Menu

6.11.17

{Resenha} Mestre das Chamas



Titulo Original: The Fireman
Autor: Joe Hill
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 592
Classificação: 1/5
Sinopse: Ninguém sabe exatamente como nem onde começou. Uma pandemia global de combustão espontânea está se espalhando como rastilho de pólvora, e nenhuma pessoa está a salvo. Todos os infectados apresentam marcas pretas e douradas na pele e a qualquer momento podem irromper em chamas.
Nos Estados Unidos, uma cidade após outra cai em desgraça. O país está praticamente em ruínas, as autoridades parecem tão atônitas e confusas quanto a população e nada é capaz de controlar o surto.
O caos leva ao surgimento dos impiedosos esquadrões de cremação, patrulhas auto-designadas que saem às ruas e florestas para exterminar qualquer um que acreditem ser portador do vírus.
Em meio a esse filme de terror, a enfermeira Harper Grayson é abandonada pelo marido quando começa a apresentar os sintomas da doença e precisa fazer de tudo para proteger a si mesma e ao filho que espera.
Agora, a única pessoa que poderá salvá-la é o Bombeiro – um misterioso estranho capaz de controlar as chamas e que caminha pelas ruas de New Hampshire como um anjo da vingança.
Do aclamado autor de A estrada da noite, este livro é um retrato indelével de um mundo em colapso, uma análise sobre o efeito imprevisível do medo e as escolhas desesperadas que somos capazes de fazer para sobreviver. 

Haper Grayson é uma enfermeira em uma escola e quando toda essa loucura assola os Eua estado após estado ela se mantém calma e controlada,é casada com Jacob Grayson um homem machista que só ele esta certo e a converse que só ele importa e aspirante a escritor.

Quando essa doença infecta o estado do Maine,Harper se candidata a ser voluntária em um hospital e ajudar e entender um pouco dessa doença nominada de Escama de Dragão que provoca a combustão espontânea e como a doença infecta o hospedeiro. 

Após um ataque generalizado no hospital Harper acaba se infectando e como não há sintomas aparente ela seguiu com sua vida na medida do possível na atual situção,algumas semanas depois ela descobre que está grávida,o que deixam ela e o marido radiantes,mas depois que começam a aparecer rabiscos pretos e dourados em sua pele Jacob não reage bem a isso e se transforma totalmente em uma pessoa fria e doente e como tal comportamento ele abandona Haper a própria sorte,mas não sem antes tentar mata-la.

Com isso ela consegue proteção com um misterioso boy vestido de bombeiro que surpreendentemente consegue controlar a escama e soltar fogo sem entrar em combustão,junto com o bombeiro ela é salva por Allie uma adolescente usando uma mascara do Capitão América e seu irmão Nick de 9 anos com quem tem uma forte ligação com ela que a acolhem na colônia Wyndham administrado por Pai Storey. Lá ela estaria a salvo e teria um lugar seguro pra ter seu bebê...mas nem tudo são flores e ela passa por todos os perrengues que se possa imaginar até o dia do nascimento de seu bebê com o bombeiro,Nick,Allie e Renné uma pessoa generosa e amorosa que se tornou sua melhor amiga nessa loucura de mundo em que estão vivendo.

Aiinn gente..não sei nem como começar essa resenha.. se eu disser que foi uma leitura prazerosa pra mim estarei mentindo feio pra vocês,a premissa do livro me chamou bastante atenção e quando li a sinopse fiquei bem curiosa com relação a estória,por ter um que de suspense e com um mundo apocalíptico,mas logo no começo me decepcionei com o livro,a estória ficou bem arrastada e maçante,o que me fez demorar e muito a terminar essa leitura,e quando chega no final ele da aquela acelerada.

O livro é dividido em 9 partes e cada parte tem entre 13 a 20 "capítulos",é praticamente uma bíblia,com quase 600 páginas eu particularmente eliminaria metade do livro que é só enrolação e com o resto faria um livro de responsa. Devido a isso e outras coisinhas mais eu dei uma estrela.

6 comentários:

  1. Pena não ter gostado, a história realmente chama a atenção.

    ResponderExcluir
  2. olá tudo bem ? Realmente um livro muito grande corre o de nos saturar , como voce disse se ele fosse com a metade de paginas teria uma historia mais sólida . Muito ruim quando nos dedicamos a uma leitura e no final a nota é um . Bjsssss

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Não gosto desse tipo de leitura, prefiro esse gênero em filmes. E saber que o livro a decepcionou me deixou mais desanimada!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. uma pena que a história não tenha agradado, eu mesma não sou atraida por esse tipo de enredo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, entendo, quando um livro parece que é bom e na verdade a leitura não é das melhores para o nosso gosto, mas é uma aposta. Tem aqueles em que não esperamos nada e surpreendem.

    ResponderExcluir
  6. Que pena que a história do livro não te agradou, eu amei, gostei da narrativa e principalmente dessa história que é bem diferente e bem inovadora do meu ponto vista.

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.