Menu

9.3.18

{Resenha} A Sorte Segue A Coragem



Título: A Sorte Segue a Coragem!
Autor: Mario Sergio Cortella
Editora: Planeta
Sinopse: Seu sucesso ou seu fracasso só depende de você! Todo mundo já usou algumas dessas justificativas para o insucesso: “Eu tento, tento e não funciona”; “não tenho sorte”; “não dou pro negócio”; “por mais que eu ande, não saio do lugar”; “não fico fazendo marketing pessoal”. Em A sorte segue a coragem! Oportunidades, competências e tempos de vida, o professor Mario Sergio Cortella afirma que não se pode atribuir o sucesso ou o fracasso somente a forças externas ao indivíduo. Em vinte capítulos, o autor de Por que fazemos o que fazemos?, um dos maiores best-sellers brasileiros dos últimos anos, discute comportamentos comuns a todos e aponta caminhos para que cada um cultive a própria sorte.
Fazia muito tempo que não lia um livro assim, foi até meio complicado manter o foco (risos). Para vocês a sorte segue a coragem? A pessoa nasce com um determinado “dom” ou ela o desenvolve ao longo da vida?

Cortella nos explica tudo de forma bem direta e reta, usando de várias fontes explicando seu ponto de vista, a cada capítulo, cada paragrafo me peguei pensando “verdade”.

A leitura é bem gostosa , cheia de verdades e incentivos, principalmente a alguém que apresenta alguma dúvida ou incerteza em uma escolha.
“[...] A pessoa fala ‘Cortella, você tem o dom da palavra’. Ao dizer isso, ela está sugerindo que não tive mérito nenhum? Que não fiz esforço algum? Que Deus me chamou: ‘ vem aqui, você vai falar em público’? Claro que não. [...] Eu não tenho dúvida de que fui abençoado pela possibilidade de falar em público. Mas eu tive que pegar esse ‘dom’ e desenvolvê-lo. Não foi uma coisa automática.”
É interessante como nos deparamos com coisas óbvias nesse livro, coisas que fazem todo sentido, mas estamos sempre ignorando, a vida é sempre mais fácil se culparmos o “destino” já que não temos controle sobre o mesmo. Sempre que algo ruim acontece, acabamos culpando a “má sorte”, sem nunca fazermos esforço algum para mudar uma situação desfavorável.

Tem também aquela coisa de, em uma guerra, como Deus escolhe o lado que vai ganhar? Com que critérios ele se baseia? Isso realmente existe? Um lado vence a batalha porque Deus escolhe um vencedor? Ou esse lado vence porque estava obviamente mais preparado para a batalha? Não podemos sempre procurar desculpas para os acontecimentos da vida.
“Como a vida é aparentemente caótica e as coisas não fazem sentido o tempo todo, temos necessidade de construir nossos polos de referência, precisamos explicar por que as coisas se sucedem de tal forma. Isto é, se sou vitimado ou protegido, benquisto ou mal visto no amor, na carreira, na convivência, no futebol, tem de haver uma explicação.”
Quando o livro chegou em minhas mãos, fiquei meio receosa, nunca tinha lido nada de Cortella, acabei por me surpreender e adorar sua escrita.

Recomendo a todos a leitura, mas uma dica, leia devagar, um capítulo por vez, assim não perde nada e tem tempo para refletir e engolir as verdades da vida (risos).

1 comentários:

  1. ler um livro do Cortella e mais que um presente, é quase uma necessidade para mim, ele tem uma sabedoria... parece que estou conversando com um velho amigo

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.