Menu

14.11.17

{Resenha} Príncipe Partido


Título Original: Broken Prince
Série: The Royals #2
Autora: Erin Watt
Sinopse: Reed tinha tudo na vida: beleza, status e dinheiro. As garotas da sua escola matariam para sair com ele, os caras queriam ser como ele, mas Reed nunca tinha dado a mínima para nada disso. Nem para a família. Até que Ella Harper apareceu na sua vida.
Quando Ella chegou à mansão dos Royal, o que ele mais queria era que a nova hóspede sumisse, mas ela o conquistou e, agora, Reed irá fazer de tudo para mantê-la por perto. Ella lhe dá segurança, lhe transmite paz, o aconchega... sensações que há muito tempo não sentia.
Porém Reed comete um deslize e Ella se afasta por completo, trazendo caos à família Royal. Reed vê seu mundo desmoronar e toda a esperança de viver um romance com Ella desaparece.
A garota dos sonhos de Reed não quer mais saber dele, porque sabe que se ficarem juntos, isso vai destruí-los. Ella pode estar certa. 'Príncipe partido' é a aguardada continuação de 'Princesa de papel'.


Então gente, esse é o livro 2 da série The royals, então provavelmente teremos alguns spoilers do livro 1... Se ainda não tiverem lido, leiam com cuidado, ok?
“Ella me perguntou, uma vez, se eu brigava por dinheiro. Não, eu brigo porque gosto. Gosto da sensação do meu punho na cara de uma pessoa. Nem ligo para a dor que surge quando o outro me acerta um soco. A sensação é real. Mas eu nunca precisei disso. Nunca precisei de nada antes de ela aparecer. (...)”
Este livro, posso dizer, começa no ponto em que terminou o anterior, só que na perspectiva de Reed, narrado em primeira pessoa. Corremos com ele atrás de Ella após ela partir sem deixar nem sinais de seu paradeiro – para ver o tamanho do “deslize” de Reed, né? – e seus sentimentos em relação a isso. Para alguém que sabia exatamente qual era seu lugar na sociedade, Reed está perdido e sem rumo, sem saber como agir.


Sua família também parece degringolar com o sumiço de Ella. Easton parece que está mais no fundo do que nunca, afinal era o que mais havia se apegado a nossa Princesa de Papel. E todos, todos os irmãos, culpam Reed por ela ter ido embora como foi. É claro que o pai Royal não iria deixar isso barato, ele tem os recursos e os meios de ir atrás de Ella, mas será que ela quer ser encontrada? Será que ela seria capaz de aguentar todas as porcarias dessa família novamente?

Reed perdeu o controle total sobre sua vida. A escola percebeu o desbalanceamento na “Força” da família Royal e as coisas estão meio que saindo do controle. Claro, ninguém se mete com os irmãos, mas há mais pessoas querendo ascender ao poder. Mesmo aqueles que tomaram grandes lições no livro anterior, sabem que os Royal não estão com nada e estão causando vários tumultos entre os alunos. E grande parte deles são os boatos a respeito do desaparecimento de Ella. Se as pessoas eram malvadas antes, agora que ela não está lá para se defender, a situação piora.

E Reed não está nem aí para o que acontece. Não tem força, apenas a raiva o domina. O vi como uma criança que perdeu a mãe, novamente. E não sabe viver sem ela. Eu sinceramente não sei como me senti lendo mais sob a perspectiva de Reed... Para mim, todos os Royal são uns babacas. Reed especialmente, pois não sabe aceitar negativas... É abusador ao extremo.

Ella é de fato um vítima nas mãos dessa família tão distorcida. Ela percebe que ela e o irmão mais velho não podem ficar juntos, não tem como serem felizes... No entanto, não consegue sair da teia em que foi jogada e tudo o que lhe resta fazer é tentar sair o mais ilesa possível. Ele não respeita sua decisão de não se envolver, força a presença a todo instante que pode. É desesperador.


É claro que há maneiras de entender o comportamento dessa família, o sentimento de solidão e abandono e também a culpa os corrói. O pai tenta retomar o rumo perdido em que seus filhos se encontram, mas é difícil quando estão tão desesperados e o veem como inimigo e causador de toda a desgraça que caiu sobre os Royal. Se vocês leram o livro anterior, sabem que a perda da mãe é a maior causa da ruptura familiar.

A presença constante de Brooke é outro fator que os mantém separados. E ela não irá largar os benefícios dos Royal tão facilmente assim: ela causa ainda mais problemas após trazer uma notícia arrebatadora para a casa...

Apostas, brigas, bullying, violência... Este livro está recheado de reviravoltas que te mantém preso às páginas dele até o final, mesmo discordando de muitas coisas (meu caso), é uma leitura arrebatadora!
Não vejo a hora de ler o terceiro livro! Twisted Palace – Palácio Distorcido, já foi lançado nos EUA em outubro do ano passado. No Brasil, será lançado pelo Grupo Planeta de Livros Brasil através do selo Essência, no início de 2018!

Estes Royals irão arruinar você...
De inimigos mortais para aliados inesperados, dois adolescentes tentarão proteger tudo o que mais importa.
Ella Harper sobreviveu a todos os desafios que a vida tem jogado em seu caminho. Ela é durona, resiliente e está disposta a fazer o que for preciso para defender as pessoas que ama, mas o desafio de um pai há muito tempo perdido e um namorado cuja vida está em jogo pode ser demais, até mesmo para Ella.
Reed Royal tem um temperamento explosivo e punhos ainda mais rápidos. Mas a sua tendência em lidar com todos os obstáculos através da violência, finalmente o fará pagar o preço. Mas se ele quiser salvar a si mesmo e a garota que ama, ele terá de superar o seu passado torturado e a sua reputação manchada.
Ninguém acredita que Ella conseguirá sobreviver aos Royals. Todos tem certeza de que Reed irá destruir a todos. E eles talvez estajam certos. Com tudo e todos conspirando para mantê-los separados, Ella e Reed precisarão encontrar uma forma de vencer a lei, salvar os seus familiares e desvendar todos os segredos desse Palácio Destorcido.

~Livro Recebido em parceria com Grupo Planeta de Livros Brasil

5 comentários:

  1. Bom dia,
    gostei muito da sua resenha e me interessei pelos livros, não conhecia, vou procurar, valeu a dica! Vão ser quantos livros?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Priscila.

    Eu acho as capas dessa série um luxo só. E até me interessei para ler. Mas me atraí mais pela sinopse do primeiro livro. Eu quero ler, por isso li sua resenha pulando partes (li com cuidado, obrigado por avisar, rs.).

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esses livros, mas parecem ser bons.
    sua resenha é muito boa, essas imagens dão um destaque muito positivo.

    ResponderExcluir
  4. eu creio que curtiria muito a proposta, a trama é bem romantizada, com aquele ar de new young que me atrai
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Priscila!!
    Eu ainda não li esses livros. A outra adm do blog está acompanhando e adorando. Eu ainda estou pensando se dou uma chance já que tenho tantas coisas pra ler rs
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.