Menu

1.7.17

{Resenha} Confissões de uma Adolescente Grávida - Graciela Paciência

Oie amores. Tudo bom?
A pessoa está de cama com a marvada da Chikungunya, sem animo pra nada, daí a nossa parceira Graciela Paciência me manda esse livro que me deixou D-E-V-A-S-T-A-D-A!


Já sei que vou ficar com uma puta ressaca literária, porque a pessoa não consegue parar de chorar e lembrar das cenas do livro. Misericórdia!


Apesar da choradeira é uma estória que ensina muito. Só lendo pra saber. Sou muito sensível pra essas coisas.
Confere aí a resenha!


Confissões de uma Adolescente Grávida - Graciela Paciência

Sinopse:

“É janeiro de 2011 e Mirella, de 16 anos, descobre que está grávida de 4 semanas de seu namorado, Fabrício, que também é jovem e nunca esteve tão apaixonado por Mirella. O namoro vai muito bem, obrigado, mas nem por isso a gravidez será uma fase fácil para eles. Mirella precisa lidar com o julgamento das pessoas ao seu redor e com a sua própria insegurança, já que Fabrício acaba de começar a faculdade e conhece pessoas novas, incluindo uma garota super bonita com quem se identifica mais do que com sua namorada. Enquanto passa por desafios diários, Mirella se pergunta como vai lidar com tudo isso.”

Resenha

Venho trazer essa resenha, mas sem conseguir para de chorar.
Confissões de uma Adolescente Grávida não é apenas um livro que relata a gravidez de Mirella aos dezesseis anos, mas o que uma mulher seja de qualquer idade sofre, o preconceito, julgamento, olhares de pena e condenação, tudo isso é relatado nos comentários de Mirella sobre sua atual condição.
Ela precisa enfrentar os conflitos do ensino médio, do namoro com Fabrício, das pessoas novas que vão conhecer e que podem mudar o rumo de tudo.
Eu realmente estou completamente atordoada com esse livro, porque pra mim eu odiei e amei ao mesmo tempo. Odiei pelo fato da autora fazer um final desses, que em minha opinião é absolutamente desnecessário e amei porque Mirella é encantadora, e luta bravamente para criar o bebê ao lado do namorado sem depender de ninguém.

Mirella é uma garota de muita sorte, pois tem o apoio de seus pais, amigas, Fabrício e de seus pais.
Nada vai ser como havia planejado com o namorado, ele vai pra faculdade enquanto ela vai ficar em casa terminando o ensino médio e ter se programar até a dada do parto.


Mirella gosta de cinema e se diverte vendo filmes e lendo livros durante a gravidez, faz trufas para ganhar uma graninha e nada na vida é sempre um mar de rosas certo?
Agatha aparece como amiga de faculdade de Fabrício e deixa o relacionamento dos dois abalados. Ela se sente insegura, ciumenta e mesmo seu namorado compreensivo afirmando que nada é o que ela imagina, o rumo que esse convívio dos dois não resulta em nada bom.

Apesar de seus problemas, suas amigas Jéssica e Samantha também passam por perrengues que não tem muito que ela possa fazer. Somente ser uma boa amiga e desejar que tudo corra bem.


Se sentindo sozinha e com todo o peso da gravidez nas costas, Paulo (irmão de Agatha) começa a ronda-la, se tornando um amigo que a diverte e vira companhia para sessões de cinema. Ou ele pretende algo a mais com Mirella?

O tempo vai passando, o bebê crescendo, ela tenta não se sentir envergonhada por estar grávida. Ir à escola, ao shopping, sair com a barriga protuberante deveria ser motivo de orgulho, mas com os olhares reprovadores direcionados a ela, fica bastante complicado.
Muitos contratempos, tempo perdido com besteira que muitas vezes pode ser irreversível, faz com que Mirella veja o mundo de outra forma.


Um livro que aborde um tema como esse, que ainda é visto como tabu (mesmo nos dias de hoje) acaba gerando muito assunto. Porque muita das vezes a gravidez na adolescência associam a pais sem informação para passar adiante, uma família que não fala sobre o assunto, consequência de estupro e por aí vai.
Graciela relata que mesmo Mirella e Fabrício serem criados em famílias que lhe dão todo suporte, educação, ainda assim aconteceu uma gravidez.

Mirella nos relata todos os momentos de sua gravidez, desde o primeiro ultrassom, da conversa séria com os pais, suas tristezas, alegrias, incertezas e inseguranças que toda adolescente tem, ainda mais estando grávida.

Fabrício me conquistou desse o começo, pois não foi um canalha que cai fora quando uma bomba cai sobre sua cabeça, mas foi homem o suficiente em assumir e amar Mirella e o bebê como deve ser.


 É uma estória que te faz pensar sobre o assunto. A autora aborda vários temas que são mencionados hoje em dia como: homossexualidade, racismo, o preconceito com adolescentes gravidas solteiras ou não, a pressão da família para ser feito o que eles determinam, sem se importar se o outro vai sofrer ou não.
Só o que me deixou decepcionada foi o final como já havia dito no começo da resenha.
O livro tinha tudo pra ser perfeito, mas infelizmente não foi. Sei que a vida não é um mar de rosas, mas a vida já é tão difícil... na ficção eu sempre espero um final que me deixe feliz e não um que me deixe arrasada por dias.
Não é uma leitura ruim, longe disso! Adorei a escrita da autora, a forma direta como ela relata os assuntos e conflitos, mas pra mim o final destruiu tudo o que havia me agradado na leitura. Parabéns a autora apesar de tudo.


Amei a diagramação desse livro. A capa é um charme e as letras são do tamanho perfeito para ler em qualquer lugar.


Estou de cama, só tenho pra passar o tempo uma leitura, porque não consigo ficar sentada muito tempo, chocolate pra alegrar o coração e água pra hidratar. 
Por hoje é só amores. Se cuidem! Beijos.


Título: Confissões de uma Adolescente Grávida
Autor (a): Graciela Paciência
Número de Páginas: 118

30.6.17

{Lançamentos} Julho - Editora Harlequin


Oie amores, tuuudo bom?
Tá chegando os lançamentos matadores da Editora Harlequin!


 Vamos conferir? Bora lá!






Dessa vez não teve nenhum de bebês, mas tem estórias boas aí! Basta escolher e se deliciar. 💗
Vou indo nessa. Tchau!


{Lançamentos} Junho: Grupo Editorial Pensamento



Para encerrar o mês, nada melhor que dar seguimento ao que há de melhor nos lançamentos, não é?
O Grupo Editorial Pensamento trouxe para nós este mês muita coisa boa, para todos os gostos!

Lembre-se: se clicar no título dos livros, será redirecionado à página do mesmo no site da editora!

A Ilha da Relíquia Sagrada 

Marcello Simoni 


Lançamento: 15 de junho
Assunto: Literatura estrangeira / Ficção Histórica
Editora: Jangada
Páginas: 360
Preço: R$ 44,90
A relíquia mais procurada da história está prestes a ser descoberta Em 1544, a armada do corsário otomano Khayr al- -Dīn Barba-Roxa assedia as costas da ilha de Elba, com o objetivo de libertar o filho do general, mantido como refém pelo príncipe da cidade de Piombino e do arquipélago toscano. Mas o verdadeiro interesse de Barba-Roxa não é o jovem e sim o segredo que ele esconde. Ele é, na verdade, o último guardião de um mistério que remonta aos tempos de Jesus e pode minar os alicerces da fé católica. Mas o Rex Deus está oculto há mais de quinze séculos e encontrá-lo não será tarefa fácil. O rapaz terá de seguir uma antiga pista deixada por um monge templário, em meio a rivalidades de corsários, intrigas palacianas e batalhas navais. E terá também de frustrar um complô da Confraria dos Escondidos, que deseja a todo custo pôr as mãos no antigo segredo.

Mindfulness em Oito Semanas

Michael Chaskalson 


Lançamento: 15 de junho
Assunto: Autoajuda
Editora: Pensamento
Páginas: 288
Preço: R$ 48,00
A solução para lidar com o estresse, esgotamento e depressão
A técnica mindfulness está se tornando o meio mais popular para o alívio da ansiedade, do estresse e até mesmo da depressão. Por meio de instruções simples e fáceis de seguir, divididas ao longo de oito semanas, as meditações e exercícios deste livro são a companhia perfeita para todos que estão querendo aprender rapidamente essa técnica comprovadamente eficaz. Com meditações em áudio disponível para download, Michael Chaskalson traz uma abordagem prática e imediata que irá ajudá-lo a melhorar em pouco tempo seu estado físico, mental e emocional.

Damien Lewis 


Lançamento: 15 de junho
Assunto: História
Editora: Cultrix
Preço: R$ 62,00
Um capítulo secreto da Segunda Guerra Mundial Damien Lewis narra de forma magistral a busca frenética dos Aliados para dar um fim ao programa nuclear nazista, que visava construir a primeira bomba atômica da história. Essa trama real, que mais parece ter saído de um filme hollywoodiano de espionagem, ação e guerra, é um misto de reportagem investigativa com thriller de suspense. Lewis revela a caça aos cientistas nazistas, a busca pelas matérias-primas que seriam usadas na bomba de Hitler, a localização exata da usina onde o artefato nuclear estava sendo produzido e as táticas, muitas vezes maquiavélicas, da SOE (a Executiva de Operações Especiais do Reino Unido) para deter a Alemanha Nazista, e a enorme ameaça que representava para a humanidade se o país viesse a se tornar uma potência nuclear. Um dos mais bem guardados segredos militares da Segunda Guerra Mundial agora é finalmente revelado.

Em Busca do Ser 

G. I. Gurdjieff 


Lançamento: 15 de junho
Assunto: Esoterismo
Editora: Pensamento
Páginas: 280
Preço: R$ 48,00
Os principais ensinamentos para sua transformação pessoal Neste livro, todos os princípios e métodos básicos de Gurdjieff para transformar o intelecto, as emoções e o corpo, no sistema conhecido como o Quarto Caminho, são apresentados nas palavras claras e precisas do próprio Gurdjieff. Organizado numa sequência ordenada de passagens tiradas de livros de P. D. Ouspensky, este material é voltado para todas as pessoas determinadas a empreender os esforços e práticas necessários para despertar ao consciência. Um chamado para nos abrirmos a um estado mais elevado de consciência, mediante o conhecimento e a mudança do nosso próprio ser.

O Livro de Lilith 

Deusa ou Demônio: as visões do feminino
Barbara Black Koltuv, Ph.D. 


Lançamento: 15 de junho
Coleção: Biblioteca Psicologia e Mito
Assunto: Psicologia / Mitologia
Editora: Cultrix
Páginas: 184
Preço: R$ 38,00
Lilith, a primeira Eva ou a mulher que tentou Adão é uma das formas do Eu feminino que personifica os aspectos negligenciados e rejeitados da Grande Deusa. Este livro é uma fascinante antologia de contos mitológicos, antigos e modernos, interpretados pela autora, psicóloga e analista junguiana, que demonstra como e por que foram feitos tão grandes esforços para banir a figura de Lilith da consciência humana e por que, apesar desses esforços, estamos sentindo outra vez a sua ascensão, agora com novas interpretações e significados.

Uma Breve História da América Latina 

Loris Zanatta 


Lançamento: 26 de junho
Assunto: História
Editora: Cultrix
Páginas: 336
Preço: R$ 49,00
Da Colônia ao Populismo Moderno: promessas e frustrações Loris Zanatta expõe o conjunto de eventos que movimentou a América Latina, desde a colonização até os dias atuais, sem esquecer as características essenciais do território e dos seus habitantes antes da chegada dos europeus. De século a século, e de país a país, o autor entrelaça, de maneira brilhante, a história política, religiosa e ideológica das nações, convertendo diferentes histórias desarticuladas em uma história única. Este livro descreve o desenvolvimento da América Latina como uma terra de transformações, revoluções e involuções, de frustrações e promessas.

A Bíblia da Vida Após a Morte 

Sarah Bartlett 


Lançamento: 1 de junho
Assunto: Espiritualidade / Vida após a Morte
Editora: Pensamento
Páginas: 400
Preço: R$ 57,00
O Guia completo para o mundo espiritual
Além de ser uma obra de referência sobre as crenças, a história, a mitologia e a ciência da vida após a morte, é também um manual prático para você entrar em contato com o plano espiritual e obter conforto e paz nesta vida. Aprenda como fazer contato com seres interdimensionais, desde guias espirituais até anjos guardiões, e conhecer técnicas de regressão a vidas passadas, aprender a praticar exercícios de meditação, canalização, trabalho com sonhos, viagens astrais, mediunidade e escrita automática.


28.6.17

{Resenha} Me diga quem eu sou

Editora: Objetiva (selo da Editora Companhia das Letras)
Título: Me diga quem eu sou Uma bipolar em busca da sanidade
Sinopse: Como num grito de alerta, Helena Gayer transmite as nuanças de uma pessoa apunhalada pelo transtorno bipolar. Com crueza, minúcia e fervor, a autora narra seus mergulhos ora em depressão ora em mania e as muitas experiências por que passou, correndo risco de morte e abusos. Ao se abrir e descrever com detalhes as inúmeras tentativas de ter uma vida normal, os episódios de completa alienação e as internações, ela deixa escapar, a cada linha, um pedido tênue, uma súplica fugaz, para que tenhamos um olhar mais apurado em direção à pessoa, não só à doença. Helena nos apresenta um relato íntimo sobre como é viver, sobreviver e constantemente se rearranjar nessa realidade tão dura e tantas vezes negligenciada. Diagnosticada aos 21 anos, ela remove e nos mostra cada estilhaço de sua trajetória, enquanto seguimos com ela numa jornada de dor e descoberta, mas, acima de tudo, de superação.

Quando pedi para ler esse livro, eu tinha acabado de terminar a cadeira de Psiquiatria na faculdade; o Transtorno de Humor Bipolar já tinha se apresentado a mim: eu já sabia seus critérios diagnósticos, seu quadro clínico, sua evolução, seu tratamento. Mas eu me enganei achando que estava preparada para o depoimento de uma pessoa que vivesse essa doença perturbadora. 

Ora em depressão, ora em mania (um estado de euforia em que alucinações e delírios não são apenas viáveis como também comuns) -, Helena Gayer nos descreve como é viver sempre em dois extremos, e qual a sensação dos pequenos lances de sanidade entre eles. A autora não mede esforços em abrir sua vida à nós, leitores; sem pudores, sem censuras, sem medo de exposição, Helena conta suas experiências mais marcantes geradas pela impressão surreal de mundo que a doença cria em sua mente.
"E era assim que eu também me sentia com relação à separação de corpos dos meus pais. Eles ainda moravam sob o mesmo teto, mas então, numa noite qualquer, minha mãe decidiu não dormir mais com meu pai. (...) A decisão foi sem volta, e eu, no meu desespero diante daquilo tudo, afundei num poço profundo e perigoso. (...) Mergulhei nesse abismo inúmeras vezes. Eu acreditava que não havia alternativa. Minha família não conseguia entender como eu podia reagir de forma tão intensa. Eles seguiam suas vidas e não falavam sobre o assunto, mas eu deixei a minha em suspenso tantas vezes que perdi a conta."
Com as experiências, vieram os erros; com os erros, vieram as consequências. O sentimento de incompreensão, as internações, o medo de cair em mania novamente. Mas como maior consequência, veio a superação. O processo de auto-conhecimento pelo qual Helena passa desde sua adolescência permite que ela, ao conhecer seu íntimo cada vez melhor, possa fazer escolhas e tomar atitudes condizentes com o que ela quer, não com o que a doença a faz pensar que queira.
"Também foi numa noite de lua cheia que uma colega bióloga e eu fomos recebidas pelo abraço de dezenas de crianças descalças e lindas. (...) Eu tinha certeza de que estava cercada por anjos. Eu poderia ter surtado, mas não mergulhei de cabeça em mais uma viagem porque tinha um objetivo miuto claro: tinha realizado um sonho conquistado pela esperança e persistência. Eu estava com 27 anos e decidira abrir mão da fantasia em nome da realidade, uma das melhores escolhas que fiz. Mas outras crises de mania viriam e minha sina me perseguiria ainda por um bom tempo, sem a mínima intenção de cessar."
É um livro curto, com apenas 113 páginas, porém intenso. É difícil não parar várias vezes durante a leitura e pensar "minha nossa, como ela deve ter se sentido?" - ou outras variantes com mesmo nível de surpresa. 

Recomendo para quem convive com alguém sofrendo de Transtorno Bipolar e às vezes não sabe como agir. Recomendo para quem tem a doença e se sente incompreendida, sozinha - não, você não está. Recomendo para quem deseja conhecer a fundo a doença e quebrar esteriótipos tão arraigados sobre a palavra "bipolar". Recomendo para todos nós: nós, que precisamos criar empatia para com o próximo e aprender que se não podemos ajudá-lo, que não o levemos para baixo.
"A dor do outro por mais alheia que seja, também dói em mim, mas se eu puder ajudar o outro a se curar, também estarei um pouco curada, mesmo que ainda haja feridas dentro de mim." (Eva Coimbra)

27.6.17

{Resenha} Um menino em um milhão


Título Original: The One-in-a-million boy
Autora: Monica Wood
Editora: Arqueiro
Sinopse: Quinn Porter é um guitarrista de meia-idade que nunca conseguiu deslanchar na carreira. Enquanto aguardava sua grande chance na música, foi um marido e pai ausente, e jamais conseguiu estabelecer um vínculo afetivo com o filho, uma criança obcecada pelo Livro dos Recordes e algumas peculiares coleções.
Quando o menino morre inesperadamente, alguém precisa substituí-lo em sua tarefa de escoteiro: as visitas semanais à astuta Ona Vitkus, uma centenária imigrante lituana.
Quinn assume então o compromisso do filho durante os sete sábados seguintes e tenta ajudar Ona a obter o recorde de Motorista Habilitada Mais Velha. Através do convívio com a idosa, ele descobre aos poucos o filho que nunca conheceu, um menino generoso, sempre disposto a escutar e transformar a vida da sua inusitada amiga. Juntos, os dois encontrarão na amizade uma nova razão para viver.

Um Menino em Um Milhão é um livro sensível, poético e bem-humorado, formado por corações partidos e aparentemente sem cura, mas unidos por um elo de impressionante devoção pessoal.

“Porque a história da vida da gente nunca começa no começo. Será que não ensinam nada para vocês na escola?”
Quando precisei escolher qual livro gostaria de ler, fiquei olhando para a sinopse deste livro. Não sabia o que esperar, poderia ser algo realmente tocante, ou acabar sendo bem monótono, para mim. Mas o que encontrei foi muito além do tocante: uma estória que nos prende e encanta com sua simplicidade e esperança.

Somos apresentados a Ona Vitkus, uma senhora nascida na Lituânia. Fugiu com seus pais ainda criança para a terra de promessas e segurança chamada Estados Unidos e lá vive até seus 104 anos, que é a idade a qual ela possui quando o chefe dos escoteiros, Ted Ledbetter, guia até a porta de sua casa um ajudante nada comum para ela: um menino com ares de obediência que lhe desagradou.

Ela vive sozinha na cidade de Portland. Seus 104 anos não lhe pesam tanto no corpo, mas sim em sua memória. E o menino, do mesmo modo como chega, se vai. O menino morre e nunca descobrimos seu nome. E só me dei conta disso, num estado de perplexidade, enquanto escrevia esta resenha. O menino ao mesmo tempo que é presente, ele não existe para além de lembranças – uma presença diáfana, como a de um beija-flor. Seu trabalho era auxiliar a senhora em algumas atividades em sua casa, como alimentar os pássaros ou limpar os jardins. Porém, Ona percebe que há algo mais nesse menino estranho... Tornam-se amigos pela esquisitice!
“- Um, onde é que eu ia conseguir uma garrafa de leite de vidro? Dois, como é que eu ia conseguir medir 130 quilômetros? Três, minha mãe nunca ia deixar que eu caminhasse 130 quilômetros com uma garrafa na cabeça, nem que eu quisesse. – ele fez uma pausa –Eu bem que queria.”
Acontece que o menino possui algumas peculiaridades: ele lista tudo o que acontece e também as coisas. Sua vida é uma eterna lista e coleções não finalizadas. Possui uma imensa paixão pelo Guinness, aquele livro que reúne todos os recordes, bizarros ou não, realizados por alguém ou algo. Para ele, o mundo parece ser mais fácil se você encaixá-lo em algum padrão.

Para seu pai, Quinn Porter, o mundo de seu filho era um enigma. Muitas vezes deu a impressão de até mesmo teme-lo, enquanto buscava em suas memórias os poucos momentos que passara com o menino. Um sonhador que teve que se deparar com a realidade diversas vezes e não deu conta na maior parte delas. Ele toma para si o dever do filho e o que era simplesmente um fardo, tornou-se algo inimaginável. Juntos, Quinn e Ona partem em uma aventura em suas histórias de vida, buscando encontrar-se – e se encontrarem no caminho – e descobrir quem de verdade, são. Suas origens e o que desejam para si no futuro.


Mas que futuro uma senhora centenária pode ter, não é? A Sra. Vitkus vai te mostrar com quantos paus se faz uma canoa e como se conquista objetivos, baby! É uma senhora muito ativa, que sempre soube o que quis e buscou. Perdeu muito, ganhou muito... Carrega muita sabedoria em suas falas. Cabe a nós apenas aprendermos com ela.

Pois o menino certificou-se de que a senhora fosse conhecida depois de alcançar seus objetivos: munido de um gravador, ele faz perguntas para a mulher sobre sua vida e experiências, em especial com as guerras mundiais. Em especial, pois ele precisa conversar com uma pessoa que estava viva durante as guerras mundiais para um trabalho de escola. Mas o que acaba conseguindo é bem mais que apenas essas informações.

O livro possui listas de recordistas do Guinness de acordo com o assunto que será abordado no capítulo que a precede, o que deixa tudo bastante interessante! Também possui algumas palavras significativas para cada parte do livro em lituano, o que gostei muito. Não conhecia nenhuma palavra nesse idioma e as que conheci, achei muito belas e condizentes com a obra.

A diagramação é linda: há desenhos de galhos de árvores em cada capítulo, pois uma paixão que Ona Vitkus e o menino dividiam é o canto dos pássaros. Muito bonito! As folhas são amareladas, a fonte é de um tamanho confortável de se ler. E como a leitura passa rápido!

Esta é uma bela obra sobre o futuro, a esperança e como precisamos de apenas algumas pessoas próximas para nos fazer seguir em frente. Para que nossos sonhos possam ser alcançados, independente das dificuldades. Pessoas verdadeiras. É uma obra sensível, para almas brilhantes. 

26.6.17

{Lançamentos} Junho: Companhia das Letras


Os lançamentos do Grupo Companhia das Letras estão um amorzinho só! Tem continuações e livros aguardadíssimos pelos amantes da leitura!

Não se esqueça que, se clicar no título de cada link, será redirecionado para a página da editora dedicado ao mesmo!

Sangue por sangue

Lobo por Lobo #2
Ryan Graudin

Lançamento: 29/06
Escolha o lado certo ou pague com sangue.
Para o Terceiro Reich, a Segunda Guerra Mundial pode ter acabado, mas para a resistência a luta está apenas começando. Yael é sobrevivente de um campo de extermínio e tem uma habilidade especial: é uma metamorfa, capaz de mudar a aparência física e assumir a forma de qualquer pessoa. Ela também é uma garota em fuga — o mundo acabou de vê-la atirar e matar Adolf Hitler.
Yael é a inimiga número 1 da Germânia e de seus aliados, e vai precisar se infiltrar no território inimigo mais uma vez se não quiser pagar com o seu próprio sangue. Em meio a segredos sombrios acompanhados por verdades obscuras, apenas uma pergunta paira na mente de todos do grupo de Yael: o quão longe você iria por aqueles que você ama?
#1 – Lobo por lobo

Aimó

Reginaldo Prandi


Lançamento: 30/06
Uma viagem pelo mundo dos orixás.
Imagine se encontrar, de uma hora para a outra, em um mundo totalmente desconhecido onde você não conhece ninguém e ninguém demonstra saber quem você é. É o que acontece com uma menina nascida na África e levada para o Brasil para ser escrava, e que de repente acorda em um lugar estranho, habitado pelos deuses orixás e pelos espíritos dos mortos que aguardam o momento de seu renascimento. Ela não sabe mais o próprio nome nem lembra de sua família — está sozinha e não tem a quem pedir socorro. Por isso, aliás, ganha o nome Aimó, “a menina que ninguém sabe quem é”.
Tudo o que ela quer é retornar ao seu mundo de origem, mas para tornar isso possível, Aimó vai partir em uma longa jornada através dos tempos mitológicos, guiada por Exu e Ifá, e vai acompanhar de perto muitas aventuras vividas pelos orixás. Só assim poderá reunir o conhecimento necessário para fazer uma escolha que lhe permita, enfim, voltar para casa.

A lógica inexplicável da minha vida

Benjamin Alire Sáenz

Lançamento: 30/06
Tudo está prestes a mudar.
Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir.
Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida — uma tarefa que parece quase impossível.

O ministério da felicidade absoluta

Arundhati Roy


Lançamento: 29/06
Após exatos vinte anos longe da ficção, a autora do best-seller O deus das pequenas coisas, publicado em 42 idiomas com mais de 8 milhões de exemplares vendidos no mundo, volta ao romance com O ministério da felicidade absoluta.
Pela emocionante história do jovem Aftab, que mais tarde se torna a bela Anjum, descortina-se uma Índia repleta de conflitos e beleza. Dos bairros sinuosos e pobres aos shoppings reluzentes de Delhi, passando pelas montanhas nevadas da Kashmira, onde guerra e paz se mesclam em ciclos de vida e morte, a vida de Anjum transcorre e, com ela, a história de uma país.
A um só tempo história de amor e protesto, este romance tem como heróis pessoas que foram destruídas pelo mundo no qual vivem e em seguida resgatadas por atos de amor e esperança. Desta forma, por mais frágeis que pareçam ser, eles nunca se rendem.
Aos entrelaçar vidas complexas, este romance arrebatador e profundamente humano reinventa o que um romance pode ser e fazer. E demonstra a cada página o talento de Roy para contar histórias.

Na minha pele

Lázaro Ramos


Movido pelo desejo de viver num mundo em que a pluralidade cultural, racial, étnica e social seja vista como um valor positivo, e não uma ameaça, Lázaro Ramos divide com o leitor suas reflexões sobre temas como ações afirmativas, gênero, família, empoderamento, afetividade e discriminação.
Ainda que não seja uma biografia, em Na minha pele Lázaro compartilha episódios íntimos de sua vida e também suas dúvidas, descobertas e conquistas. Ao rejeitar qualquer tipo de segregação ou radicalismos, Lázaro nos fala da importância do diálogo. Não se pode abraçar a diferença pela diferença, mas lutar pela sua aceitação num mundo ainda tão cheio de preconceitos.
Um livro sincero e revelador, que propõe uma mudança de conduta e nos convoca a ser mais vigilantes e atentos ao outro.

A caixa-preta

Michael Connelly

O detetive Bosch tem a chance de solucionar um caso que há vinte anos o incomoda.
Em 1992, Los Angeles viveu uma onda de protestos que deram início a vários dias de anarquia e violência. Foi quando o detetive Harry Bosch viu a fotojornalista Anneke Jespersen pela primeira vez: assassinada à queima-roupa no fundo de um beco escuro. Na confusão da época, o crime nunca foi resolvido.
Vinte anos depois, Bosch tem uma nova chance de solucionar o mistério. Um caso o leva de volta àquela fatídica noite, e ainda mais longe, aos campos de batalha onde Anneke fez registros sangrentos e crimes de guerra foram enterrados; crimes que há décadas esperam por justiça.


Os deuses da culpa

Michael Connelly

Quando o advogado Mickey Haller recebe a mensagem “Me liga urgente — 187”, o código penal para assassinato logo chama sua atenção. Casos assim são sempre os mais complicados ― e os que pagam melhor ―, o que significa que ele não pode falhar.
Mas quando descobre que a vítima é uma ex-cliente, uma prostituta que ele ajudou a tirar das ruas, Mickey sente que sua reputação está em jogo. A vítima estava de volta a Los Angeles e de volta à prostituição ― mas por quê? De repente, Mickey percebe que, em vez de salvá-la, pode ter sido ele a colocá-la em perigo.
É hora de confrontar seu passado, e Haller precisará de todo seu talento e esperteza para cuidar de um caso que pode ser sua redenção ― ou a prova de toda a sua culpa.

O jogo do anjo 

O Cemitério dos Livros Esquecidos #2
Carlos Ruiz Zafón

Lançamento: 23/06
Barcelona, anos 1920. David Martín tem vinte e oito anos, uma casa em ruínas e um talento para a literatura que nunca o protegeu de desgraças ou lhe trouxe qualquer glória. Com uma doença terminal e vendo o amor da sua vida nos braços do melhor amigo, David passa os dias em sua mansão lúgubre, escrevendo séries policiais e vendendo barato o seu talento.
É quando surge Andreas Corelli, um misterioso editor estrangeiro com uma proposta irrecusável. Fama, dinheiro, saúde: tudo em troca de um único livro. Um livro que terá o poder de influenciar milhões de vidas. Um novo evangelho.
Mas, conforme a obra se desenvolve, David percebe que existe uma conexão sinistra entre o livro que está escrevendo e as sombras que envolvem sua casa dilapidada — e que seu editor também esconde alguns segredos perturbadores. Mais uma vez, Zafón nos leva por uma Barcelona sombria e gótica, em uma trama cheia de intrigas, romance e tragédia.

O livro do juízo final

Connie Willis

Lançamento: 29/06
Para Kivrin, que se prepara para um estudo de campo em uma das eras mais mortais da história humana, viajar no tempo é tão simples quanto tomar uma vacina — desde que seja uma vacina contra as doenças encontradas na Idade Média. Já para seus professores, isso significa cálculos complexos e um monitoramento constante para garantir o reencontro.

No entanto, uma crise de proporções inimagináveis pode colocar o futuro de Kivrin, e de todo o Reino Unido, em perigo. Seu professor mais próximo, o sr. Dunworthy, fará de tudo para resgatá-la. Mas até que ponto é possível desafiar a morte?

De 1300 a 2050, Connie Willis faz um trabalho magnífico na construção de personagens complexos, densos e pelos quais é impossível não sentir empatia. O livro do juízo final é ao mesmo tempo uma incrível reconstrução histórica e uma aula sobre o poder da amizade.

{Canal} Unboxing: Turista Literário



Todo mês fico ansiosa para receber minha caixa do Turista Literário

Confira no video qual foi o livro do mês!

Já se inscreveu no nosso canal? Inscreva-se!

Não deixe de deixar seu gostei se você gostou do vídeo e deixe seu comentário dizendo o que achou da box! É muito importante para nós saber da sua opinião!