Menu

21.7.17

{Lançamentos} Julho: Companhia das Letras


Imaginem a empolgação da pessoa aqui ao ver tanta coisa boa sendo lançada esse mês? E a falência no cartão de crédito, huahuahua!

Sinceramente, todas as editoras estão ó, de parabéns esse mês! A Companhia das Letras vem com tudo esse mês com lançamentos incríveis, tem um YA nacional sendo lançado!!! Não pode perder isso, né? Vamos ver todos?

Lembrando que se clicarem nos nomes dos livros, serão redirecionados a página do mesmo no site da editora, para ter maaaais informações!

Simbora!

Ninguém nasce herói

Eric Novello


Lançamento: 14/07
Páginas: 384
A verdade é que ninguém nasce herói. Mas isso não nos impede de salvar o mundo de vez em quando.
Num futuro em que o Brasil é liderado por um fundamentalista religioso, o Escolhido, o simples ato de distribuir livros na rua é visto como rebeldia. Esse foi o jeito que Chuvisco encontrou para resistir e tentar mudar a sua realidade, um pouquinho que seja: ele e os amigos entregam exemplares proibidos pelo governo a quem passa pela praça Roosevelt, no centro de São Paulo, sempre atentos para o caso de algum policial aparecer.
Outro perigo que precisam enfrentar enquanto tentam viver sua juventude são as milícias urbanas, como a Guarda Branca: seus integrantes perseguem diversas minorias, incentivados pelo governo. É esse grupo que Chuvisco encontra espancando um garoto nos arredores da rua Augusta. A situação obriga o jovem a agir como um verdadeiro super-herói para tentar ajudá-lo — e esse é só o começo. Aos poucos, Chuvisco percebe que terá de fazer mais do que apenas distribuir livros se quiser mudar seu futuro e o do país.

Anna Kariênina

Liev Tolstói

Lançamento: 7/07
Páginas: 840
Em tradução de Rubens Figueiredo, com posfácio de Janet Malcolm, a obra-prima de Liev Tolstói retrata o caso de infidelidade da aristocrata Anna Kariênina, tendo como cenário uma Rússia decadente
“Toda a diversidade, todo o encanto, toda a beleza da vida é feita de sombra e de luz”, escreve Liev Tolstói no romance que Fiódor Dostoiévski definiu como “impecável”. Publicado originalmente em forma de fascículos entre 1875 e 1877, antes de finalmente ganhar corpo de livro em 1877, Anna Kariênina continua a causar espanto. Como pode uma obra de arte se parecer tanto com a vida? Com absoluta maestria, Tolstói conduz o leitor por um salão repleto de música, perfumes, vestidos de renda, num ambiente de imagens vívidas e quase palpáveis que têm como pano de fundo a Rússia czarista.
Nessa galeria de personagens excessivamente humanos, ninguém está inteiramente a salvo de julgamento: não há heróis, tampouco fracassados, e sim pessoas complexas, ambíguas, que não se restringem a fórmulas prontas. Religião, família, política e classe social são postas à prova no trágico percurso traçado por uma aristocrata casada que, ao se envolver em um caso extraconjugal, experimenta as virtudes e as agruras de um amor profundamente conflituoso, “feito de sombra e de luz”.

No seu pescoço

Chimamanda Ngozi Adichie


Título Original: The thing around your neck
Lançamento: 25/07
Páginas: 240
Os contos magistrais da premiada autora do best-seller Americanah chegam ao Brasil em aguardada edição
A escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie vem conquistando um público cada vez maior, tanto no Brasil como fora dele. Em 2007, seu romance Meio sol amarelo venceu o National Book Critics Circle Award e o Orange Prize de ficção, mas foi com o romance seguinte, Americanah, que ela atingiu o volume de leitores que a alavancou para o topo das listas de mais vendidos dos Estados Unidos, onde vive atualmente. Ao trabalho de ficcionista, somou-se a expressiva e incontornável militância da autora em favor da igualdade de gêneros e raça.
Agora é a vez de os leitores brasileiros conhecerem a face de contista dessa grande autora já consagrada pelas formas do romance e do ensaio. Publicado em inglês em 2009, No seu pescoço contém todos os elementos que fazem de Adichie uma das principais escritoras contemporâneas. Nos doze contos que compõem o volume, encontramos a sensibilidade da autora voltada para a temática da imigração, da desigualdade racial, dos conflitos religiosos e das relações familiares.
Combinando técnicas da narrativa convencional com experimentalismo, como no conto que dá nome ao livro — escrito em segunda pessoa —, Adichie parte da perspectiva do indivíduo para atingir o universal que há em cada um de nós e, com isso, proporciona a seus leitores a experiência da empatia, bem escassa em nossos tempos.

Os últimos dias da noite

Graham Moore 


Título Original: The last days of wonder
Lançamento: 13/07
Páginas: 440
No fim do século XIX, um thriller eletrizante sobre gênios, inventores e a disputa pela primazia de levar a luz elétrica para o resto do mundo
Os últimos dias da noite, segundo romance do jovem talento Graham Moore, é uma trama vigorosa, inspirada em eventos e personagens reais. A história recria de maneira extraordinária a disputa que em fins do século XIX opôs o cientista sérvio Nikola Tesla e o americano Thomas Edison, inventor da lâmpada, dois dos maiores gênios da história. A briga, no entanto, não envolve apenas ciência. Quando George Westinghouse decide ser o primeiro a levar a luz elétrica para o resto dos Estados Unidos — e alcançar a glória e fazer fortuna —, Edison move contra o industrial 320 processos por quebra de patentes e cobra dele indenizações milionárias. Em meio a esse embate, e sem saber absolutamente nada sobre ciência, Paul Cravath, um jovem e inexperiente advogado, é contratado para uma missão inglória: defender Westinghouse nessa causa que todos dão como perdida. Com humor raro e excelente domínio narrativo, Graham Moore mergulha nesse universo em que gênios, cientistas e industriais colocam à prova suas vaidades e ambições, numa corrida alucinante para que, no coração da noite da América, se faça a luz.

Sempre vivemos no castelo

Shirley Jackson


Título Original: We've always lived in the castle
Lançamento: 20/07
Páginas: 200
Com um humor macabro, Sempre vivemos no castelo conta a história deliciosamente sombria da família Blackwood.
Merricat Blackwood vive com a irmã Constance e o tio Julian. Há algum tempo existiam sete membros na família Blackwood, até que uma dose fatal de arsênico colocada no pote de açúcar matou quase todos. Acusada e posteriormente inocentada pelas mortes, Constance volta para a casa da família, onde Merricat a protege da hostilidade dos habitantes da cidade. Os três vivem isolados e felizes, até que o primo Charles resolve fazer uma visita que quebra o frágil equilíbrio encontrado pelas irmãs Blackwood. Merricat é a única que pressente o iminente perigo desse distúrbio, e fará o que for necessário para proteger Constance.
Sempre vivemos no castelo leva o leitor a um labirinto sombrio de medo e suspense, um livro perturbador e perverso, onde o isolamento e a neurose são trabalhados com maestria por Shirley Jackson.

A hora do lobisomem

Stephen King

Lançamento: 20/07
Páginas: 152
Uma criatura chegou a Tarker’s Mills. A hora dela é agora, o lugar dela é aqui
O primeiro grito veio de um trabalhador da ferrovia isolado pela neve, enquanto as presas do monstro dilaceravam sua garganta. No mês seguinte, um grito de êxtase e agonia vem de uma mulher atacada no próprio quarto.
Agora, a cada vez que a lua cheia brilha sobre a cidade de Tarker’s Mill, surgem novas cenas de terror inimaginável. Quem será o próximo?
Quando a lua cresce no céu, um terror paralisante toma os moradores da cidade. Uivos quase humanos ecoam no vento. E por todo lado as pegadas de um monstro cuja fome nunca é saciada.
Um clássico de Stephen King, com as ilustrações originais de Bernie Wrightson.

O pistoleiro 

A Torre Negra, vol. 1
Stephen King


Título Original: The Dark Tower I: The Gunslinger
Lançamento: 24/07
Páginas: 224
Em O pistoleiro, o leitor é apresentado a Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde viviam “seguiu adiante”. Para evitar a completa destruição desse mundo já vazio e moribundo, Roland precisa alcançar a Torre Negra, eixo do qual depende todo o tempo e todo o espaço, e sua verdadeira obsessão, sua única razão de viver.
O pistoleiro acredita que um misterioso personagem, a quem se refere como o Homem de Preto, conhece e pode revelar segredos capazes de ajudá-lo em sua busca pela Torre Negra, e por isso o persegue sem descanso.
Pelo caminho, encontra pessoas que pertencem a seu ka-tet – ou seja, cujo destino está irremediavelmente ligado ao dele. Entre eles estão Alice, uma mulher que Roland encontra na desolada cidade de Tull, e Jake Chambers, um menino que foi transportado para o mundo de Roland depois de morrer em circunstâncias trágicas na Nova York de 1977. Mas a aventura se estenderá para outros lugares muito além do Mundo Médio, levando Roland a realidades que ele jamais sonhara existir.
Este é o primeiro livro da série A Torre Negra, uma das obras mais ambiciosas de Stephen King, que mistura com maestria elementos de terror e fantasia épica.

O prisioneiro do céu

O Cemitério dos Livros Esquecidos, vol. 3
Carlos Ruiz Zafón

Lançamento: 17/07
Páginas: 272
Barcelona, 1957. É natal e os clientes são escassos na livraria Sempere & Filhos; as contas vêm se acumulando. É quando um homem com mão de porcelana visita a loja e compra o item mais caro: um exemplar raríssimo de O conde de Monte Cristo, onde deixa a dedicatória “Para Fermín Romero de Torres, que retornou de entre os mortos e tem a chave do futuro”.
Este é o ponto de partida para que conheçamos mais da história de Fermín, incluindo seus anos no Castelo Montjuic, a prisão do governo Franco, na época gerenciada pelo nefasto Mauricio Valls. Com medo de que um segredo enterrado há vinte anos finalmente venha à tona, ele narra a Daniel suas tentativas de fuga da prisão, junto a um companheiro de cárcere.
O prisioneiro do céu é uma história sobre prisão, tortura, inveja, traição e assassinato, onde as tramas de A sombra do vento e O jogo do anjo convergem para a resolução do enigma escondido no coração do Cemitério dos livros esquecidos.

O alquimista

Paulo Coelho


Lançamento: 05/07
Páginas: 208
Paulo Coelho já inspirou mais de 200 milhões de leitores por todo o mundo com este romance encantador. Esta história, brilhante em sua simplicidade e com uma sabedoria que nos estimula, é sobre um jovem pastor da Andaluzia chamado Santiago que viaja de sua cidade natal na Espanha para o deserto do Egito em busca de um tesouro escondido perto das Pirâmides. Ao longo do caminho, ele encontra uma cigana, um homem que se diz rei e um alquimista, que lhe indicam a direção para a sua busca. Ninguém sabe que tesouro é esse, ou se Santiago será capaz de ultrapassar os obstáculos de seu trajeto. Mas o que começa como uma jornada para encontrar bens mundanos se transforma na descoberta do tesouro que se encontra dentro dele mesmo. Emocionante e profundamente humano, este clássico contemporâneo é um testamento eterno do poder transformador dos nossos sonhos e da importância de ouvirmos nossos corações.

Brida

Paulo Coelho


Lançamento: 05/07
Páginas: 272
Um romance inspirador que mistura amor, paixão e espiritualidade
Brida é uma garota apaixonada por magia, mas que busca algo além. Isso a leva a conhecer pessoas muito especiais, como um sábio que a ensina a confiar na bondade do mundo e uma mulher que lhe mostra a importância de buscar seu dom e sua alma gêmea. Seu desafio, então, passa a ser conciliar seus relacionamentos com o desejo de ser uma bruxa. Para escrever este romance, Paulo Coelho se inspirou nas histórias contadas pela jovem Brida O’Fern, irlandesa que conheceu durante sua peregrinação pelo Caminho de Roma. O resultado é uma mistura de amor, paixão, mistério e espiritualidade.

Veronika decide morrer

Paulo Coelho


Lançamento: 05/07
Páginas: 240
A emocionante história de uma jovem que decide se suicidar – apesar de todos à sua volta acreditarem que ela tinha uma vida perfeita
Neste romance extraordinário, Paulo Coelho narra, com sagacidade e sutileza a corajosa luta de uma jovem contra (e por) sua vida. Em uma história em que tudo parecia estar no caminho certo, o autor traça o destino de Veronika com infinito cuidado, tecendo o mistério de sua decisão de tirar a própria vida e cometer suicídio. No entanto, ela não morre: acorda num hospital psiquiátrico com a perspectiva médica de ter, no máximo, apenas mais uma semana de vida. O que a protagonista passa a enfrentar, então, é um jogo de espera e um mundo estranho que a levam a reavaliar sua decisão. Nas palavras do próprio autor, a Veronika do livro é ele mesmo, internado por três vezes em hospitais psiquiátricos, de onde extraiu elementos para este relato contundente sobre aceitação e loucura.

20.7.17

{Unboxing} Turista Literário - Junho


Devido a enorme ansiedade para conferir a box de junho e descobrir se eu havia sido uma das sorteadas para os presentes de aniversário - e ao frio enorme aqui em Poços de Caldas, eu não consegui fazer video de unboxing, huahuahuha! Maas tirei muitas fotos para mostrar para vocês o que veio na minha caixa de junho! Preparadas, pessoas???

Presentes de aniversário eu disse, porque neste mês de junho o Turista Literário fez um ano desde a sua primeira malinha! Então fizeram sorteios de vários brindes e também uma maratona literária muito legal!


Imaginem a minha vontade ainda maior ao ver que a caixinha tava até bufando??? Muito bem lacrada, obviamente... Mas pesadinha e com a tampa mais pra cima! Tá vendo, é por isso que não consegui me segurar para filmar no dia seguinte, huahuaha!


O brinde extra que todos ganharam foi essa tag de mala lindinha, feita em um plástico molinho e bem resistente. Veio também esse cartãozinho nos informando desta data tão especial!


Como podem ver, o papel de embrulho é azul - really?! huahuahuha - E o guia de viagem nos aponta para El Paso! Nossa viagem do mês de junho seria para o Texas!!! E eu não fazia ideia de qual livro se passava no Texas, huahuahua! Vocês fazem ideia, sem ir para o final do post ver qual livro é?


Como podem ver, a Tag do mês dando orientações a respeito da nossa viagem e um salgadinho nachos, muito gostoso! Comi com creme de mandioquinha - porque não sou muito fã de guacamole não, gente... Abacate não é comigo! - e é bem natural, não senti gosto de coisa estranha nele não!


Como podem ver, é relacionado com os momentos família que existem na história do livro. Quais momentos especificamente? Não sei! huahuahuahuah! Mas já já vocês verão o livro, calma aí!


Dentro da caixinha marrom, veio essa caneca maravilhosa! Meu item preferido até agora, de longe, de todas as caixinhas (claro, teve a marmitinha térmica de Abril que também é uma pitchuquinha, minha companheira no trabalho!). A frase é de impacto para muita gente. E claro, agora vocês já devem imaginar o livro, né?


Esse bastidor transformado em quadro com uma citação do livro, acredito eu, também está muito lindo. ele tem um lencinho perfumado para ficar exalando o cheiro no ambiente em que você está! Achei muito útil!


E enfim, o livro! A lógica inexplicável da minha vida, de Benjamin Alire Sáenz! Eu notei uma pequena diferença nas edições da box: está vindo com o balão do Turista Literário também, além do símbolo da editora, que nesse caso é a Seguinte. Achei legal!


E aqui está a box completa do mês de junho!!! O que acharam? Estão doidos para ler o novo livro do Benjamin Alire Sáenz? Logo tem resenha dele aqui na blog!

Para finalizar, deixo vocês com meus selos de viagem até agora!



19.7.17

{Resenha} Por Trás do Véu de Ísis


Editora: Academia - Grupo Planeta de livros BrasilAutor: Marcel Souto MaiorSinopse: Em sessões públicas, diante de multidões atormentadas pela perda de entes queridos, o médium fecha os olhos e põe no papel mensagens dos mortos para suas famílias. Como explicar esse fenômeno? Este trabalho é um mergulho nesse universo marcado por dor, saudade, esperança e algum conforto. Conheça histórias de mães que perderam seus filhos e, a partir da psicografia mediúnica, foram capazes de tranquilizar sua alma, encontrar alguma razão para seguir vivendo e ainda ajudar outras pessoas que passam pelo mesmo tipo de tragédia. Por meio de uma análise profunda e anos de dedicação ao universo espiritual, o autor também procura explicar sobre vidas passadas e elucidar questionamentos como: o que diz a ciência sobre a psicografia? Como trabalham os médiuns? A vida após a morte pode ser vista e reconhecida por todos? Emocione-se e se surpreenda com o território onde vivos e mortos se encontram.

O espiritismo era um campo (quase que) totalmente desconhecido por mim. E foi, então, com o intuito de conhecer o desconhecido e quem sabe até desmistificar alguns preconceitos enraizados em mim, que comecei a ler Por Trás do Véu de Isis. Escrito por Marcel Souto Maior, o livro que inspirou o filme As Mães de Chico Xavier (que ainda não assisti, aliás) me trouxe mais dúvidas do que certezas – seria essa a intenção desde o início? 

O livro provém de uma intensa investigação – tanto teórica quanto de campo – realizada por Marcel Souto após um recado vindo do “outro lado” cobrando dele a continuação da divulgação sobre o espiritismo e suas obras. Movido pela curiosidade inata aos jornalistas e pelo senso de dever a ser cumprido, o autor segue numa trajetória em busca de provas: provas de que existe vida após a morte, provas de que psicografia não é uma fraude e de que a Ciência pode explicar tal fenômeno. 
"De carta em carta, uma rede de solidariedade se formava em todo o Brasil e uma multidão se aglomerava no centro de Chico para atenuar a dor e a saudade devastadoras causadas pela perda de filhos e outros entes queridos.
Mas nem todos saíam do centro convencidos ou consolados. Muitos desconfiavam do conteúdo e do estilo das mensagens - repetitivas demais - ou se revoltavam com o fato de não receberem notícias do além.
Chico repetia a frase de sempre - "O telefone só toca de lá para cá" - mas não adiantava.
Para muitas famílias, o silêncio dos mortos queridos era insuportável.
Por quê?
As respostas baseadas na doutrina de Allan Kardec ou nas informações dos "mentores espirituais" não aplacavam a indignação ou a revolta (...). Numa noite, em sessão pública, um espírita, amigo de Chico, duvidou da autenticidade de uma mensagem psicografada e cuspiu no rosto do médium.
Chico se enxugou com um lenço, desabafou e com os companheiros e, em casa, teve uma crise de choro. Emmanuel, o guia, apareceu para ele com mais uma ordem:
- Quando alguém cuspir no seu rosto, diga simplesmente que a chuva molhou sua face, se alguém pedir explicações, não reclame.
O clima nas sessões era de esperança, desespero e desconfiança permanentes. Esse era um fato. E Chico devia se acostumar com ele."
Para atingir seu objetivo, Marcel nos mostra investigações anteriores sobre a veracidade da mediunidade de Chico Xavier, entrevistas com ex-seguidores da doutrina espírita, cientistas, médiuns não tão famosos quanto o mito Xavier, conversas íntimas com famílias que afirmar ter sido contatadas por um parente já desencarnado. Marcel nos mostra as evidências que encontrou e, cabe a nós, leitores, interpretá-las, aceitá-las ou não. 
"Sua casa foi transformada em museu pelo filho adotivo Eurípedes Higino de Reis e está aberta à visitação. Na porta do seu quarto, está pendurado um bilhete escrito por Chico aos espíritos em 1996. Um pedido de desculpas por um transtorno imprevisível:
AVISO: Se algum amigo espiritual porventura estiver determinado a me proporcionar a alegria de uma visita, aviso que estarei nesta noite, somente hoje, no quarto à esquerda, onde estarei com a satisfação de receber. A mudança no meu dormitório foi necessária a fim de se promover consertos no sistema de água. Amanhã já voltarei ao meu próprio aposento. Jesus nos abençoe como sempre.Muito grato,Chico Xavier,Hoje, 22/10/96"
Acompanhando o autor e investigador nessa busca pela verdade, temos Dona Juraci, mãe de dois garotos – já desencarnados, cada um com sua tragédia -, que procura na psicografia uma prova de que seus filhos continuam vivos em outra dimensão. Juraci é apenas uma das inúmeras mães que contam, neste livro, as tristes histórias de como seus filhos partiram e como o espiritismo as ajuda a amenizar essa dor sem fim. 

Desde o primeiro capítulo, não pude esconder minha inquietação. Quantos relatos! Quantas cartas! Quantos detalhes! Além das informações surpreendentes, temos (vários!) textos de n autores - incluindo o próprio Chico Xavier - que nos faz olhar de outra maneira para a Vida que nos foi dada. São inúmeras as passagens que prenderam minha atenção e me largaram absorta em meio a mil pensamentos; marquei vários trechos durante a leitura e ficou até difícil selecionar quais eu compartilharia aqui. 

Creio que o intuito do livro não é que, ao ler a última linha, o leitor saia convencido da existência da vida após a morte, da autenticidade da psicografia ou de qualquer coisa do tipo. Acho que o intuito é mostrar. Divulgar. Fazer conhecer. Acreditando ou não, todos nós precisamos admitir que, ao acalentar os corações que tanto precisam de apoio após a perda de um ente querido, mostrando que ajudar ao outro é a única maneira de se ajudar, o espiritismo faz um belo trabalho de solidariedade e caridade. 

Fiquei encantada com essa forma de ver o mundo, de ver a vida e de, principalmente, ver a morte (ou a libertação?); uma maneira singela de dizer que a morte não é um Adeus, e sim um Até breve. Após esse livro, fiquei ainda mais curiosa sobre o tema e tenho certeza de que esta foi a primeira de várias obras sobre o espiritismo que pretendo ler - a listinha já está feita, falta só colocar em prática.

18.7.17

{Lançamentos} Grupo Planeta de Livros Brasil


Quem sempre ama lançamentos?

Aqui no blog sempre ficamos ansiosas para conhecer quais são as novidades das editoras, e com o Grupo Planeta de Livros Brasil a empolgação só aumenta!!!

Lembrando que: se clicar nos títulos dos livros, serão redirecionados para a página dedicada ao mesmo no site da editora. Mas só se estiver disponível lá, é claro.

JOÃO GUILHERME NA ESTRADA

OS SEGREDOS DA TURNÊ, OS BASTIDORES DAS CANÇÕES E TUDO QUE VOCÊ SEMPRE QUIS SABER 
JOÃO GUILHERME

NÃO FICÇÃO
Páginas 192
Preço R$ 34,90
Sempre que João Guilherme sobe num palco para cantar passa um filme em sua cabeça. A tensão inicial, a vontade de dar o seu melhor, a batida da música, seus sonhos, tudo mexe bastante com ele. Muita coisa aconteceu desde a primeira vez em que cantou para um grande público, durante um evento do SBT, pra divulgar a novela CÚMPLICES DE UM RESGATE. De lá pra cá, a música entrou de vez em sua vida. Foram mais de 39 shows, 104 horas de voo, 16 mil abraços, 1 CD de estreia, e muitas histórias pra contar! Em #JoãoGuilhermeNaEstrada, acompanhe de perto a trajetória de João Guilherme pela MÚSICA: segredos das turnês, rotina dos shows, histórias divertidas, momentos íntimos, bastidores das canções, confissões inesquecíveis. Tudo o que você sempre quis saber e que agora ele conta em detalhes, neste livro recheado de fotos inéditas e letras das canções.

COISAS INATINGÍVEIS

DANILO LEONARDI

FICÇÃO
Páginas 224
Preço R$ 32,90
Em Coisas inatingíveis, quatro histórias se entrelaçam numa trama de tirar o fôlego e que fará você repensar sua vida. Cristina, Raí, Bianca e Bernardo. Jovens com diferentes visões, diferentes caminhos, mas com um único anseio: aproveitar cada dia como se fosse o último dia de sua vida. Danilo Leonardi, com seu estilo próprio, vai direto ao ponto, sem rodeios, em temas difíceis de lidar.
“O universo jovem-adulto com sexo, drogas e rock n’roll embalados por toques de absurdo.” RAPHAEL MONTES
– Você promete?
Ela sempre está atrás de mim. Estou debruçada à janela do hospital, mas a voz causa um formigamento na minha nuca.
E eu me lembro dessa conversa, porque ela nunca chegou ao fim.
– Prometo o quê? – pergunto, mas já sei a resposta.
Então a vejo fazendo uma coisa inédita. Ela se levanta, careca, magra, vestindo nada além de uma camisola hospitalar.
Perfeita.
– Que vai parar de viver no passado. – Ela caminha até a mim e começa a trançar meu cabelo, como quando eu era criança. Quase posso sentir seu perfume, embora ela não usasse perfume no hospital.
 – A felicidade só vai te encontrar se você parar de se esconder.
– Tenho medo do futuro – sussurro.

PERIGOSA AMIZADE

O COMEÇO
GISELA BACELAR


FICÇÃO
Páginas 240
Preço R$ 34,90
Para fãs de Gossip Girl, o volume zero da elogiada série independente Perigosa amizade, que conquistou mais de 40 mil seguidores no InstagramRoberta é uma adolescente intensa. Ela é decidida, prática e sabe o que quer. Pelo menos enquanto o coração não resolve entrar na jogada e embaralhar seus sentimentos.
Melissa é uma figura. Loira, com os cabelos cacheados, é aquele tipo de menina que já chega logo dizendo: “Ei, você quer ser minha amiga?”. Quando as duas ainda eram crianças, Roberta respondeu que sim.
Denis, atacante do time de futebol, é cativante e extrovertido. Ainda é meio moleque, mas começou a chamar a atenção das meninas nos últimos anos. Com tantas mudanças, tem achado cada vez mais difícil sustentar a amizade que construiu na infância com Roberta e Melissa.
Matheus tem dezoito anos. Assediado pelas meninas, já acabou o ensino médio e ainda não sabe o que quer fazer da vida. Vive no litoral com o pai que todo garoto desejaria ter: descolado, presente, fazendo todas as vontades do filho... Mas Matheus não é “todo garoto”.
Seu melhor amigo, Gabriel, é um cara legal. Sensível, curte tocar bateria. Seu sonho é tocar numa banda de verdade, em shows ao redor do mundo. Para o pai dele, no entanto, isso seria um pesadelo.
Como – e quando – seus caminhos irão se cruzar?
Em Perigosa amizade: o começo, a escritora e modelo Gisela Bacelar costura o destino desses garotos e garotas, formando uma rede de encontros e desencontros e trazendo à tona assuntos presentes na vida de qualquer adolescente, como o sexo e a perda da virgindade, a aceitação entre amigos e colegas, drogas e álcool e a difícil relação com os pais.

BRUXAS 

LAÇOS DE MAGIA 
TIFFANY CALLIGARIS

FICÇÃO
Páginas 320
Preço R$ 39,90
Série best-seller na Argentina, para fãs de Harry Potter e Crepúsculo “Tiffany é a rainha argentina do gênero fantástico.” O ESTADO DE S. PAULO
O livro acompanha o dia a dia da universitária Madison Ashford, que cursa Design Gráfico na Universidade Van Tassel, em Boston. Ela está no segundo ano e divide um pequeno apartamento com sua melhor amiga, Lucy. Madison namora Derek, atleta da instituição, mas, quando o misterioso e atraente Michael Darmoon inicia seu curso em sua classe, ela se sente estranhamente atraída por ele. Na mesma época em que Michael e suas exóticas primas, todos nascidos em Salem (a terra das bruxas), se mudam para Boston, situações bizarras começam a ocorrer no campus e Madison acaba sendo alvo de alguns desses acontecimentos. E este romance da best-seller argentina Tiffany Calligaris vai agradar a fãs de Harry Potter e Crepúsculo.

O PRÍNCIPE PARTIDO

ERIN WATT

ROMANCE
Páginas 352
Preço R$ 36,90
Reed tem tudo na vida: beleza, status e dinheiro. As garotas da sua escola matariam para sair com ele, os caras querem ser como ele, mas Reed nunca deu a mínima para nada disso. Nem para a família. Até que Ella Harper aparece na sua vida. Quando Ella chegou à mansão dos Royal o que ele mais queria era que a nova hóspede sumisse, mas, ela o conquistou e, agora, Reed ia fazer de tudo para mantê-la por perto. Ella lhe dava segurança, lhe transmitia paz, o aconchegava, sensações que há muito tempo não sentia.
Porém Reed comete um deslize e Ella se afasta por completo, trazendo caos à família Royal. Reed vê seu mundo desmoronar e toda a esperança de viver um romance com Ella desaparece. A garota dos sonhos de Reed não quer mais saber dele, porque sabe que se ficarem juntos isso vai destruí-los. Ella pode estar certa.

A SOCIEDADE DOS SONHADORES INVOLUNTÁRIOS 

JOSÉ EDUARDO AGUALUSA


FICÇÃO
Páginas 256
Preço R$ 41,90
Uma fábula política, satírica e divertida em torno dos sonhos, criada por um dos mais premiados autores lusos contemporâneos O jornalista Daniel Benchimol sonha com pessoas que não conhece. Moira Fernandes, artista plástica moçambicana radicada na Cidade do Cabo, encena e fotografa os próprios sonhos. Hélio de Castro, neurocientista brasileiro, desenvolveu uma máquina capaz de filmar os sonhos de outras pessoas. Hossi Kaley, hoteleiro, com um passado obscuro e violento, tem com os sonhos uma relação muito diversa e ainda mais misteriosa: ele pode caminhar pelos sonhos alheios, ainda que não tenha consciência disso.
O onírico e seus mistérios acabam por unir estes quatro personagens numa dramática sucessão de acontecimentos, desafiando e questionando a sociedade e suas regras, além da própria natureza do real, da vida e da morte. Uma fábula política, satírica e divertida, que desafia e questiona a natureza da realidade.
Um dos principais autores lusos, José Eduardo Agualusa já foi publicado em mais de 30 países e recebeu diversos prêmios internacionais

MEMÓRIAS DE CARLOTA JOAQUINA

A AMANTE DO PODER
MARSILIO CASSOTTI

BIOGRAFIA
Páginas 328
Preço R$ 49,90
Revelações surpreendentes sobre a vida da princesa mais excêntrica do BrasilAo chegar no Brasil, Carlota Joaquina de Bourbon (1775-1830) não suportava a ideia de ver-se convertida em “princesa colonial” e viver no Rio de Janeiro. Preferia a Europa, esclarecida pelo Iluminismo, ainda que incendiada pelas selvagens guerras napoleônicas. Mas a abdicação do trono espanhol por seu pai possibilitava-lhe tornar-se regente do império espanhol na América, e quem sabe coroar-se “rainha do rio da Prata”. Autêntica amante do poder, ela poderia, até mesmo, invadir o Brasil e destronar o marido, dom João.
Com base em documentos históricos e testemunhos de quem conviveu diretamente com a “princesa rebelde”, Memórias de Carlota Joaquina – a amante do poder, do renomado autor Marsilio Cassotti, apresenta uma Carlota que, em primeira pessoa, faz revelações surpreendentes sobre sua vida: as intrigas políticas de sua pérfida e refinada mãe; o casamento aos dez anos de idade com João; os choques com a conservadora corte portuguesa; a hipocrisia do “aterrorizado” e sexualmente ambíguo esposo; as contínuas gravidezes e partos; a disparatada fuga dos Bragança para o Brasil; sua fria relação com o mulherengo dom Pedro; a tensão com a “dissimulada Leopoldina”, e, ainda, seu desespero por ter de deixar, em 1821, “esta mina bem carregadinha que é o Brasil”.
Uma apaixonante e instrutiva biografia histórica, de ritmo ágil e estilo ameno, narrada pela mulher mais conhecida, excêntrica e difamada da história do Brasil, além de uma análise original e inteligente, de grande atualidade, das sombras e ambiguidades do poder político de rainhas e princesas consorte europeias. E, por que não, de candidatas à presidência e presidentas de repúblicas sul-americanas.

50 IDEIAS DE CAPITALISMO QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

JONATHAN PORTES

NÃO FICÇÃO
Páginas 216
Preço R$ 34,90
O que é, de fato, capitalismo? “Um guia breve, lúcido e de valor inestimável para o nosso sistema econômico cada vez mais controverso.” FINANCIAL TIMES
O capitalismo é cheio de contradições. No entanto, são essas contradições que o tornam dinâmico e têm permitido sua evolução ao longo dos séculos. Mas o que é de fato esse sistema? 50 ideias de capitalismo que você precisa conhecer, do professor e pesquisador de economia Jonathan Portes, responde a essa questão.
Eleito um dos melhores livros do ano de 2016 pelo jornal inglês Financial Times, 50 ideias de capitalismo que você precisa conhecer discute temas como capital, propriedade, livre mercado, trabalho e mais-valia, entre outros. Disseca ideologias rivais como o socialismo, o liberalismo e o keynesianismo, e desmistifica conceitos básicos de equidade, destruição criativa e mão invisível.
Parte da premiada série inglesa 50 Ideias, este livro é um guia essencial sobre o capitalismo, seus pontos fortes e fracos, passado e o futuro que afeta a todos nós, em 50 ensaios concisos e autoritários sobre o tema.

A ETERNIDADE NUMA HORA 

RUBEM ALVES

NÃO FICÇÃO
Páginas 320
Preço R$ 41,90
Três grandes obras de Rubem Alves reunidas em um só volume Coletânea de três outros livros de Rubem Alves, todos inspirados na poesia do inglês Willian Blake, A eternidade numa hora reúne crônicas que permitirão ao leitor o mais profundo contato com o que a prosa desse grande escritor brasileiro revela.
Com Um mundo num grão de areia, O céu numa flor silvestre e O infinito na palma da sua mão reunidos em uma única edição, será possível compreender o quão sublime e magnífico é o mundo, a riqueza e infinitude do universo humano e toda a beleza divina – manifestada nas artes, na natureza e nas descobertas humanas – são os temas das crônicas aqui reunidas.
Tocar o infinito, viajar pelo mundo irrevelado que habita cada ser humano como um minúsculo grão de areia e contemplar a beleza que as palavras de Rubem Alves capturam. Seu olhar certamente estará transformado ao final da leitura deste livro.

ERIC CLAPTON

A AUTOBIOGRAFIA
ERIC CLAPTON

AUTOBIOGRAFIA
Páginas 416
Preço R$ 56,90
Nova edição da autobiografia do maior guitarrista de todos os tempos
Eric Clapton é muito mais que um rock star. Como Bob Dylan e Paul McCartney, Clapton é uma verdadeira lenda viva. Vendeu milhões de cópias de seus álbuns, apresentou-se ao redor do mundo em shows disputadíssimos e é um artista fundamental no desenvolvimento musical de toda uma era. Sua maneira de tocar o fez ser chamado de “Deus”. Composições como Layla, Sunshine of Your Love, Wonderful Tonight e Tears in Heaven são inesquecíveis para várias gerações de fãs de música. E agora, pela primeira vez, Clapton conta a história de sua viagem profissional e pessoal nesta pungente, inteligente e dolorosamente honesta autobiografia.

Eric Clapton nasceu em 1945 e foi criado por seus avós. Ele nunca conheceu seu pai e, até os nove anos, acreditava que sua mãe verdadeira era sua irmã. Na adolescência, seu refúgio era o violão e não demorou para se tornar um herói cult no circuito de clubes britânicos. Com a formação do grupo Cream, em 1966, se transformou em um superstar conhecido no mundo inteiro.

Mas o estilo de vida rock star teve seu lado negro. Em mais de 40 anos de carreira, sobreviveu duas vezes ao envolvimento quase fatal com drogas e álcool, às mortes de amigos próximos como Jimi Hendrix e John Lennon, à morte de seu filho de quatro anos e à dissolução de inúmeras relações com uma sucessão de lindas mulheres.

Estas são as memórias de um sobrevivente, alguém que alcançou o ponto mais alto do sucesso, que teve tudo, mas de quem os demônios nunca largaram. Agora, curado do alcoolismo, está pronto para contar a história como ela é, sem esconder nada. Sua objetividade e honestidade fazem deste livro uma das memórias mais arrebatadoras de nosso tempo.

MUDAR FAZ BEM 

COMO LIDAR COM OS PROBLEMAS E DEIXAR A VIDA MAIS LEVE 
REGINA VOLPATO


AUTOAJUDA
Páginas 272
Preço R$ 35,90
Por que é tão difícil mudar? Você sente que as incertezas do futuro te dominam? Não consegue viver inteiramente no presente?
Mudanças são constantes. Tudo muda o tempo todo. A grande questão é como lidamos com esses novos caminhos ao longo da vida. Em Mudar faz bem, Regina Volpato mostra que é possível lidar com todas as mudanças com leveza, enfrentando as incertezas com bom humor e menos rigidez.
Um livro inspirador sobre o encontro consigo mesmo durante sua jornada. Seja enfrentando seus medos, assumindo suas fraquezas, encarando-se no espelho, ou abrindo espaço para o novo.
“Finais e começos são inseparáveis. Despedir-se de uma fase e saudar uma nova é revigorante”.

A NOIVA DO CAPITÃO BRIAN 

CHRISTINA NUNES


ROMANCE
Páginas 240
Preço R$ 36,90
Duas almas que permaneceram espiritualmente ligadas mesmo depois da morte
Numa época marcada por navegações, conquistas territoriais e intenso tráfego comercial em mares europeus, uma viagem marca o encontro entre uma distinta jovem e um experiente capitão naval.
Responsável por conduzir a bela Cathy em segurança até Creta, ao encontro de parentes com os quais ela passaria o verão, Brian Sveiter, capitão do Dominator, tem sua bravura colocada à prova: um naufrágio interrompe a viagem, mas dá início a um romance nunca antes experimentado por ele ou Cathy.
Os eventos que marcam esta trama, cuja narrativa mescla mistério e emoções, fazem de A noiva do capitão Brian não apenas uma envolvente história de amor, mas um emocionante relato sobre duas almas que permaneceram espiritualmente ligadas para além da separação da morte.

APAIXONE-SE POR SI MESMO 

O VALOR IMPRESCINDÍVEL DA AUTOESTIMA 
WALTER RISO

AUTOAJUDA
Páginas 160
Preço R$ 31,90
Para amar algúem, é necessário amar a si mesmo primeiro
Desde pequenos, aprendemos uma série de condutas de cuidado pessoal em relação a nosso corpo: escovar os dentes, tomar banho, manter as unhas limpas, comer, nos vestir e coisas desse tipo. Mas e o autocuidado psicológico e a higiene mental? Prestamos atenção suficiente a isso? Colocamos isso em prática? Percebemos a importância do amor-próprio? A verdade é que ter uma boa autoestima e amar-se profundamente é fundamental: isso aumenta as emoções positivas, permite alcançar maior eficácia nas tarefas, melhora as relações com as pessoas e nos garante independência e autonomia.
Apaixone-se por si mesmo foi escrito para ajudar não só aqueles que não se amam o suficiente, mas também aqueles que sabiam amar a si mesmos em alguma época e se esqueceram, por conta dos rigores da vida ou da corrida desenfreada pela sobrevivência. A proposta do livro é simples e complexa ao mesmo tempo: seja valente e aprenda a se amar, iniciando um romance consigo mesmo de maneira que o faça cada dia mais feliz e mais resistente aos embates da vida cotidiana.

MANUAL PARA NÃO MORRER DE AMOR

SAIBA COMO EVITAR OS ERROS QUE PODEM ARRUINAR SEU RELACIONAMENTO (OU COLOCAR VOCÊ NUMA CILADA AMOROSA)
WALTER RISO

AUTOAJUDA
Páginas 192
Preço R$ 34,90
Aprenda a amar corretamente
A rejeição, a incerteza de não saber se nos amam, a espera, o impossível, a dependência, o “não” que chega como um balde de água fria. Não há quem não tenha sofrido por gostar demais. Ou, ao contrário, por não conseguir se entregar a uma relação. Mas é possível amar de verdade, intensamente, sem sofrer?
Muitas pessoas acreditam que não. Acham que o sofrimento faz parte de toda grande história de amor e estão presas a uma relação que gera mais angústia do que prazer. É como se tivessem ficado cegas – não física, mas emocionalmente. Neste livro, o respeitado psicólogo Walter Riso seleciona os comportamentos mais comuns nas relações destrutivas e, a partir de uma série de orientações, encoraja você a reinventar o amor e viver um relacionamento mais saudável, em que não haja lugar para resignação ou martírio. Porque é preciso saber viver o amor, e não morrer por causa dele.

17.7.17

{Resenha} O Ceifador


Título Original: Scythe
Série: Scythe #1
Autor: Neal Shusterman
Editora: Seguinte
Sinopse: A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador - um papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a "arte" da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão - ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais -, podem colocar a própria vida em risco.


Em um mundo Pós-Mortalidade, a mortalidade se torna ultrapassada. A humanidade conseguiu vencer a morte. Nimbo-Cúmulo é uma inteligência artificial que conseguiu essa proeza para humanidade, além de instalar a paz entre as pessoas. Mas a Terra não poderia ficar povoada demais e para que isso não viesse a ocorrer foi criada uma Ceifa. Pessoas foram selecionadas para fazer o trabalho da morte, esses eram denominados de Ceifadores. A Nimbo-Cúmulo e os Ceifadores são duas organizações distintas e nenhum delas pode intervir no trabalho da outra.

Citra Terranova estava em casa quando um dos Ceifadores mais famosos aparece em sua casa, o Ceifador Faraday. Depois do ceifador se convidar para jantar na casa da garota, Citra não aguenta toda a formalidade e pergunta diretamente se ele veio coletar alguém de sua família, e se sim, que acabe logo com isso. Rowan Damisch também se encontra com o Ceifador Faraday na escola quando ele vai coletar um de seus colegas de escola. Mesmo não sendo amigo do garoto, Rowan se compadece com a situação e decide ficar com ele em seus minutos finais.


O que esses dois têm em comum? Citra Terranova é determinada e explosiva, já Rowan Damisch é observador e cheio de compaixão. Mas os dois tem a fibra moral que deve constituir um bom Ceifador. E por esses motivos, o Ceifador Faraday escolhe os dois como seus aprendizes. Porém, apenas um deles se tornará um Ceifador em um ano. A escolha incomum de dois aprendizes para um novo Ceifador não passa despercebida pela Ceifa e isso pode acarretar em muitos problemas. Muitos problemas!

“– Eu escolhi vocês dois!
– Por que vamos competir por algo que nenhum de nós quer?
– Aí está o paradoxo da profissão Faraday disse. – A função não deve ser concedida aos que a desejam. São aqueles que mais se recusam a matar que devem exercê-la.” Página 48

A capa é linda e combina muito com os ceifadores. As folhas são de boa qualidade e as letras são perfeitas para visão. A cada início de capítulo temos uma página do diário da ceifadora Curie. A narração está em terceira pessoa e tem visões de muitos personagens, mas com foco em Citra e Rowan.


Quando peguei esse livro O Ceifador, sabia apenas o básico sobre ele: que as pessoas não mais morriam e que a morte deveria vir na forma de colheita, colheita essa pelas mãos dos Ceifadores. Apenas isso era do meu conhecimento e acabei me perguntando como a história iria se desenrolar. Onde estaria todo a confusão e a ação do livro? Muitas cenas cruéis estavam por vim e eu não estava preparada.

Eu particularmente adorei os dois protagonistas principais, cada um a sua maneira tem a força moral para se tornar um bom Ceifador. Além disso, há dois ceifadores que eu adorei conhecer e outro um grupo de ceifadores que interpretam os mandamentos da Ceifa de uma maneira distorcida e cruel. É nesse grupo que teremos os conflitos que rodeiam o livro.

Neal Shusterman não tem dó nem piedade de matar. Esteja certo disso! Mas nenhuma morte é sem significado para a trama em si, apesar da crueldade de algumas. A construção dos personagens e do ambiente criados são fantásticos. O livro está muito bem escrito. A leitura flui muito bem e quando percebemos já folheamos muitas páginas.. Apesar da fluidez, eu li devagar para entender todo contexto nesse novo mundo. Esse livro tem muita história por trás do mundo Pós-Mortalidade. O autor consegue criar um mundo e vários elementos novos. É muita criatividade!


O Ceifador faz parte de uma série, mas esse primeiro livro tem começo, meio e fim. Nos próximos livro o autor terá que encontrar novos conflitos para escrever. E confesso que estou muito curiosa com eles!