Menu

6.8.18

{O menino que vê filmes} CORAÇÃO LOUCO


Direção: Scott Cooper
Elenco: Jeff Bridges, Maggie Gyllenhal, Collin Farrel, Robert Duvall, Paul Herman, Tom Bower, Beth Grant e Josh Berry.
Sinopse: Bad Blake (Jeff Bridges) é um famoso cantor e compositor de música country. Mas como beberrão inveterado e fumante contumaz sua vida se resume aos pequenos shows baratos que realiza em cidades do interior para um público que ainda o reconhece. Apesar de seu agente insistir para que ele reate com seu antigo pupilo - e atual astro - Tommy Sweet (Colin Farrell), Blake não abre mão de suas convicções e recusa o "favor". Mas o cabeça dura conhece Jean Craddock (Maggie Gyllenhaal), jornalista novata por quem se apaixona durante uma entrevista e mãe solteira do pequeno Buddy (Jack Nation), e mergulha de cabeça na relação, assumindo os riscos que esse amor pode trazer.
Distribuidor: Fox Filmes do Brasil
Oi gente! Preciso confessar uma coisa a vocês: ando sofrendo de insônia… Como não consigo dormir por muito tempo, às vezes acabo ligando a TV à procura de qualquer coisa que me ajude a pegar no sono. De vez em quando eu dou a sorte de encontrar um bom filme, como aconteceu semana passada, quando fui surpreendido, em plena madrugada, pelo excelente CORAÇÃO LOUCO, estrelando o fabuloso Jeff Bridges no papel principal.

Me identifiquei de cara com o filme, que conta a rotina de um decadente cantor Country americano, que foge do seu passado se apresentando em pequenos clubes e se afogando no álcool, enquanto sonha com o que sua carreira poderia ter sido se não tivesse tomado tantas decisões ruins… Com vocês, o famigerado Bad Blake! Ambientação A estória se passa entre o sul e o meio-oeste americano, considerado o berço da country music, tipicamente tomado por pequenos bares e clubes de boliche, onde se apresentam artistas regionais. É nesse cenário que se criou Bad Blake. O protagonista Bad Blake é interpretado pelo renomado Jeff Bridges, que inclusive canta ele próprio as músicas do filme.

Blake é o típico artista country americano no final de carreira. Beberrão e ressentido com a vida, Blake ganha a vida viajando pelos EUA numa velha caminhonete com sua guitarra e seu amplificador, se apresentando em pequenos bares e bebendo constantemente. Em Santa Fé, no Novo México, Blake conhece e se apaixona por uma jornalista, Jean, que o faz pensar em querer mudar de vida. A certa altura, Bad revela a Jean que tem um filho de 24 anos, que nunca conheceu. 

Blake guarda um certo ressentimento de seu antigo amigo Tommy Sweet (Collin Farrel), que ele próprio ensinou a tocar violão e que agora tornou-se mais famoso do que ele próprio. A amizade é retomada aos poucos quando Blake é convidado para abrir um show de Sweet no Texas, quando recebe uma proposta do amigo para vender-lhe algumas composições. 


Esta seria a chance para Blake recomeçar ao lado de Jean e o filho dela, o pequeno Buddy. Porém, pode ser tarde demais… Trilha Sonora Obviamente o filme está recheado de belas canções country, a maioria delas interpretada pelo próprio Bridges, tendo levado a estatueta de melhor canção original, a bela The Weary Kind, que você pode conferir aqui.

 CONCLUSÃO 

Um drama envolvente que conta a história de tantas pessoas por aí que têm em si um pouco de Bad Blake, que sofre com o alcoolismo… Até a próxima, gente! 

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.