Menu

26.3.18

{O menino que vê filmes} A teoria de tudo








Direção: James Marsh
Elenco: Eddie Redmayne, Felicity Jones, Charlie Cox, David Thewlis, Emily Watson, Harry Lloyd, Simon McBurney, Maxine Peake
Sinopse: Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.



ATENÇÃO: Alerta de Spoiler! Se você ainda não assistiu ao filme em questão, prossiga por sua conta e risco.

Oi, gente! O mês de março do corrente ano tirou do nosso convívio uma das mentes mais brilhantes da história da humanidade, o físico Stephen Hawking.

Com inteligência acima da média e uma incrível história de superação, Stephen Willian Hawking deixa para a humanidade um legado de vastos conhecimentos no campo da física, matemática, cosmologia, entre outras áreas.


Como não podia deixar de ser, a história de Hawking ganhou uma versão cinematográfica em 2016 com o filme A TEORIA DE TUDO, onde foi interpretado magistralmente por Eddie Redmayne, atuação que, por sinal, rendeu-lhe uma estatueta de melhor ator.

O filme foi bem recebido pela crítica e traz detalhes da vida pessoal do cientista que, mesmo sofrendo de uma doença degenerativa, nunca parou de trabalhar.

UMA BREVE HISTÓRIA DE STEPHEN HAWKING

Stephen Willian Hawking foi educado até os 10 anos de idade numa escola para meninas, como era o costume na época. 

Contrariando a vontade de seu pai, que desejava que o filho fosse médico, Stephen queria estudar Matemática, acabando por optar pela Física por questões curriculares.

Dentre outras ocupações, Hawking permaneceu como professor de Matemática Aplicada e Física Teórica em Cambridge até 2009, quando atingiu o limite de idade para a ocupação do posto, tornando-se professor emérito lucasiano, posto já ocupado por Sir Isaac Newton.

Hawking era portador da síndrome conhecida como ELA, sigla para Esclerose Lateral Amiotrófica, que o obrigou a passar a maior parte da vida numa cadeira automatizada, comunicando-se através de um sintetizador, ambos projetados por ele próprio, já que a doença afetou suas capacidades de locomoção e comunicação.

Hawking casou-se duas vezes e teve três filhos. Faleceu em março de 2018, por complicações de sua doença.

O FILME

A TEORIA DE TUDO é uma produção britânica, Anthony McCarten e dirigido por James Marsh.

O filme é baseado no livro Traveling to Infinity: My Life With Stephen, de Jane Hawking, primeira mulher de Stephen.

O longa explora todos os meandros da vida do professor, tendo como inspiração também a obra prima de Hawking, o livro UMA BREVE HISTÓRIA DO TEMPO.

A carga dramática que Eddie Redmayne conseguiu imprimir à sua atuação é irretocável, deixando à mostra o aspecto humano do professor Hawking de forma magistral.


A TEORIA DE TUDO é um filme maravilhoso e uma excelente pedida para quem deseja conhecer um pouco mais sobre a vida deste gênio e de sua luta pelo progresso da ciência, apesar de sua condição.

CONCLUSÃO

Meu intuito resenhando este filme vai muito além de simplesmente expressar minhas impressões sobre um filme. Tanto A TEORIA DE TUDO como UMA BREVE HISTÓRIA DO TEMPO são leituras obrigatórias para se conhecer a história não só do cientista, mas do próprio ser humano.

Até a próxima, gente!

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.