Menu

8.11.18

{Resenha} Eu Sou Eric Zimmerman #1


Oie amores. C-H-E-G-U-E-I!


Andei pirando quando soube que a Editora Planeta ia publicar esse livro. 💗
Como muitos leitores adoradores de Peça-me O Que Quiser, esperou ansioso por esse livro, e foi magnifico ler e conhecer cada sentimento do homão da porra Eric.
Confere aí a resenha! 


*livro cedido pela editora
Sinopse:

“Meu nome é Eric Zimmerman e eu sou um poderoso empresário alemão. Sou conhecido por ser um homem frio e impessoal, que gosta de sexo sem amor e sem compromisso.

Em uma as minhas viagens à Espanha, conheci a jovem Judith Flores. Ela me fez rir, me fez cantar, até me fez dançar, e eu não estava acostumado com nada isso. Quando percebi que estava sentindo mais do que deveria, achei que era hora de me afastar. Mas acabei voltando. Essa mulher me atraía como um ímã.

Nosso relacionamento foi desde o início marcado por altas doses de fantasia e erotismo, e eu queria ensinar Judith a curtir o sexo de uma maneira que nunca ela nunca havia imaginado. E você? Se atreveria a descobrir o lado submisso, dominante e voyeur que existe dentro de todos nós?”


Resenha

Eric Zimmerman é um alemão fogoso, sedutor, enlouquece as mulheres, e sabe que é tudo isso.
Escolhe mulher como quem escolhe uma roupa, um sapato... não que ele seja machista, mas as mulheres o acostumaram muito mal.
Solteiro, rico, privilegiado em físico e capacidade mental, as mulheres se derretem e ele aproveita como o homem insaciável que é. 


Usa muito bem cada dia, como se fosse o último. O homem é só trabalho e diversão, o tipo que ele adotou.
Mas quando seu pai morre e lhe deixa todo o império, como único filho ele se vê a frente de todos os negócios da família.
Eric tem como pai, o sórdido alemão, marido de sua mãe, que é espanhola, não aceita o mal caratismo do pai e vivem como estranhos que se suportam.

Sua família é a mãe, a irmã caçula Marta e um sobrinho super problemático, filho de sua outra irmã Hanna que morreu.
Com esse pedaço da família ele engajado são felizes. Salvo a nota destoante chamada Flin, o adolescente carente e problemático que Eric ama e trata como filho.

O mundo de Eric seria só satisfação (pra ele trabalhar é satisfação) se e não existisse a “herança paterna maldita” que está sobre sua cabeça, de uma maneira fatal e que ele não aceita, que “isso” aconteça.
Ele é teimoso, cabeça dura e como fala sua irmã Marta, da incapacidade de raciocinar com clareza e determinismo.
Em uma visita às filiais da Espanha, ficando preso no elevador, com outras pessoas e durante aquele tempo e espaço claustrofóbico, uma voz feminina liderou o caos reinante, distribuindo de sua sacola, água e chicletes. 

Sua voz maviosa fazia aquelas pessoas, não desesperar.
Eric, alemão frio não ficou quieto se movimentando como podia para descobrir o rosto da moça da voz... e viu. E aquela visão o agradou demais.
E se aproximando, a espanhola de estatura mediana, como vinha fazendo com os outros, também “enfiou” um chiclete na boca do seu patrão, que ele veio saber depois.
 

Eric reconheceu que já tratava com mulheres lindíssimas e que a espanhola não era aquela beleza, mas tinha algo nela “toda”, que o deixava sem palavras prontas – só olhando, escutando, avaliando, pensando...
Mas com o passar dos dias, a curiosidade de Eric não passava e ele identificou a sua funcionária do elevador.
Só que Judith o ignorou (com respeito) pela hierarquia e pela vergonhosa ousadia do chiclete. Não adiantou o gelo dela, quando Eric tinha um poderoso “maçarico” que derretia qualquer geleira. E derreteu.
Mas seriam compatíveis, Espanhola e Alemão? Ele morando em Munique e ela em Madri?
Será que Judith deixará sua terra, seus amigos e o seguirá? Só o tempo dirá e bem rápido... só lendo pra saber.


É um livro forte, de conteúdo adulto, com boa estória, com ambientes que você nem fazia ideia que existiam, é interessante ver toda a fragilidade emocional entre o casal, mas é gratificante ver o senso de responsabilidade familiar e como ele trata com amor e paciência o sobrinho.
Só o seu problema pessoal, ele não dá a devida importância. Por que será?
Adoro quando uma mulher vira de cabeça pra baixo a vida de alguém tão frio e impessoal. Que o cara fica desnorteado e nem sabe o que foi que o atingiu. Só chegou e:

Que o desperta pra várias coisas que não sabia que poderia sentir, que tinha capacidade de viver e aprender com Judith o que a vida e o amor tem de bom.
Sou muito fã da Megan Maxwell e sempre que sai lançamento dela, seja antigo ou recente eu quero!
Simplesmente amei a leitura, e é sempre muito bom saber os dois lados. Seus pensamentos e conflitos... eu amo!


Por hoje é só meus amores.
Até a próxima.
Tchau! 💗


Título: Eu Sou Eric Zimmerman #1 – Spin-off
Autor (a): Megan Maxwell
Editora: Essência
Número de Páginas: 464

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.