Menu

25.8.17

{Resenha} A Melodia Feroz


Título original: THIS SAVAGE SONG
Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Páginas: 384
Sinopse: Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unir para conseguir sobreviver.

A violência na cidade de Veracidade chegou em um ponto onde ela acabou se transformando em outra coisa: monstros. Monstros reais e que fazem toda a população da Cidade V não se sentir segura. São eles os corsais, marchais e sunais. Monstros esses que são usados como armas para o poder.

“Veracidade sempre tinha sido violenta – o pior dos dez territórios – era apenas uma questão de tempo até todo esse mal começar a tomar forma.” Página 52

Na Cidade V existem dois lados: o Norte e o Sul. O lado de Callum Harker e o lado de Henry Flynn, ambos com objetivos distintos para a cidade V. Um controla os corsais e marchais. E o outro tem como aliado os sunais. Há seis anos, as partes entraram em trégua, mas todos sabem que isso não passa de ilusão e que uma guerra está prestes a se instalar novamente.

A oportunidade de mudar isso vem na forma de Kate Harker, filha de Callum. A garota está de volta à cidade depois de anos morando fora. O ‘filho’ de Henry, August Flynn tem a chance de provar seu valor sendo um espião e vigiando Kate. Matriculado na mesmo escola da garota no lado norte da cidade, August pode ter a chance de ter informações preciosas sobre Callum através de sua filha. Apesar da forma humana, August não é humano. Ele é um sunai, um monstro que consegue obter a alma humana a partir de notas musicais.


Com o encontro de dois mundos, Kate e August não esperavam se envolver em um esquema que pode mudar muito a balança de poder em que a cidade se encontra. Com cenas eletrizantes, os dois vão descobrir que nem tudo é o que parece.

A capa está linda e combina muito com a história; a diagramação está caprichada e as folhas são confortáveis a vista. O Selo Seguinte está de parabéns pelo capricho da obra! A narração está em terceira pessoa, mas com foco nos dois protagonistas Kate e August.

Kate Harker não quer ser fraca. Ela sabe que para ser filha de seu pai, tem que ser mais do que o seu sangue. Os monstros não devem vir a abalar seu sono e suas ações. Ser determinada e cruel são pontos fortes para chegar aonde quiser. Não é à toa que ela chega botando medo em qualquer um que se aproxime demais. No entanto, alguns segredos acabam vindo a tona. Principalmente quando August aparece em seu caminho.

August Flynn é o oposto de Kate. Enquanto a garota precisa ser cruel, ele só quer a paz. Detesta ser quem é: um monstro. Ele sabe que precisa se alimentar e que em algum momento pode sucumbir a sua verdadeira natureza, mas não deseja fazer isso. August quer fazer a diferença sem precisar matar alguém, por isso aceita se aproximar de Kate.


Kate e August são dois personagens com ideais e buscas distintas, mas ainda assim acabam convergindo. E essa convergência vai mudar muita coisa na vida dos dois e de todo o equilíbrio da Cidade V.

A Melodia Feroz é um livro para os fortes! Com muitas emoções e reviravoltas, a trama foi me ganhando a cada pagina virada. A história me envolvia e me deixava mais intrigada com esse mundo novo criado pela Victoria Schwab. Os personagens são cativantes e envolventes demais! Adorei o modo como a autora conduziu a personalidade dos protagonistas. Verdadeiros opostos que se unem por um bem maior.

O livro não tem romance e eu não imaginava que ia gostar tanto. Aqui ficamos com companheirismo entre eles e isso foi maravilhoso de ver. Estou mais que ansiosa para ler o próximo volume da série. Trás logo Selo Seguinte!

Algo que não posso esquecer de mencionar é a quantidade de informações no livro. A autora nos apresenta um mundo diferente do que vivemos. A Melodia Feroz é uma distopia, onde o governo da cidade está divido em dois, então temos elementos e termos aqui criados especialmente para a trama. Algumas coisas anda não foram esclarecidas e dúvidas ficaram em minha cabeça, mas acredito que isso venha a ser sanado nos próximos livros.

Os livros de fantasia de Victoria Schwab já são bem conhecidos e temos aqui no Brasil mais dois lançados, mas pelo Grupo Editorial Record. Seriam os livros A Guardiã de Histórias e Um Tom Mais Escuro de Magia. A autora já está confirmada para vir à Bienal do Rio de Janeiro. Pense numa vontade de ir!!!


Ah! A autora deu uma entrevista para o Selo Seguinte e falou sobre esse novo livro. Confiram:


1 comentários:

  1. oie, conheço o livro pelas resenhas, mas confesso não me senti muito animada com a história
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.