Menu

19.10.17

{Resenha} Fortaleza Impossível


Título Original: The impossible fortress
Autor: Jason Rekulak
Editora: Arqueiro
Sinopse: Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo.
Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes.
Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV.
Todos esses elementos se unem para compor Fortaleza Impossível, um romance que fará você rir, se emocionar e recordar a maravilhosa sensação de se apaixonar por algo – ou alguém – pela primeira vez.
Tudo se inicia quando a maior apresentadora de televisão dos anos 1980 vai sair na revista playboy: Vanna White. Todo garoto da época era apaixonada por ela e todos querem ter a revista em mãos.

Com Billy, Alf e Clark não poderia ser diferente. Os três, garotos de 14 anos, montam um plano mirabolante para conseguir comprar a revista na loja de máquinas do Sal Zelinsky, mas óbvio que o plano sai totalmente errado. Como eles vão comprar uma playboy sem serem barrados? É aí que surge Tyler, um garoto mais velho que eles, com um plano para roubar as revistas. Porém os garotos devem conseguir acesso ao código de alarme da loja.

Nessa parte do plano um deles deve se aproximar de Mary, filha de Zelinsky, e conquistar a confiança da garota. Billy ama jogos de computador e pretende um dia trabalhar com isso. Ele descobre que Mary também tem essa paixão, então decide se aproximar dela com o objetivo de conseguir o código e de quebra ter uma ajuda com seu jogo para ganhar o prêmio em um concurso de jogos de computador.


Entre Billy e Mary acaba surgindo uma bela amizade, mas outros sentimentos também vão surgindo. Sentimentos esses que confundem todo o plano e pode acabar revelado um segredo de Mary. Será que toda essa situação vai fugir do controle dos garotos?

A edição está linda! Um capricho só! A capa está incrível e combina muito com a história. No início de cada capítulo temos alguns códigos de jogos de computador que Billy está fazendo. A narração fica por conta da visão exclusiva de Billy, mas eu confesso que queria a visão de Mary também.

Billy foi um personagem contraditório para mim. No início, não gostava muito dele, mas depois que alguns fatos começaram a ficar sérios, ele vai mudando algumas de suas atitudes. Já Mary era uma garota muito bacana e extremamente esperta, porém vamos vendo que ela é mais que isso.

Fortaleza Impossível não era o que eu imaginava. Como mal leio as sinopses, eu imaginava que ia ter aventura no estilo fantasia ou algo desse tipo, mas não foi isso que aconteceu. O livro não foi ruim, pelo contrário. Ele só está um pouco infantil para o meu gosto pessoal, mas está muito bem construído. Gostei de toda a interatividade dos personagens e suas peripécias.


O livro é um giro no mundo geek dos anos 80 e também tem muito sobre os adolescentes daquela época. Muitas confusões são feitas com Billy, Alf e Clark. Esses personagens e suas histórias nos divertem e eu me senti novamente com 14 anos de idade. Aprontando, não como eles, mas me divertindo muito com os amigos. Momento nostalgia ativado. Rsrs...

Fortaleza Impossível fala sobre o poder da amizade e das escolhas que fazemos na vida. Com momentos regados a pura nostalgia, Jason Rekulak escreve divinamente bem as dúvidas e os anseios de um adolescente ainda em fase de descoberta e em busca de sonhos. Recomendo o livro para os apaixonados pelo mundo geek e para os que querem recordar seus tempos de infância.

~Cedido em parceria com a Editora Arqueiro~

4 comentários:

  1. eu não costumo ler livros com essa proposta, mas fica a dica
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o conceito deste livro que aborda a decada de 80. Mas realmente esta capa acho que fala pouco da historia. Gostei muito da resenha, a gente tem vontade de ler o livro quando acaba. O mais legal é que não entregou spoillers. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Cris, udo bem?
    Também acho essa capa um encanto e fico feliz que, apesar da ressalva, você gostou do livro. Creio que também não seja do meu estilo, mas a história parece interessante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Pela capa também achei que se tratava de outro assunto, mas gostei da sinopse, parece ser bem bacana.

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.