutindo ou não concordando com a ideia do outro. Os dois acabam como irmãos e talvez sempre fossem desde o início e eu gostei disso.

Também devo falar sobre o conceito de família. Me deixou muito feliz em ver que a família toda de Salvador não só acolhia Sam, como faziam há anos, desde que os dois se conheceram, como também acolheram Fito com todo o amor que ele merecia. Além da grande ajuda que o pai de Sal, Marcos e Sam deram para o garoto quando ele mais precisava.

"Meu pai havia me dito uma vez: "Se cometer um erro, não viva dentro dele". Ele também me disse que fazemos as coisas - coisas importantes - apenas quando estamos preparados. Acho que ele está certo. Mas às vezes a vida força nossa mão. Às vezes temos que tomar decisões mesmo sem estar prontos para isso. Acho que vou ter que aprender a me curvar à inexplicável lógica da minha vida."

20 comentários:

  1. Oie, tudo bom?
    Eu nunca li nada assim! Tantas mudanças e situações que são bem relativas. Podemos nos identificar com diversas delas, e adorei saber o quão emocionante essa leitura pode ser. Amei sua resenha, espero poder ler e conferir a história logo!

    ResponderExcluir
  2. livros com essa pegada mais contemporânea muito me agradam, esse esta na lista de desejados
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Parece uma leitura bem emocionante, e já tinha visto a capa por aí, mas não dá pra imaginar que é um livro com essa pegada, por isso fiquei curiosa agora. Parece aquele tipo de livro que ficamos pensando bem depois de terminar a leitura, e espero que seja assim mesmo.
    Valeu pela dica!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  4. Oie!

    Estou curiosa para realizar a leitura do primeiro livro do autor, que achei muito boa a proposta dele, esse não conhecia sobre o que era, mas gostei bastante, mas antes de ler irei indicar para uma amiga se ela gostar da leitura acredito que irei também gostar dela!


    Bjss, vem participar do nosso sorteio serão três ganhadores, valendo um livro Fuck Love, um livro surpresa + um kit de mimos não perca a oportunidade! http://resenhasteen.blogspot.com.br/2017/08/sorteio-do-desapego-3-ganhadores.html

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia o livro. De cara já adorei esse título, pois já sugere a profundidade do enredo. Parece ser uma trama bem legal, repleta de descobertas, dores e descobertas. Esse fundo dramático parece pegar o leitor de jeito. Eu adorei sua dica e já anotei aqui.

    ResponderExcluir
  6. Oiii
    Ainda não conhecia o livro, ou o autor, mas já me interessei. Drama da vida real sempre dão ótimas narrativas e nos fazem pensar. Já deu para perceber que aqui não temos nenhum personagem super certinho, só vários tipo de seres humanos diferentes, mas que se complementam.
    Colocando na lista já!

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  7. Oi Pri, acho que essa abordagem de família vai me agradar muito, porém, eu fui uma das poucas pessoas que não gostou do outro livro do autor, então nãos ei se arriscaria esta leitura aqui.
    Sua resenha está ótima.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá amore,

    Não conhecia o livro, mas já me encantei por essa capa linda!
    Adorei a resenha, me fez ficar com mais vontade de ler essa belezura, e os quotes foram muito bem selecionados.
    Algo que muito me chamou a atenção foi você ter mencionado que o livro traz o conceito família.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  9. Adoro enredos que emocionam, não conhecia esse. Pelo menos acho que não rs Ainda assim depois de suas impressões fiquei curiosa para conhecer. Acho que vou gostar muito da leitura, é meu tipo de livro ideal para curar de minhas ressacas literárias de suspense e terror. Bexitus!

    ResponderExcluir
  10. Fiquei muito apaixonada com essa capa, achei ela linda. E essa história deve ser aquele tipo história que te prende do início ao fim.

    Ao ler a sua resenha ja fiquei com pena de Sam e Fito. Deve ser um livro que te faz chorar bastante.

    Adorei a sua resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá...
    Adorei sua resenha... Muito bem escrita!
    Desde que a editora lnçou esse livro estou bastante interessada na leitura, pois, acho a premissa extremamente interessante! Sua resenha me animou ainda mais a realizar a leitura, pois, mostrou elementos presentes na obra que curto muito!
    Dica anotada <3
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Olá!Tudo bem?
    Adoro livros assim,diferentes e que nós ensina muita coisa.
    A vida as vezes da u reviravolta e não sabemos para onde ir parece ser um livro que me ensinaria muitas coisas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. oi, parece um livro incrível. gostei de ver por todos os dramas que o personagem passa e sua aparente maturidade perante isso. Bom também ver a amizade, que parece bem intensa e bonita. Sua resenha me convenceu a adicionar esse livro na minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  14. Oi Bianca,
    Ainda não li nada desse autor, mas tenho muita vontade, pois acho a premissa de suas obras muito interessantes. Fiquei muito contente por você ter curtido essa história e por ela ser tão completa assim! É muito bacana saber que é um livro sobre amadurecimento e amor e que há a presença da família.
    Espero me encantar como você se encantou.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Achei a premissa bem interessante e sua opinião positiva sobre a obra só me deixou com mais vontade de realizar a leitura. Confesso que não conhecia o livro nem o autor, então agradeço pela dica e garanto que será bem aproveitada.

    Beijos e Sucesso!!

    ResponderExcluir
  16. Oi.

    Eu conheci esse livro por causa do evento que teve da Seguinte e que contou com a presença do autor. Queria muito ter comparecido, mas como não tinha nenhum dos dois livros dele, não tive como pegar os autografo dele. Estou bem interessada nesse e no outro livro dele. Estou bem ansiosa para ter os dois e ler de uma vez.

    ResponderExcluir
  17. Consegui esse livro na box do Turista e ainda não consegui lê-lo Parece ser um livro repleto de sentimentos e drama, espero conseguir lê-lo em breve!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Bianca!
    Não conhecia o livro e faz tempo que não leio nada do gênero então acho que seria uma leitura que me agradaria. Gosto de histórias que falam sobre amadurecimento. Acho que vou gostar da leitura.
    Beijos,

    Rafa - blog Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Confesso que quando via esse livro o que mais me chamava a atenção era a capa, mas essa beleza não tinha sido o suficiente para que eu fosse atrás da obra para lê-la. Lendo sua resenha, noto que é uma obra com muitos questionamentos e algumas certezas, estou ansiosa para conhecer mais sobre.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Bianca,
    eu amo livros que comovem e mexem com o leitor, eu não fazia ideia de que esse abordava tantas vertentes legais. Já vi essa capa rolando por ai mas juro que não fazia ideia do assuntos abordados nele e agora que sei tenho que admitir que fiquei bem interessada, crises existenciais geralmente me entediam mas o conceito de família contemporâneo me chama muito a atenção.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.