Menu

25.8.19

{Resenha} Um desejo para nós dois - Tillie Cole


Oie amores.
C-H-E-G-U-E-I!


Tenho gostado bastante da escrita e dos romances da Tillie Cole
fiquei completamente apaixonada quando li Doce Lar, foi que voltei a 
curtir seus livros. Porque depois que li Mil Beijos de Garoto eu queria 
matar a autora! Odiei o final, na minha opinião a estória tinha tudo pra 
ser incrível, mas como sempre tem autor(a) que só faz merdinha.
Enfim... vamos ao que interessa não é mesmo?
Confere aí!


*livro cedido pela editora
Sinopse:
“Da mesma autora de Mil beijos de garoto, uma história sobre o poder transformador da música. Uma história de música. Uma história de cura. Uma história em que o amor conquista tudo.

Bonnie é a explosão de cor na escuridão dele.
Cromwell é a batida que faz o coração dela pulsar.

Aos dezenove anos, Cromwell Dean é a estrela em ascensão da dance music eletrônica. É adorado por milhares de pessoas, mas ninguém o conhece de verdade. Ninguém vê a cor do seu coração. Até a garota do vestido roxo. Ela é a primeira que consegue ver através das barreiras que Cromwell construiu para a escuridão que o habita.
Quando deixa para trás o céu cinzento da Inglaterra para estudar música na Carolina do Sul, a última coisa que ele espera é vê-la de novo. E ele certamente não espera que a garota do vestido roxo fique em sua cabeça como uma música.
Bonnie Farraday vive pela música. Ela deixa cada nota tocar seu coração e não entende como alguém tão talentoso quanto Cromwell pode evitar fazer o mesmo. Ele está se escondendo de seu passado e ela sabe disso. Bonnie tenta ficar longe, no entanto, algo continua chamando-a de volta. Mas quando uma sombra se aproxima dela, cabe a Cromwell ser sua luz, da única maneira que ele sabe. Ele deve ajudá-la a encontrar a música perdida em seu coração frágil, deve mantê-la forte com uma sinfonia que só ele pode compor.
Uma sinfonia de esperança. Uma sinfonia de amor."

Resenha
Esse livro, na sua essência é “essencialmente” musical. Conta a estória envolvendo essencialmente músicos, que desde sempre se viram envolvidos pela música.
Boonie é uma letrista que canta e toca instrumentos de cordas.
Cromwell compõe, toca qualquer instrumento, canta e herdou de seu pai o, o renomado regente Lewis, uma particularidade chamada SINESTESIA. Essa herança é recebida, dependendo da cabeça de quem recebe, como uma dádiva ou um infortúnio.
A principio Cromwell se sentiu manipulado, diferente, mas depois que entendeu que poderia ajudá-lo com a música, passou a utilizá-la.

"Fiz muitos pedidos em minha vida, mas Cromwell tinha sido o pedido que nunca fiz. O pedido concedido que, no fim, era aquele ao qual eu mais dava valor."
Os dois no mesmo espaço faziam faculdade de musica, e isso de uma maneira torta os trazia sempre juntos, se alfinetando ou não.
Boonie era gêmea com Easton, nada musical, totalmente sem rumo e sem roteiro, um bipolar. Mas esse bipolar, salva Boonie, de uma maneira espetacular!
Cromwell se dá muito bem com Easton e sendo seu companheiro de quarto no campus, também fazem suas loucuras juntos.

Cromwell traz consigo uma bagagem negativa de ressentimentos, raiva e isso o afastou da musica clássica temporariamente, mas como ele não pode viver sem música, optou pela música eletrônica.
E é daí que começa a aventura de Cromwell e Boonie, num entremeado de beijos, olhares enviesados, discussões, partituras e cifras musicais.
Ótima estória, com bons argumentos, bem descritos em seus capítulos, onde o drama principal é algo bem doloroso, que nós leitores nos desesperamos e até lemos mais rápido para que a solução apareça em letras.
Gostei demais dessa estória, recomendo demais a leitura.

"Com a ameaça da morte pairando sobre você, percebe-se que seus verdadeiros sonhos não eram tão grandiosos. E que todos se resumiam a uma só coisa - amor." 
Por hoje é só amores.
Até a próxima.
Tchau!


Título: Um desejo para nós dois
Autor (a): Tillie Cole
Editora: Outro Planeta
Número de Páginas: 416

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.