Menu

1.9.17

{As meninas recomendam} Setembro Amarelo


Você é meu raio de sol
Então pessoas, estamos em setembro. Setembro é o mês escolhido para falar
Falar sobre seu dia.
Falar sobre seus pensamentos.
Falar sobre seus sentimentos.
Falar sobre o que está lhe incomodando.
Falar sobre o suicídio.

Então conversei com todas as meninas para reunirmos vários filmes, livros, músicas que tratem deste tema, pois nunca é demais. O que sentimos, o que vemos, o que fazemos sempre importa. Nós temos valor, nós importamos. Nossas vidas importam. 

Sempre que algo dentro de você estiver sendo insuportável, procure alguém. Coloque para fora, pois o que está dentro machuca e você não merece sentir nenhuma dor. Você é importante demais para se permitir sentir dor.


Setembro foi escolhido como o mês para se falar sobre o suicídio, mundialmente divulgado pela IASP - Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio, sendo que no dia 10 deste mês comemoramos o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

No Brasil temos o CVV, que é uma das principais entidades mobilizadoras do Setembro Amarelo e ela atua gratuitamente desde 1962. A existência dessa ong é extremamento importante pois, no Brasil, há uma média de 32 suicídios por dia, uma taxa que é superior às mortes de cancêr e AIDS. 

O suícidio é a maior causa de morte nos jovens. Em 2014, foram 2.898 suicidios de jovens de 15 a 29 anos, o que deixa o Brasil no oitavo lugar com o maior número de suicídios segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Os motivos que podem levar as pessoas a tal ato tão extremo são diversos: depressão, abuso de álcool e drogas (medicamentos entram nessa lista, pessoas), além de questões interpessoais: violência sexual, abusos, violência doméstica e bullying. 

Talvez o medo do que as pessoas irão falar se descobrirem que por dentro se sente uma bagunça, que se pensa em suicídio, que se está depressivo, as pessoas não buscam ajuda. O que é um erro, você precisa falar! 

Precisamos falar sobre depressão. Ela é um fantasma que assoma a vida das pessoas, não é "falta de deus", nem preguiça nem nada que seu preconceito e falta de conhecimento sobre a doença possa tentar justificar o comportamento de uma pessoa depressiva.

Tamém precisamos falar sobre o bullying. Há um relatório que diz que 17, 5% dos alunos na faixa dos 15 anos já sofreram bullying. E bullying pode levar à ansiedade depressão, assim como os casos de violência. Precisamos falar dessas coisas uns com os outros, não podemos deixar que se torne banal você sofrer bullying na escola, em casa, no trabalho, na faculdade... 

Eu sofri bullying na minha adolescência e algumas outras coisas. Hoje estou bem... Mas às vezes ainda sinto ansiedade em relação às pessoas que me cercam, mas não deixo que isso guie minha vida. Eu domino a minha vida, se algo me incomoda eu já não guardo só para mim. Não fico quieta com minha dor... Procuro minha família, procuro as pessoas que eu sei que se importam comigo, mesmo que, quando eu era mais jovem, eu duvidasse disso. Sei que cada um tem seu modus operandi, mas para mim funcionou...


Quem mais deve se importar com você... É você mesmo. Você precisa se amar... Achar um fio de felicidade em que se agarrar. Procure ajuda profissional, sempre. Há uma boa saída, uma saída segura... Sempre há uma janela aberta para iluminar sua vida, se você não encontra a porta.

Quero começar nosso tema do Setembro Amarelo com essas informações. É importante as pessoas saberem e estarem cientes de que isso está acontecendo para que, desse modo, todos possam prevenir, ajudarem seus amigos que estão num momento angustiante. Chega de perder pessoas assim...

Não serão todos os dias que teremos indicações de séries, filmes, livros, etc. que retratam este tema. Mas sempre que for, terá referências, ok?

Espero que nos acompanhem neste movimento!



1 comentários:

  1. post super bacana e importante
    :)
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.