Menu

1.10.18

{Resenha} A Heroína da Alvorada


Título original: Hero at the fall
Autora: Alwyn Hamilton
Editora: Seguinte
Sinopse: No último volume da trilogia A Rebelde do Deserto, Amani vai se deparar com a escolha mais difícil que já teve que fazer: entre si mesma e seu país.
Quando a atiradora Amani Al-Hiza escapou da cidadezinha em que morava, jamais imaginava se envolver numa rebelião, muito menos ter de comandá-la. Depois que o cruel sultão de Miraji capturou as principais lideranças da revolta, a garota se vê obrigada a tomar as rédeas da situação e seguir até Eremot, uma cidade que não existe em nenhum mapa, apenas nas lendas — e onde seus amigos estariam aprisionados.
Armada com sua pistola, sua inteligência e seus poderes, ela vai atravessar as areias impiedosas para concluir essa missão de resgate, acompanhada do que restou da rebelião. Enquanto assiste àqueles que ama perderem a vida para soldados inimigos e criaturas do deserto, Amani se pergunta se pode ser a líder de que precisam ou se está conduzindo todos para a morte certa. 

Sabe aquele livro que quando você pega, não consegue parar de ler? 

Chegamos ao final da trilogia (e um livro de contos que é gratuito na Amazon em e-book e já adquiri o meu, então lerei hohoho!) A Rebelde do Deserto com um coração apertado e já sentindo saudades. Todos os personagens deixaram sua marca nessa estória épica de magia e areia. 

Aqui você pode ler as resenhas dois dois livros anteriores: 


Mas siga com cuidado... terá spoiler dos livros anteriores, provavelmente!


Amani segui evoluindo em cada volume de maneira incrível e não só ela, como todos os outros personagens. Jin não mudou muito, mas acredito que aprendeu melhor a conviver com outros e aceitar, simplesmente. O relacionamento dos dois amadureceu tremendamente de maneira positiva no fechamento (ai, dói dizer isso haha) da trilogia. 

O que já é costumeiro da autora é ir escrevendo as histórias de areia conforme elas acontecem. Como as pessoas se tornam mitos. Acredito que esse é o mais incrível e importante a respeito dessa trilogia, observar como as lendas se tornam lendas, sabe? Tudo bem que são humanos excepcionais... Mas até sua existência no deserto é surreal. 

Em A Heroína da Alvorada, Amani precisa assumir uma liderança que nunca desejou. Tomar decisões que podem salvar seu deserto ou destruí-lo com todos os seus amigos juntos. Se você já acompanha a trilogia, sabe como a demji tem a tendência de ser impulsiva e não muito comunicativa... E essas são características nada desejáveis em um líder, não é verdade? Fora a baixa autoconfiança e a mania suicida, mas tuuudo bem. 

Conhecemos novos locais do deserto com o pequeno grupo Rebelde, que busca uma maneira de salvar seus companheiros. Alguns locais até conhecidos, mas que agora carregam uma nova história. Finalmente conhecemos alguns dos locais que os personagens só citaram, enquanto buscam apoio para conseguirem tomar para si o que já é seu por direito. E também resgatar os que foram presos em mais um mito que percorre as areias do deserto. 

E uma nova lenda surge. 

Perdemos alguns personagens que eu gostava muito. Prepare seu coração, sinceramente... Porque esse livro é uma avalanche de emoções o tempo todo, você nunca sabe o que poderá acontecer na próxima página. 

O final... É tudo o que se espera de uma trilogia assim, tão boa. Mas acho que uma coisa que aconteceu poderia não ter terminado como terminou. Deveria ter sido definitivo. Acho que seria o fechamento perfeito para os contos do deserto, como todos os outros que vieram antes de Amani e todos os outros rebeldes. 

Se tem algo que a Bandida de Olhos Azuis nos ensina é que tudo o que você faz fica marcado em alguém... Ou na história. Não resistimos ao poder e também não sabemos como lidar com ele e muitas vezes ele pode nos engolir. Mas, se você tem pelo que (ou quem) lutar, não estará sozinha para lidar com isso tudo. 

Acredito que foi um bom final para a trilogia A Rebelde do Deserto. Alwyn Hamilton nos trouxe o que há de melhor dos mitos criados nas areias do deserto. Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Amani, então... Vemos a pureza de suas intenções. 

Uma das melhores séries de fantasia que já li, sinceramente.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.