Menu

26.9.18

{Resenha} Querido Vizinho


Oie amores. C-H-E-G-U-E-I!


 Editora Essência nos presenteia com mais um romance maravilhoso da Penelope Ward.
Confere aí!


*livro cedido pela editora

Sinopse:

“Depois de tomar um pé na bunda, a última coisa que eu precisava era me tornar vizinha de alguém que me lembrasse do meu ex-namorado, Elec.  Damien era uma versão mais sexy do meu ex. O vizinho que eu chamei de “artista irritado” também tinha dois cachorros enormes que me mantinham acordada com seus latidos. Ele não queria nada comigo. Ou era o que eu pensava até que uma noite eu ouvi risadas vindo através de um aparente buraco na parede do meu quarto. Damien estava ouvindo todas as minhas sessões de telefone com o meu terapeuta.

O artista sexy agora conhecia todos os meus segredos mais profundos e inseguranças. Nós começamos a conversar. Ele me deu dicas para superar meu rompimento. Tornou-se um bom amigo, mas deixou claro que não poderia ser nada mais. O problema era que eu estava me apaixonando por ele. E por mais que ele me afastasse, eu sabia que ele sentia algo por mim... porque seu batimento cardíaco não mentia. Eu pensei que meu coração havia sido destruído por Elec, mas estava vivo e batendo mais forte do que nunca por Damien. Eu só esperava que ele não o destruísse para sempre.”

Resenha

Querido Vizinho é um romance arrojado, com personagens cativantes, bem humorados, criativos, gostosos e sarados. E, sobretudo humanos, sem estrelismos.
Elec  é o babaca que entrou nessa trama, como Pilatos entrou no Credo.
Mas que bom que ele saiu. E saiu tarde!
Deixou um grande vazio no coração de Chelsea e muitas lembranças no apartamento que compartilhavam.
E para tristeza de Chelsea, o seu vizinho de apartamento, Damien, é muitíssimo parecido com seu ex, só que numa versão mais sexy.


Damien é um artista que passa a impressão de ser fechado, língua afiada, antissocial, carrancudo, sem papo furado, mas é só fachada.
Carrega uma espada afiada, suspensa sobre sua cabeça, que a qualquer momento pode acabar com tudo.
Certo dia Chelsea no seu apartamento está em seu quarto, conversando com sua terapeuta de 200 dólares a hora, sobre “coisas” do relacionamento com o babaca Elec e de repente escuta umas risadinhas sarcásticas do outro lado da parede, que é exatamente a do vizinho gostoso fechadão, também dono do prédio e de dois cachorros barulhentos.


Chelsea acaba descobrindo que acima de sua cama, existe um buraco que do outro lado é o escritório do vizinho Damien.
Nessa altura de sessões ele já havia escutado todas elas, sabia tudo que lhe acontecera com o babaca.
Aí não adiantava esculachar nem o buraco e nem o dono do buraco.
Depois desse episodio vergonhoso houve outros, reclamação dos cachorros, momentos constrangedores e nesse dia que Damien a convida para jantar.

O papo entre os dois flui, mas sem direcionar para o emotivo, os dois fingem não haver nenhuma atração.
Mas numa tarde, na fila do hambúrguer, Chelsea vê o ex babaca com a namorada e ela pira.
Damien reage no calor do momento, de uma maneira que deixa o ex babaca ciente que a fila andou.
Depois dessa demonstração, fica difícil dissimular algo que está completamente visível.

Chelsea sente ainda algo angustiando Damien. O que será?
Será algo contornável? Traumas? Uma mulher do passado? Ela descobrirá? E se descobrir entenderá?
Só lendo pra descobrir.

O livro fala de coragem, fé e sobretudo muito amor à vida. Uma estória divertida, com cenas hilárias. Quem já leu e conhece os romances maravilhosos da Penelope Ward, vai amar Querido Vizinho.
Por hoje é só amores.
Até a próxima. Tchau!


Título: Querido Vizinho
Autor (a): Penelope Ward
Editora: Essência
Número de Páginas: 304

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.