Menu

22.3.20

{Resenha} Através do Vazio - S. K. Vaughn



Estamos em 2067. A comandante May Knox espaçonave Hawking II desperta de sua cápsula no espaço, sozinha e sem muitas lembranças das últimas semanas. Ela não sabe o que aconteceu com os tripulantes e nem mesmo com a nave. Desesperada, procurando saber o que aconteceu, ela conta com a ajuda de Eva, a inteligência artificial para ajudá-la a cuidar da nave que está cheia de defeitos e em estado de destruição.

A espaçonave está sem comunicação e às escuras, e quanto mais May tenta restaurar a nave para que funcione direito, mais ela percebe que tudo o que aconteceu não foi ao acaso e que ela pode não estar tão sozinha quanta imagina.

Na Terra, temos o dr. Stephen Knox, um dos cientistas ligados à missão de May, preocupado com o silêncio da nave que já dura oito dias. Ele está principalmente preocupado com May, sua ex-mulher. Os dois estavam em processo de separação quando ela partiu, porém ele ainda a ama. E quando a NASA recebe uma mensagem de que May está viva. Stephen vê isso como uma oportunidade do destino, mas será que May conseguirá retornar à Terra?

“Por mais que se esforçasse para olhar para além do hangar, sua mente, estava ancorada ali, o último lugar onde ele a viu, talvez o último lugar onde jamais a veria.”

Em Através do Vazio há muitas reviravoltas! O foco da história não foi apenas a ficção-científica espacial, pois isso foi o pano de fundo para muito mais. As relações humanas entre os personagens, as suas situações que estavam sendo vividas e principalmente nas retomadas ao passado para que a história tivesse uma ambientação mais emocional com tudo que estava acontecendo, isso é o que mais norteia Através do Vazio. Porém, o livro tem uma trama bem elaborada até certo ponto.



May é uma mulher astronauta e ainda por cima negra, então o autor de Através do Vazio tinha nas mãos a faca e o queijo, pois em um meio de predominância masculina branca, uma protagonista com todas essas características tinha tudo para trazer uma grande discussão sobre representatividade feminina e negra. Isso acabou por não ser algo tão relevante na história e como eu disse acima, as relações dos personagens tiveram um peso maior. Isso não é de todo ruim, pois eu realmente gostei do livro, mas eu esperei esse momento de discussão que não veio.

Ao final dessa resenha, eu realmente recomendo a leitura para todos os leitores. Através do Vazio tem uma história que prende e pode ser uma boa trama para quem quer iniciar na leitura de livros de ficção-científica, pois temos momentos de thriller e perseguição. Vale a pena!

“Ela escureceu o vidro do capacete e acendeu o maçarico. A chama brilhou como fogo branco, jogando luz seis metros à frente em todas as direções, revelando os objetos desconhecidos que o atingiam na escuridão. May gritou, um uivo primitivo de horror.”


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.