Menu

9.7.18

{Resenha} A Escola do bem e do mal: Um mundo sem príncipes



Título original: The school for Good and Evil 2# - A world without princes.
Autor: Soman Chainani
Editora: Gutemberg
Sinopse: Um Mundo Sem Príncipes - Nesta esperada continuação de A Escola do Bem e do Mal, as melhores amigas Sophie e Agatha estão de volta ao seu lar, em Gavaldon, para viver seu desejado final feliz, certas de que seus problemas terminaram. Mas a vida não é mais o conto de fadas que elas esperavam. Quando Agatha escolhe um fim diferente para sua história, ela acidentalmente reabre os portões da Escola do Bem e do Mal, e as meninas são levadas de volta para um mundo totalmente modificado. Agora, bruxas e princesas moram juntas na Escola para Meninas, na qual são inspiradas a viver uma vida sem príncipes. Tedros e os meninos estão acampados nas antigas Torres do Mal, onde os príncipes se aliaram aos vilões, e uma verdadeira guerra está se armando entre as duas escolas. O único jeito de Agatha e Sophie se salvarem é procurando restaurar a paz. Será que as amigas farão as coisas voltarem ao que eram antes? Sophie conseguirá ficar bem com Tedros nessa caçada? E o coração de Agatha, pertencerá a quem? O felizes para sempre nunca pareceu tão distante.

Estava tão ansiosa para saber como continuava a história das amigas Sophie e Agatha que passei o livro 2 na frente de outros que tenho na lista!

Só que assim... Vou evitar ao máximo dar spoilers, mas do primeiro livro vai ficar difícil. Então se você é como eu e não gosta de spoilers, leia essa resenha com cautela!

Se quer conferir a resenha do livro 1, clique aqui! Garanto que vai gostar!

Sophie e Agatha estão vivendo seu final feliz, de  volta a Galvadon. Tiveram seu momento de fama ao retornarem, as únicas leitoras a terem deixado para trás a Escola do Bem e do Mal e agora tentam retomar suas vidas.

Agatha tem sua melhor amiga só para si; bem como todos os fãs das duas leitoras (na verdade só da Sophie, a menina pira em ser o centro das atenções minha gente!). A vida está boa, com sua mãe conseguindo mais trabalho pelo impacto de seu sucesso, mas ainda assim sente que tem algo errado...

Sophie é... Sophie. Faz de tudo para continuar sendo o centro das atenções, mas nem tudo está como ela gostaria. Algo que ela não queria que acontecesse, acaba acontecendo.

Em um pequeno instante, um único momento... Um único pedido silencioso, murmurado por sua alma, um desejo distraído... E tudo muda. Descobrimos segredos podres de alguns lugares, enquanto as duas jovens são arrastadas de volta para a escola.

Uma vez lá encaram as consequências de seu final feliz: as meninas acreditam que os meninos são desnecessários, não há mais príncipes.

Não existe mais a Escola do Bem e do Mal. Em seu lugar, está a escola dos meninos e a escola das meninas. A segunda é comandada pela reitora Evelyn, uma nova personagem nessa história. É uma mulher poderosa e magnífica, basicamente onipresente. Já a escola dos meninos está abandonada. Não há nenhum adulto para controla-los.

Os príncipes e vilões estão revoltados, já nem dá mais para definir quem é pertencia a qual lugar. Já as meninas estão muito bem, obrigada. Adaptaram-se a situação e estão tendo aulas de empoderamento, de como se virar sozinhas... Parecem estar muito felizes, exceto pelo fato de uma guerra iminente.

Qual lado venceria? Meninos ou Meninas? Quem está melhor preparado para esta batalha?

Este livro é bem diferente de seu predecessor, aponta bem as mudanças nos personagens, como evoluíram ou não em todo esse processo. Também conhecemos o passado de alguns professores, informações que já ajudam o leitor a criar teorias e conspirações sobre outros personagens.

Sophie está feliz com sua nova posição, está finalmente onde queria estar e a nova ordem lhe agrada. Mas Agatha não confia em tudo o que está acontecendo e deseja restabelecer a ordem.. E teme que a Bruxa volte.

A desconfiança domina os ares e cada uma das amigas fará o possível para atingir seus objetivos. O futuro do casal parece distante de ter um final feliz. Tedros se prova cada vez mais um jovem comum... Confuso e sem saber o que fazer.

Será que a amizade de fato irá superar tudo?

O final me deixou de coração partido. Para quem acompanhou a trajetória dos personagens, um final daqueles foi... Terrível demais. Ver que tudo estava caminhando por aquele rumo realmente me destroçou.

Só estou me segurando para não começar logo o terceiro livro, pois o quarto irá ser lançado só em agosto!!! <o> Segue capa e não vou colocar a sinopse... Se desejar lê-la, clique aqui!


1 comentários:

  1. acompanho os livros pelas resenhas e apesar de um enredo interessante não é o tipo de livro que estou buscando no momento

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/2018/07/resenha-luz-que-perdemos.html

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.