Menu

7.10.18

{Resenha} A Casa Das Orquídeas


Oie amores. C-H-E-G-U-E-I!


Confere aí mais uma resenha maravilhosa!


*livro cedido pela editora
Sinopse:

"Quando criança, Julia viveu na grandiosa propriedade de Wharton Park, na Inglaterra, ao lado de seus avós. Lá, a tímida menina cresceu entre o perfume das orquídeas e a paixão pelo piano. Décadas mais tarde, agora uma pianista famosa, Julia é obrigada a retornar ao local de infância na pacata Norfolk após uma tragédia familiar. Abalada e frágil, ela terá que reconstruir sua vida. Durante sua recuperação, ela conhece Kit Crawford, herdeiro de Wharton Park, que também carrega marcas do passado. Ele lhe entrega um velho diário que trará à tona um grande mistério, antes guardado a sete chaves pela avó dela. Ao mergulhar em suas páginas, Julia descobre a história de amor que provocou a ruína da propriedade: separados pela Segunda Guerra Mundial, Olivia e Harry Crawford acabaram influenciando o destino e a felicidade das gerações futuras. Repleto de suspense, A Casa das Orquídeas viaja da conturbada Europa dos anos 1940 às paisagens multicoloridas da Tailândia, tecendo uma trama complexa e inesquecível."

Resenha

A primeira edição que havia ouvido falar foi publicada em 2012, e sempre tive curiosidade de ler e conhecer mais a fundo esse romance. Agora a Editora Arqueiro republicou, com capa nova (linda por sinal) e vamos entrar no mundo da pianista Julia Forrester.
Por uma tragédia que afetou sua vida, Julia deixa Paris para trás e volta a morar na Inglaterra. O sentido da vida se perdeu quando lhe foi tirado àquilo que mais amava, se fechou para tudo e aqueles momentos gostosos que passava com seu avô Bill na estufa de Wharton Park, deixou de significar algo para ela.

Vivendo isolada em um chalé a poucos minutos de Wharton Park, apesar dos pedidos e visitas de sua irmã Alicia, Julia não reagia. Foi quando sua irmã resolveu levá-la para um leilão que acontecia na cidade para distraí-la.
O local onde era realizado o leilão era bastante conhecido pelas irmãs e o herdeiro daquele lugar Kit Crawford estava atolado de dívidas e a casa estava em ruínas.


Kit e Julia se encontram no leilão e logo uma amizade cresce entre os dois. Por ele morar no antigo chalé do avô de Julia, ao leiloar os moveis e utensílios de valor que residem ali, usando o dinheiro para reformar o lugar ele acaba encontrando um diário. Que pertenceu ao avô de Julia.

O diário de seu avô Bill lhe traz revelações e os mistérios que envolviam Wharton Park naquela época tão complicada, um romance detalhado e escrito na Segunda Guerra Mundial.
Julia decide ir atrás de sua avó para saber mais detalhes do que guarda nas páginas amareladas e desgastadas daquele misterioso diário.


Apesar de o livro mencionar a Guerra e ter todo aquele drama que eu sempre fujo, eu gostei da leitura.
Sou bem chata com romances que envolvam qualquer coisa relacionada a Guerra porque não me atrai em nada, mas A Casa das Orquídeas foi realmente surreal pro meu gosto literário. 528 páginas de muito suspense, descobertas, tragédias e romance.
A autora nos presenteia com a narração intercalando passado e futuro, relatando o romance que aconteceu durante a Guerra e a atual vida de Julia, que envolve a história daquele lugar tão familiar para ela e também a sua estória e seus medos.
Recomendo!
Por hoje é só amores. 
Até a próxima!
Tchau!


Título: A Casa Das Orquídeas
Autor (a): Lucinda Riley
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 528

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.