Menu

7.1.19

{Resenha} Dumplin'



Autora: Julie Murphy
Editora: Valentina
Sinopse: Especialmente para os fãs de John Green e Rainbow Rowell, apresentamos uma destemida heroína e sua inesquecível história sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha, e a busca da autoaceitação. Sob um céu estrelado e ao som de Dolly Parton, questões como o primeiro beijo, a melhor amiga, a perda de alguém que amamos demais e “estou acima do peso e ninguém tem nada com isso” fazem de Dumplin’ um sucesso que mexerá com o seu coração. Para sempre. Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.

“-Não podemos ter coisas maravilhosas o tempo todo – comento. – Esqueceríamos o quão maravilhosas elas são.”
Finalmente consegui ler esse livro, que adquiri há vários meses atrás! Ou um ano... Provavelmente um ano.

Desde que li a sinopse e vi a capa, fiquei doida pra tê-lo e lê-lo. Afinal, alguém com o apelido de bolinho asiático e num vestido daquele que está na capa... É digno de minha atenção. Willowdean merece muito mais que nossa atenção, merece palmas lentas de todos.

Willowdean está no ensino médio, recém-chegada ao 2º ano. Ela e Ellen – El – são melhores amigas desde pequenas e compartilham tudo, sem segredos uma com a outra. Quer dizer, até aquele verão, quando o cara bonito de seu trabalho parece ter tanto interesse nela quanto ela tem nele. Quem não se assustaria, nas condições de Will? Quer dizer, ela não é a beldade que a sociedade espera que caras como Bo se apaixonem.  Mas estão se curtindo, Will está bem apesar de todas as inseguranças e a decisão de não contar a Ellen, sua melhor amiga de todo o sempre.

Nossa protagonista está acostumada a não dar atenção para os bullies e meio que acaba fazendo amizade com outras meninas que são igualmente “fora dos padrões impostos pela sociedade ligeiramente doentia”: Millie é uma jovem também gorda e que se veste fofamente em excesso, Amanda tem uma perna maior que a outra e Hannah possui dentes proeminente e é muito alta. Todas possuem apelidos entre os bullies e aprenderam a conviver com eles.

A mãe de Dumplin’ é uma gorda que, ao emagrecer, ganhou enquanto adolescente o concurso de beleza da cidadezinha do Texas em que vivem. Desde que a filha era criança a coloca em dietas malucas e a faz ver programas humilhantes de gordos que são torturados por atletas para emagrecerem. Sempre achei esses programas um abuso, mas enfim. Depois de um tempo parece que ela desistiu, mas continua não vendo a personalidade maravilhosa da filha... Apenas suas características físicas.

A única pessoa a qual parecia aceitar por completo Willowdean era sua tia Lucy. Amante de Dolly Parton, ela deu as melhores lições de positividade para a sobrinha, embora ela mesma parecesse não aproveitar muito e fosse até mesmo mais insegura que a sobrinha. Parecia ser uma pessoa incrível que deixou um buraco no coração da menina.

Para completar tudo isso, a mãe dela é a host do concurso de beleza já há anos... E sempre transforma a casa no QG do concurso. Com tudo o que anda acontecendo, Willowdean decide entrar no concurso de beleza... E suas amigas entram junto por suas próprias razões. Juntas, elas pretendem detonar qualquer preconceito - ou quase isso!

O livro é lindo. Um banho de body-positivity que todas as adolescentes, independente se são gordas ou não, deveriam ler. Vemos que o que importa na verdade é como levamos a vida e os desafios que topamos encarar. Sermos impetuosas e fortes o suficiente para encarar qualquer pessoa que ache que não somos feitas para esse ou aquele lugar. Que preconceito não tem lugar!


E... Tem filme na Netflix!


Eu assisti e, embora tenha sido bom, me senti um pouco decepcionada. A atriz que interpreta a Dumplin’, embora seja muito boa, não é adolescente! Queria ver ali uma adolescente gorda para representar as jovens e se identificarem =/. Para além disso, senti falta de muitos personagens que fazem diferença na trama e na formação da personalidade da Willowdean no final. Mas foi uma boa adaptação, no final das contas. O elemento chave do livro e o body-positivity continuam presentes.

E vocês, viram o filme? Já leram o livro? O que acharam? Deixem aí nos comentários!


2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Packers and Movers Bangalore as a Services providing company can make all the difference to your ###Home Relocation experience. Bangalore based Company which offers versatile solutions, Right team that easily reduce the stress associated with a ✔✔✔Household Shifting, ***Vehicle Transportation. we help things run smoothly and reduce breakages and offer you seamless, Affordable, Reliable Shifting Services, Compare Shifting Charges @
    Packers And Movers Bangalore

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.