Menu

17.6.19

{Resenha} A Nuvem


Título Original: Thunderhead
Autor: Neal Shusterman
Editora: Seguinte
Sinopse: Em um mundo perfeito em que a humanidade venceu a morte, tudo é regulado pela incorruptível Nimbo-Cúmulo, uma evolução da nuvem de dados. Mas a perfeição não se aplica aos ceifadores, os humanos responsáveis por controlar o crescimento populacional. Quem é morto por eles não pode ser revivido, e seus critérios para matar parecem cada vez mais imorais. Até a chegada do ceifador Lúcifer, que promete eliminar todos os que não seguem os mandamentos da Ceifa. E como a Nimbo-Cúmulo não pode interferir nas questões dos ceifadores, resta a ela observar.
Enquanto isso, Citra e Rowan também estão preocupados com o destino da Ceifa. Um ano depois de terem sido escolhidos como aprendizes, os dois acreditam que podem melhorar a instituição de maneiras diferentes. Citra pretende inspirar jovens ceifadores ao matar com compaixão e piedade, enquanto Rowan assume uma nova identidade e passa a investigar ceifadores corruptos. Mas talvez as mudanças da Ceifa dependam mais da Nimbo-Cúmulo do que deles. Será que a nuvem irá quebrar suas regras e intervir, ou apenas verá seu mundo perfeito desmoronar?

Essa resenha pode conter spoiler do livro anterior, O Ceifador.

Em O Ceifador, nós conhecemos um mundo em que os crimes, a fome, as doenças, as guerras e etc foram sanadas. A raça humana evoluiu tecnologicamente ao ponto de criar uma inteligência artificial que tomava conta de tudo e de todos: Nimbo-Cúmulo. E essa conseguiu até impedir que a morte chegasse para as pessoas, porém a Terra não pode funcionar com uma super população e para isso existe a Ceifa. A única coisa que Nimbo-Cúmulo não poderia interferir era na Ceifa, uma organização feita para que os ordenados dela, coletassem pessoas para morrer.

Conhecemos Citra e Rowan no livro anterior e ao final desse, sabemos que Citra foi escolhida para ser uma ceifadora e Rowan acabou fugindo depois de matar o cruel Ceifador Goddard. Rowan acaba se tornando uma espécie de Ceifador vingador. Ele vai atrás dos ceifadores corruptos e sanguinários da Ceifa. Enquanto isso, Citra se torna a Ceifadora Anastásia. Ela cria seu próprio método de coleta e isso acaba a tornando popular na Ceifa, porém nem todos concordam com seus métodos. Alguns veem certo poder em sua popularidade e sabem que isso pode um dia mudar as coisas na Ceifa.

Então Citra e sua antiga mentora e amiga, Curie, viraram alvo de alguém. Alguém que quer vê-las mortas de verdade. Alguém que tem sede de poder e que não pode deixar nenhuma das duas vir a ter o poder da Ceifa...

“Vamos marcar o mundo como os animais fazem, deixando um cheiro que nunca vai desaparecer."

A edição está impecável e as folhas de boa qualidade. Eu adorei a capa agora representando nossos protagonistas Citra e Rowan. A narração fica por conta de vários personagens, mas ainda com foco em nossos ceifadores Citra e Rowan.

Neal Shusterman continua com uma escrita impecável, porém em A Nuvem, o autor peca um pouco pelo excesso de momentos vagarosos, o que torna a leitura maçante. A história de A Nuvem é interessante, mas o autor poderia muito bem ter enxugado um pouco o enredo. Fora esse fator, a história trás uma nova trama empolgante que não só poderá mudar a Ceifa, mas mudar toda humanidade.


Citra e Rowan estão em sua melhor fase. Os dois cresceram e mudaram muito no período de tempo de um ano da história. Rowan se torna mais fechado e focado em sua missão de limpar a Ceifa dos cruéis e Citra ganha um destaque por sua personalidade humanista e mente sagaz. Quero muito ver o que ela se tornará no futuro!

Temos também a inserção de novos personagens, mas darei destaque para aqueles que tornaram a trama mais elaborada ainda: Nimbo-Cúmulo e Greyson Tolliver. A Nimbo-Cúmulo já conhecemos no livro anterior, porém essa inteligência artificial era bem pouco presente e aqui ela é bastante explorada. E junto com ela veio Greyson, que seria uma espécie de agente disfarçado dela. Gente! Que sacada do autor ao criar essa trama paralela à Citra e Rowan! Com esses dois novos personagens, a história cria um rumo que fará diferença no próximo volume da série. Confesso que estou mega empolgada para saber como tudo ocorrerá, pois A Nuvem termina em um plot twist de chocar qualquer um. Necessito dessa continuação para ontem!!

“Como sou o acúmulo do conhecimento da humano, meu sucesso prova que a humanidade tinha a capacidade para tanto, apenas precisava de alguém poderoso o bastante para realizar isso – e eu tenho o maior poder de todos.”