Menu

14.12.17

{Resenha} Não Conte a Ninguém - Rebecca Done


Oi amores.
C-H-E-G-U-E-I!


Estou me sentindo igual ao gif... literalmente.
Depois da leitura desse livro, nem sei como está o meu psicológico e emocional.
Em frangalhos pra ser muito sincera.


Olha a resenha aí negrada!
Confere aí!


*livro cedido pela editora

Sinopse:

Jessica Hart nunca se esqueceu de Matthew Landley, o primeiro e único grande amor de sua vida. Juntos, eles se entregaram a um romance proibido, capaz de curar as mais profundas feridas e, ao mesmo tempo, arruinar suas vidas por completo.
Dezessete anos depois, Matthew e Jessica se reencontram por acaso. Ele tem um novo nome, uma nova identidade e uma família que nada sabe sobre o seu passado sombrio. Ela, uma carreira de sucesso, um namorado lindo e uma vida aparentemente equilibrada. Apesar de completamente mudados, os dois não conseguirão mais ignorar os laços e o segredo que ainda os unem.
Prepare-se para questionar as suas próprias regras com esta história inquietante, provocativa e absolutamente viciante.”

Resenha

Matthew Landley e Jessica Hart se encontraram de uma maneira muito peculiar.
E se amaram, ela estudante, ele o professor, ela adolescente e ele mais velho dez anos que ela. E no ambiente da escola se descobriram e esse mesmo ambiente os separou.
Matthew até mudou de nome – Will. Mas o que terá acontecido para se tomar uma atitude dessas?


É numa feira, depois de dezessete anos, Jess “enxerga” na multidão quase compacta, a figura alta e de cabeça rapada era Matthew.
E para que ele não desaparecesse ela faz o impensável. O que terá sido?
Nesses anos que passaram separados, Will (Matthew) tem uma filha com a namorada.
Durante os dezessete anos que se afastaram, Will sempre no aniversário de Jess, a via escondido, mas não tinha coragem de falar com ela. Por que seria? O que ele temia?
Será que mesmo depois de todos os acontecimentos e do tempo afastados, eles poderão voltar a ficarem juntos?


É uma estória sofrida, com penalidade, com estigma e a sociedade nunca vai perdoar o ato impensado de Matthew/Will.
Apesar de que na vida, isso acontece com frequência, nem sempre o agressor é punido ou se arrepende como aconteceu nessa ficção. Ele passou a ser um fugitivo de si mesmo. Gostei e lá pelo meio do livro, acho que fiquei com pena dos dois, principalmente.
Se fosse dez anos depois não teria esse estardalhaço, mas foi dez anos antes e com muita interferência negativa, as consequências foram desastrosas e com final previsível... ou não?
Será que “algo” que começou muitíssimo errado, pode terminar bem?

É uma boa leitura que imita a realidade.


Por hoje é só amores. 
Até a próxima. Tchau!


Título: Não Conte a Ninguém
Autor (a): Rebecca Done
Editora: Paralela

Número de Páginas: 400

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Também achei, estava no meio da madrugada e quase qritei: que merda foi essa?? Será que tem o segundo?? Se tiver alguém me avisa por favor

      Excluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.