Menu

29.3.19

{Resenha} Dorama: Ashes of Love



Oi pessoal!

Estou aqui para trazer minha mais recente maratona huahuha!


Ashes of love, que estreou em 2 de agosto de 2018 e entrou recentemente no catálogo da Netflix.

O que para mim começou como uma distração, do tipo: Ah, me deixa ver um episódio desse negócio aqui, vamos ver no que dá.

E aqui estou eu, duas semanas depois e 63 episódios assistidos, para dar minha humilde opinião sobre esta série.


Ashes of love ou 香蜜沉沉烬如霜 em seu idioma natal (o que significa? não sei! <o>), é uma série chinesa baseada no romance de Dian Xian chamado Heavy Sweetness, Ash like frost. Até janeiro de 2019 a série já tinha alcançado a marca de 15 bilhões de views.

Ashes of love nos conta a história de grandes Seis Reinos, mas somos ficamos íntimos de apenas... 4: Reino Celestial, Reino das Flores, Reino Demoníaco e o Reino Humano. Eles vivem em certa harmonia entre si, mas o Reino Celestial é quem tecnicamente domina todos. A história se passa em uma era medieval em que deuses ainda eram adorados e reverenciados.

 Jin Mi (Yang Zi), uma elfo uva nascida no Reino Floral que, atualmente, é cuidado por uma Grande Fada e não pela Imortal das Flores, que faleceu precocemente – meu namorado ficou encafifado com a ideia de imortais morrerem, mas aceito a ideia de que uma criatura assim só é imortal até alguém matá-la). A pequena elfo é relapsa em seus afazeres e em seu aprendizado para se tornar uma fada e nada sabe sobre suas origens. Apenas sabe que nasceu uma uva e que é proibida de sair do Reino Floral, mas ninguém lhe conta a razão.


Um dia, ela e sua amiga encontram nos jardins um corvo queimado e ela decide cuidar dele. Enterrando-o... E depois descobre que talvez seja melhor cozinhá-lo para comer. Mas na verdade ele é Xu Feng (Deng Lu), o Deus da Guerra do Reino Celestial, uma fênix e também filho dos Imperadores Celestiais. Claro que ele não conta quem é quando se revela, uma vez que o Reino Floral se fechou para tudo o que existe fora dele após a morte da Imortal das Flores, o que faz da presença de Xu Feng uma invasão, mesmo que acidental.

Mas Jin Mi vê no corvo seu ingresso de saída do Reino Floral, cobrando dele o favor de tê-lo salvo. Assim, a elfo acaba realizando seu sonho de ir até os Grandes Imortais para pedir um favor: que tragam de volta sua amiga Rou Rou, que morreu quando ambas tentaram escapar do Reino Floral.

O que Jin Mi não sabe é que é filha da Grande Imortal da água e que não deveria ter deixado o Reino Floral por 10 mil anos, pois ela terá que passar por uma provação de amor ao completar tal idade. E para que não sofresse, lhe deu um elixir que impediria seu coração de conhecer e florescer com o amor.


Uma vez no Reino Celestial, Xu Feng a toma como criada para tarefas básicas, mas também quer treiná-la. Jin Mi é obcecada com proeza mágica, que é basicamente o que alimenta o poder dessas criaturas mágicas que dominam esses reinos. Se trabalhar bem e aprender bastante, a protagonista terá as proezas mágicas que quiser. Mas ela é muito estabanada e não consegue aprender muita coisa, o que é compensado com seu carisma e afeto inocente. Conquista muitas amizades naquele reino, incluindo o Casamenteiro Danzhu (Xia Zhiuyan), tio de Xu Feng e o Deus Raposa. Ele se encanta com aquele pequeno “rapaz” que está trabalhando para o sobrinho e até mesmo o rouba às vezes para trabalhar em seus domínios. É num desses trabalhos que ela conhece Run Yu (Luo Yunxi) se banhando no lago de seu palácio... Um Fada Peixe. Run Yu é o único que descobre que há algo mais com aquela elfo e logo se aproxima também da garota, por seu jeito contagiante e simples de agir.

Sui He (Wang Yifei), a líder da Tribo Ave também se apoia em Jin Mi para manter seus olhos em Xu Feng, uma vez que a princesa é apaixonada por ele. Seu amor não é correspondido, uma vez que o Fênix cada vez mais se vê rodeado por Jin Mi.

A jovem acaba por descobrir-se entre muitos inimigos, mas encontra ali também amigos em quem se apoiar.

A trama de Ashes of Love é acompanhada de muitos personagens que tem seus próprios problemas. Liu Ying (Chen Yuqi) é a princesa do Reino de Bian, situado no Reino Demoníaco. Entretando, é uma das personagens principais com sua própria trama. Assim como Sui He, os Imperiais... Acredito que isso deixou a série mais longa (vi que houve até mesmo um problema entre a equipe e a TV por conta disso), mas acaba tornando todos os personagens melhores diante de nossos olhos, mais reais.
O... quádruplo, quíntuplo amoroso entre Jin Mi, Xu Feng, Run Yu, Kung Lu, Sui He e um que é segredo até quase o final da série então não vou contar para não dar spoiler, é enervante, huahuahu!

E se você viver o suficiente para acabar se tornando o vilão...?

Penso que essa frase define um bocado a série em alguns aspectos.


Run Yu foi meu personagem favorito: isolado e bondoso, injustiçado pelos seus. Vemos o Imortal da Noite crescendo pouco a pouco e tendo desejos para além daqueles que ele deveria, muitos diriam. Sofri junto com ele diversas vezes, assim como sofri com Xu Feng e sua impetuosidade, arrogância e impaciência.

A cada erro dos personagens eu me agoniava. A indiferença de Jin Mi, mas seu calor e proximidade dos outros, mesmo quando eram seus inimigos. Saber que nada daquilo era culpa dela e, no entanto, ter que passar pela provação.

A trama, se você gosta de romances, de sentir o coração apertadinho e no final chorar, indico muito essa série para você.

Como são criaturas mágicas, há muitos efeitos especiais. Não ficaram muito bons, mas você não precisa ser exigente. A maquiagem meio que me incomodou, eu ficava procurando defeito desde que vi a redinha colada na pele do ator para manter o bigode no lugar huahuha! Mas até que passa, se você se lembrar que estava muito calor durante as gravações, as roupas e perucas eram muito pesadas e não há maquiagem que dure muito tempo debaixo dos 56 graus celsius. As flores que deveriam ser de verdade e eram de plástico também foram facilmente percebidas! Mas as roupas... Sério, amei todo o figurino e dá para acompanhar o desenvolvimento de alguns personagens através delas!


A atuação não foi de todo ruim, mas foi bastante exagerada em alguns personagens. Mas dava para entender que eles também estavam tentando interpretar uma situação ou outra, então tudo bem.

As legendas... Bem, Netflix. Sei que mandarim deve ser uma língua muito difícil e tal... Mas os homes escritos errado, haviam muitos erros de digitação... E houve uma cena de alguns segundos que deu pra perceber que lavaram as mãos para a legenda. Assim, não atrapalha seguir, sabe? Mas dava muita diferença o final de um episódio e o começo de outro as legendas, como se fossem as mesmas falas, mas escritas de modo diferente.

Como eu disse, eu gostei. Não esperava que fossem 63 episódios quando comecei, mas acaba sendo suportável, são quase 40 minutos cada. A trilha sonora é muito bem feita e você pode conferí-la aqui lá no Spotify, mas vou deixar um AMV com algumas cenas da série com a música de abertura, ok? Mas aviso que pode conter spoilers (a letra da música tá traduzida para o inglês)!


Uma coisa que li é que... Grande parte dos personagens foram dublados por outros atores que não os que estavam interpretando!!! <o> Me senti enganada huahuahua! Só os três principais não receberam dublagens.

Se você tem tempo disponível, assista esse dorama! Sei que vai gostar! Depois que acabar vai se sentir vazia/o sem saber o que fazer agora que acabou... Eu vim escrever a resenha, que não abarca quase nada de tudo o que acontece, mas que carrega minha emoção!

8 comentários:

  1. Quando encontrei Lord Noble, eu estava desesperado para trazer meu ex-amante de volta. Ela me deixou por outro homem. Aconteceu tão rápido e eu não tive nada a dizer sobre a situação. Ela acabou de me abandonar depois de 6 anos sem explicação. Eu entro em contato com Lord Noble através de seu site e ele me disse o que eu preciso fazer antes que ele possa me ajudar e eu fiz o que ele me disse, depois que eu forneci o que ele queria, ele lançou um feitiço de amor para nos ajudar a voltar. Logo depois que ele fez o seu feitiço, minha namorada começou a me mandar mensagens de novo e me senti horrível pelo que ele acabou de me fazer passar. Ela disse que eu era a pessoa mais importante em sua vida e ela sabe disso agora. Nós nos mudamos juntos e ela estava mais aberta para mim do que antes e então ela começou a passar mais tempo comigo do que antes. Desde que Lord Noble me ajudou, meu parceiro é muito estável, fiel e mais próximo de mim do que antes. Eu recomendo altamente Lord Noble para qualquer pessoa que precise de ajuda. E-mail: lordnoblespellcaster@gmail.com você pode ligar ou whatspp ele sobre este número + 1 (817) 755-0129

    ResponderExcluir
  2. Também achei a série legal e comecei assistir assim como você("vamos assistir o cap aqui pra vê").
    Mas uma coisa me incomodou não vi diversidade no elenco. Vi um padrão ali.
    No Geral foi bom. Concordo com você sobre a maquiagem, figurino e trilha sonora(amei).

    ResponderExcluir
  3. Cara eu amei essa serie ... apenas amei! Assisti depois love 020, fofinho e talz.. mas ashes of love eu ia dormir 3 horas da manha de tão viciada! E olha que eu tenho gêmeas de 1 ano! Já viu Oh my venus?

    ResponderExcluir
  4. Então, terminei ontem.. em tese gostei, o fato de um imortal morrer é algo q não me entrou direito na cabeça.. achei meio "como assim?", o final ou eu dormi ou não entendi mesmo a relação daquela fantasia, reencarnação ou sei la como chamar.. em alguns momentos a legenda era totalmente relapsa, não tinha sentido, alguns dialogos eram total fora de contexto, eu e meu namorado falamos q iriamos procurar hoje informações sobre o mundo deles, pois ficou claro q não eram deuses, pois mtos momentos clamavam por Deus, o q senti é q eles cuidam do equilibrio do mundo, sendo imortal da Noite, das Flores, Da Guerra, da água, vento, trovão, destino, casamenteiro, etc... quanto a diversidade q a pessoa acima quer, ela deve lembrar que é uma série Chinesa e não brasileira onde obriga a ter LGBT e todas as siglas q acompanham...(se foi isso q ele quis dizer).. Eu acho que alguns personagens foram mto bem explorados, tanto que sentimos a mudança deles e sentimos falta também da inocencia da Mi, do sarcasmo no Yan You (q ja pro final ele retorna), da bondade do Run Yu, e confesso q desde o principio não simpatizei com Xu Feng.. pra mim ele é um personagem bem mediocre.. mas né.. acho q eles alcançaram um ponto mto bacana, apenas ainda quero entender o contexto de criação do mundo Imortal deles.

    ResponderExcluir
  5. Acabei de terminar de assistir Ashes off Love, não entendi muito bem o final…
    SPOILER:


    No último episódio não ficou claro como Jinmi ressuscitou? E ela e Xufeng viraram humanos e viveram e constituíram família no Reino humano? Ou eles permaneceram imortais vivendo no Reino dos humanos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amei mas fiquei com essa dúvida! Da pra saber que ela ressuscitou 500 anos depois, na cena que a Rainha Demoníaca fala que a 500 anos Xufeng passou o comando pra ela! Tá mas vamos em frente, Jimmi ficou mortal? É o filho do tem 7 anos? Quer dizer que também é mortal? E ela está fadada a morrer e reencarnar sempre? Quando ele vai buscar a Jimmi Xufeng diz que ela será sua esposa nessa e nas outras vidas. Mas na próxima cena ela sente cheiro de imortal! Quer dizer que tem poderes!

      Será que alguém nos ajuda Por favor 🤣🤣

      Excluir
  6. Amei o Dorama. Já estou assistindo pela segunda vez seguida. Mas, sinceramente detestei o Runyu, apesar de ter entendido que ele teve que fingir por toda uma vida e se ocultar para não ser alvo da Imperatriz, já o irmão podia ser honesto e justo, nunca correu perigo porque tinha uma mãe e um pai que o protegiam.
    Só que o amor torto do Runyu com suas escolhas indefensáveis fizeram com que ele perdesse qualquer favor aos meus olhos.

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.